Mulheres saem em defesa de vice vetada por Andrés e criticam decisão: 'Foi usada'

Mulheres saem em defesa de vice vetada por Andrés e criticam decisão: 'Foi usada'

Por Meu Timão

Andrés virou alvo de críticas das mulheres presentes nos bastidores do Corinthians

Andrés virou alvo de críticas das mulheres presentes nos bastidores do Corinthians

Foto: Meu Timão/Rodrigo Vessoni

Anunciada como vice-presidente de Andrés Sanchez, candidato da situação no Corinthians, Maria de Lourdes Jacob Mattavo acabou vetada e não participará mais da chapa. A decisão gerou muita insatisfação da conselheira, que interpretou o ocorrido como machismo. A ideia é compartilhada e apoiada pelas outras mulheres do clube, que saíram em defesa da colega e criticaram o presidenciável.

Uma das conselheiras vitalícias do clube, Miriam Aithe, que apoia Antonio Roque Citadini, acredita que Maria de Lourdes foi usada pela chapa de Andrés. Vale lembrar que o candidato chegou a tirar fotos com a ex-vice e Edna Murad Hadlik, outra candidata ao cargo.

"A Maria de Lourdes foi usada. No sentido de comover a associada para dizer que o Corinthians teria uma vice mulher. E não haveria problema, já tivemos vices mulheres, como a Marlene Matheus. Temos mulheres. Mas acho que ela foi usada, porque o movimento do Citadini tem sido voltado para as mulheres, sócia e independente. E o grupo que está no poder nunca ligou para nós. O que se tem no clube hoje para mulheres? Absolutamente nada!", analisou Aithe, em entrevista ao Lance!.

Leia também:
Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018
Após impasse, meia do Corinthians é anunciado como reforço do Fortaleza

Outra mulher presente nos bastidores do Timão fez questão de deixar clara a insatisfação das companheiras com a situação. Susy Miranda, sócia do clube e organizadora de um encontro de mulheres com Citadini, falou sobre a revolta.

"As mulheres estão revoltadíssimas. Algumas do grupo do Andrés me ligaram para dizer isso. Essa já é a quarta eleição que estou participando e sempre prometem coisas, com panfleto, dizendo que farão um salão de beleza para a gente no clube. Mas das prioridades, tudo isso está em último lugar para o Andrés., Ele se elege e esquece da gente. E chega uma hora que a gente quer se rebelar", disse.

"Nós todas os sentimos ofendidas. Foi uma ofensa muito grande da parte do candidato solicitar que ela participasse e depois descartar como objeto qualquer. Isso não se faz com uma mulher, com ninguém", completou.

Mesmo com o veto a uma das vices, a chapa Renovação & Transparência terá uma mulher na equipe. Edna Murad, anunciada ao lado de Maria de Lurdes, foi mantida por Andrés Sanchez e estará com o grupo na eleição marcada para o dia 3 de fevereiro.

Veja mais em: Andrés Sanchez e Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Sob comando de Coelho, Timãozinho cai nas oitavas da Copinha

    Falhas individuais custam caro, e Corinthians é eliminado da Copinha

    ver detalhes
  • Superado pelo Avaí, o Timãozinho deu adeus à Copinha de 2018

    Em partida sem craques, Fiel não perdoa Corinthians por eliminação na Copa São Paulo de 2018

    ver detalhes
  • Bilu esconde choro após derrota do Timão para o Avaí

    Corinthianos deixam campo às lágrimas após queda na Copinha; Coelho: 'Perdemos para nós mesmos'

    ver detalhes
  • Alessandro é homem forte do futebol corinthiano neste início de 2018

    Alessandro abre o jogo sobre Henrique Dourado e busca do Corinthians por camisa 9

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes