Comissão eleitoral do Corinthians recebe pedido de impugnação da candidatura de Citadini

4.0 mil visualizações 41 comentários

Por Meu Timão

Antonio Roque Citadini é um dos quatro candidatos da oposição no Corinthians

Antonio Roque Citadini é um dos quatro candidatos da oposição no Corinthians

Meu Timão/Larissa Lima

Marcada para o dia 3 de fevereiro, a eleição para o novo presidente do Corinthians tem cinco candidatos confirmados, mas esse número pode sofrer alteração. Isso porque a comissão eleitoral do clube recebeu um pedido para impugnar a candidatura de Antonio Roque Citadini. A informação é do UOL Esporte.

O pedido foi feito por um sócio do clube, que não foi identificado pela reportagem. A justificativa apresentada por ele é o fato de Citadini fazer parte do Tribunal de Contas do Estado. A argumentação do associado é que este cargo é do mesmo nível de magistrados, proibidos, por estatuto, de competir a cargos administrativos no clube.

Leia também:
Saída de diretor coincide com surgimento de entraves em negociações do Corinthians
Nem Jô salva! Negociações de Corinthians e dois brasileiros viram gafe em cartaz da Florida Cup

O próximo passo da comissão é aguardar a defesa do candidato. Depois disso, o caso será analisado para que as providências cabíveis sejam tomada. Miguel Marques e Silva, presidente da comissão eleitoral, confirmou a existência da contestação à candidatura do oposicionista, que negou qualquer tipo de irregularidade.

"Vou contestar. Estão usando uma legislação superada. Já existe jurisprudência favorável a juízes e conselheiros (dos tribunais de contas). E não há nenhuma restrição no estatuto do clube. Se existe alguma queixa, ela deve ser apresentada ao tribunal, não ao Corinthians", disse Citadini, ao UOL Esporte.

Caso não tenha o processo de candidatura impugnado, Antonio Roque Citadini segue disputando a presidência alvinegra com outros quatro nomes: Andrés Sanchez, da situação, e Romeu Tuma Júnior, Felipe Ezabella e Paulo Garcia, todos da oposição.

Leia também as exclusivas com os candidatos:
Andrés Sanchez: "Institucionalmente o Corinthians deu uma parada"
Felipe Ezabella: "Clube ainda é muito dependente da receita de TV"
Antonio Roque Citadini: "O Corinthians é o Corinthians e basta"
Romeu Tuma Júnior: "Não faço promessas, assumo compromissos"

Veja mais em: Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Lateral Sidcley encerrou sua segunda passagem pelo Corinthians

    Corinthians afasta Sidcley e lateral não atua mais pelo clube do Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez completa 1000 dias à frente do Corinthians nesta sexta-feira, com 80 contratações (profissional e sub-23)

    Andrés Sanchez completa mil dias como presidente do Corinthians; mandatário fez 80 contratações

    ver detalhes
  • Lateral não vinha sendo utilizado no profissional da Ponte Preta

    Sem jogar há oito meses, lateral emprestado pelo Corinthians é rebaixado ao Sub-20 da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Clube ainda deve metade do valor acordado por empréstimo do lateral

    Corinthians planeja quitar empréstimo por Sidcley na próxima semana para encerrar ação na Fifa

    ver detalhes
  • Corinthians volta a trabalhar no CT Joaquim Grava após derrota na Copa do Brasil

    Corinthians se reapresenta e já inicia preparação para duelo com Internacional; veja possível time

    ver detalhes
  • Diogo discutiu com torcedora do Corinthians nas redes sociais

    Reforço do Sub-23 rebate torcedora do Corinthians após ser questionado sobre peso: 'Sua ingrata'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: