Mendoza justifica insucesso no Corinthians, vibra com boa base e traça planos para o futuro

Mendoza justifica insucesso no Corinthians, vibra com boa base e traça planos para o futuro

Por Meu Timão

Mendoza se tornou um dos destaques do Bahia no Brasileirão

Mendoza se tornou um dos destaques do Bahia no Brasileirão

Foto: Divulgação/Bahia

Emprestado pelo Corinthians, Stiven Mendoza ostenta a marca de quatro gols nos últimos três jogos pelo Bahia. A excepcional fase vivida pelo camisa 17 colombiano tem explicação: a confiança depositada nele por comissão técnica, direção e torcida do clube de Salvador. Em entrevista à ESPN Brasil nesta segunda-feira, um dia depois de brilhar na vitória por 3 a 0 sobre o Vasco, o jogador contou por que não apresentou no Timão o futebol que tem esbanjado no Nordeste.

“Acho que a diferença está na sequência. O jogador quando tem sequência, tem mais jogos, cada vez que você vai jogando vai adquirindo essa experiência que você precisa. Acho que a diferença é que no Corinthians tive pouca sequência. Aqui no Bahia estou jogando mais, não estou saindo dos jogos, estou sendo importante para o time. Logicamente os jogadores que estão do meu lado são importantes, me dão confiança”, declarou Mendoza, que soma 16 partidas pelo Bahia na temporada.

Costumeiramente veloz, o atacante chamou atenção contra o Vasco não só pelos dois gols. Mendoza atingiu a velocidade máxima de 41 km/h ao dar uma arrancada, marca pouco inferior, por exemplo, à de velocistas profissionais, como o jamaicano Usain Bolt, recém-aposentado. Questionado sobre o feito, o jogador preferiu se ater ao fato de estar recebendo oportunidades com frequência do técnico interino Preto Casagrande.

“No tema de velocidade, também, para você ter essa noção de jogo, para olhar melhor o jogo e ficar melhor posicionado. A chave de tudo está na sequência de jogos, aquela sequência que você tem a cada jogo vai te amadurecendo mais. Todo jogador que quer chegar num nível alto precisa de sequência. Fico feliz por essa passagem de agora no Bahia e, como sempre falo, se continuar trabalhando tranquilo, com a ajuda de Deus, tudo vai continuar muito melhor”.

Leia também:
Zagueiro do Corinthians conta adaptação à Série C e revela consulta para voltar de empréstimo
Zagueiro anunciado pelo rival foi oferecido antes ao Corinthians
Corinthiano Mendoza faz dois gols, beira velocidade de Bolt e é o maior pontuador do Cartola FC

Mendoza passou todo o primeiro semestre sem atuar. Em meados de junho, o atacante, fora dos planos do treinador corinthiano Fábio Carille, foi emprestado ao Bahia. Vinculado ao Timão até dezembro de 2018, ele sabe o que quer para as próximas temporadas:

Na verdade tenho contrato com o Corinthians, algo que todo jogador tem que respeitar. Meu plano é o seguinte: quero jogar o máximo possível aqui no Bahia, tenho mentalidade positiva de chegar à seleção colombiana. Joguei na base da Colômbia. Agora é trabalhar forte porque eu sei que a oportunidade está aí. Quero jogar o Mundial do ano que vem (na Rússia) e estou trabalhando forte para que isso aconteça”, revelou o camisa 17.

“Logicamente, como todo jogador, quero jogar na Europa. Meu pensamento é tratar de melhorar cada vez mais, chegar ao nível que quero chegar, um nível alto. Vocês (imprensa) sabem que para chegar à Europa precisa trabalhar num nível muito alto”, finalizou.

O contrato de empréstimo entre Mendoza e Bahia termina no fim de 2017.

Veja mais em: Mendoza, Jogadores emprestados, Mercado da bola e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Com a 9 corinthiana, Luizão foi artilheiro da Libertadores de 2000, com 15 gols

    Ao Meu Timão, Luizão fala da busca do Corinthians por centroavante: 'Se cavar, acha na Argentina'

    ver detalhes
  • Camacho (à dir.) ganhou oportunidade entre os titulares no treino desta sexta

    Carille esboça time titular com uma troca; chance de mudança no esquema existe

    ver detalhes
  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes