Pré-candidato no Corinthians fala em união de oposicionistas contra chapa de Andrés Sanchez

Pré-candidato no Corinthians fala em união de oposicionistas contra chapa de Andrés Sanchez

Por Meu Timão

Empresário e conselheiro do Timão, Osmar Stabile é pré-candidato desde o mês passado

Empresário e conselheiro do Timão, Osmar Stabile é pré-candidato desde o mês passado

Foto: Reprodução / Facebook

A corrida eleitoral no Parque São Jorge segue firme e forte para definir quem será o novo presidente do Corinthians a partir de 2018. E muita coisa ainda pode mudar no que diz respeito principalmente à oposição.

Se de um lado Andrés Sanchez está cada vez mais pressionado a assumir a candidatura pela chapa situacionista Renovação & Transparência, do outro lado não há muita coisa definida. Ao menos é isso que sinalizou o oposicionista Osmar Stabile.

Empresário no ramo da metalurgia e conselheiro do Corinthians, Stabile ainda cogita uma desfragmentação dos grupos opositores. Em entrevista concedida nesta segunda-feira ao programa Timão Universitário, da WebRádio Coringão, o pré-candidato falou sobre a possibilidade de se unir a outros nomes da oposição.

"No dia 28 de outubro, teremos nosso lançamento de candidatura. Aí fica difícil, depois de lançar, voltar atrás. Então, eu estou aberto até essa data para conversar com quem quer que seja da oposição. Para que façamos um grupo forte para chegar a presidência do Corinthians e mudar essa estrutura", ponderou.

Além dos já citados Osmar Stabile e Andrés Sanchez, também prometem concorrer ao cargo máximo no Parque São Jorge os conselheiros: Romeu Tuma Júnior, Antonio Roque Citadini e Fernando Alba. No caso de Stabile, ele se diz pré-candidato desde o mês passado, quando lançou vídeo de campanha com o slogan "Stabilize-se".

"O que eu penso é que fragmentado a gente não vai chegar a lugar nenhum. Então, peço e me abro aqui para conversar e lutarmos juntos por uma coisa só: o Sport Club Corinthians Paulista. Esquecer a questão pessoal. Se nós entendemos que podemos fazer uma gestão diferenciada, por que é que não vamos lutar por ela?", argumentou.

É justamente no tocante da gestão que Stabile criticou a atual diretoria do Corinthians. Comandada por Roberto de Andrade e antecedida por Andrés Sanchez (dois mandatos) e Mário Gobbi Filho, a chapa Renovação & Transparência está há dez anos à frente do clube.

"Todos falam em gestão, mas isso não existe. Pessoas que não sabem administrar o dinheiro que recebem, como fazem uma gestão? Essa gestão precisa ser modificada. É preciso tirar esse grupo, porque o que eles tinham que fazer, já fizeram. Bem ou mal, mas fizeram. Precisamos, evidentemente, juntar essas oposições para conseguir tirar esse pessoal", finalizou.

Veja mais em: Eleições no Corinthians e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Pablo não tem permanência assegurada no Timão para a próxima temporada

    Fim da paciência: Corinthians dá ultimato e cobra resposta de empresário de Pablo

    ver detalhes
  • Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    ver detalhes
  • Ralf ergueu troféu do hexa do Brasileirão antes de deixar Corinthians

    Ralf diz que não jogaria em rival do Corinthians, explica saída e opina sobre Gabriel

    ver detalhes
  • Pré-temporada de 2018 teve início nesta semana para jogadores do Timão

    Corinthians se antecipa, e jogadores realizam exames cardiológicos para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes