Ídolo de Palmeiras e Grêmio admite Corinthians próximo do hepta e faz crítica a ex-clube

Ídolo de Palmeiras e Grêmio admite Corinthians próximo do hepta e faz crítica a ex-clube

Por Meu Timão

35 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Paulo Nunes durante participação em programa da BandSports

Paulo Nunes durante participação em programa da BandSports

Foto: Reprodução/TV

O Corinthians é o virtual campeão da edição de 2017 do Campeonato Brasileiro. Quem diz é ninguém mais ninguém menos do que um dos grandes ídolos de Palmeiras e Grêmio e um dos principais desafetos do Timão das últimas décadas: Paulo Nunes, que inclusive acumulou passagem apagada pelo Parque São Jorge em 2001.

Em participação no programa Baita Amigos, do canal de televisão fechada BandSports, apresentado pelo ídolo corinthiano e também ex-jogador Neto, Paulo Nunes apontou o Timão muito próximo do heptcampeonato brasileiro e lamentou a falta de ímpeto do Grêmio, segundo colocado com dez pontos de desvantagem, na disputa pela taça.

Leia também:
Defesa titular volta 'zerada' e consolida marca: um gol tomado a cada 580 minutos
Vantagem do Corinthians na liderança do Brasileirão volta a ser de dez pontos

"Estou vendo o Corinthians campeão, é um time que tem um lastro muito grande para ser alcançado. O time que está em segundo lugar abdicou do campeonato, acho muito errado isso", analisou, deixando no ar uma crítica à preferência dada pelo Grêmio à Copa Libertadores da América em detrimento do Brasileirão.

"O Corinthians eu vejo hoje nadando tranquilo rumo ao título do Brasileiro", completou.

Coincidentemente, foi com Paulo Nunes no ataque, em 1996, que o Grêmio conquistou seu último título do Brasileirão. Na ocasião, quando o atacante foi inclusive o artilheiro do certame, a equipe gaúcha bateu a Portuguesa na final.

Questionado também sobre a grande polêmica do último fim de semana, Paulo Nunes não apenas levou numa boa o faro de Jô ter feito um gol de mão como disse que tiraria onda com os repórteres caso estivesse no lugar do centroavante corinthiano:

"Se eu fosse o Jô, teria tirado uma onda. Diria que fiz o gol mesmo. Isso é uma coisa óbvia. Daqui a pouco futebol vai ficar uma coisa muito sem graça", argumentou, em resposta ao questionamento de Neto.

Neto, ainda vale lembrar, foi outro que mais cedo havia opinado sobre a repercussão do gol de Jô na vitória do Corinthians sobre o Vasco. O apresentador, durante participação em seu programa, o Donos da Bola, "pistolou" e criticou aqueles que condenaram o camisa 7.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Renan Areias (no centro) está no Corinthians desde os seis anos de idade

    Corinthians empresta capitão do Sub-20 para o Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Fessin já marcou três gols pelo Corinthians no Paulista Sub-20

    Fessin marca, Corinthians vence no Paulista Sub-20 e diminui distância para rival

    ver detalhes
  • Corinthians fechou a primeira fase na liderança e invicto no Paulista Feminino

    Corinthians vence Portuguesa e fecha primeira fase do Paulista Feminino líder invicto

    ver detalhes
  • Corinthians de Ronaldo foi eliminado pelo Tolima em 2011 e mesmo assim Tite seguiu como técnico

    Tite/11 x Loss/18: diferenças e semelhanças entre as crises corinthianas comparadas por Andrés

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes