Andrés diz que nomeará Rosenberg e Duílio à diretoria do Corinthians se eleito

47 mil visualizações 239 comentários

Por Meu Timão

Duílio (à dir.) foi um dos responsáveis pela chegada de Alexandre Pato, em 2013

Duílio (à dir.) foi um dos responsáveis pela chegada de Alexandre Pato, em 2013

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Luis Paulo Rosenberg, ex-vice-presidente do Corinthians, e Duílio Monteiro, ex-diretor adjunto, devem retornar à diretoria do Corinthians caso Andrés Sanchez seja eleito presidente do clube na eleição marcada para 3 de fevereiro. É o que indicou o próprio candidato em entrevista à ESPN Brasil na noite desta sexta-feira.

Sanchez, que presidiu o Corinthians entre 2007 e 2011, disse que Rosenberg estará ligado aos departamentos de marketing da equipe profissional e da Arena Corinthians. Já Duílio deve reassumir cargo na diretoria, sendo um dos responsáveis por contratações e vendas de atletas, relacionamento com elenco, entre outras funções.

Quem vem na minha gestão é o Duílio. Eu não tenho nada contra o Alessandro, pelo contrário”, disse Andrés, que desmentiu que sua relação com o atual gerente de futebol corinthiano esteja estremecida.

“Pergunta pro Alessandro quantos aumentos de salário eu dei pra ele sem ele pedir. Pergunta quem fez o que eu fiz pra ele, se algum dia alguém fez isso pra ele...”, questionou o hoje deputado federal (PT-SP).

Rosenberg foi um dos responsáveis pela contratação de Ronaldo Fenômeno, em 2009. A chegada do centroavante é considerada pontapé inicial de uma geração vitoriosa do Timão que culminou na conquista do bicampeonato mundial, em 2012. Ele também foi diretor de marketing na “era Mário Gobbi” e um dos idealizadores da Arena, inaugurada em meados de 2014.

Duílio, por sua vez, trabalhou como diretor adjunto de futebol entre 2010 e 2014. Nesse período, foi braço direito de Roberto de Andrade, então diretor – mais tarde, Roberto se tornaria presidente do Corinthians.

Leia também:
Com provável saída de Alessandro, grupo de Andrés Sanchez já pensa em nome de substituto
Citadini condena submissão do Corinthians à CBF e promete ir à Fifa por mudança no estatuto

Além de Andrés, concorrem à presidência do Timão Felipe Ezabella, Antonio Roque Citadini, Romeu Tuma Jr. e Paulo Garcia, todos pertencentes à oposição.

Em entrevista recente, cabe lembrar, Rosenberg falou abertamente sobre a possibilidade de voltar ao comando do Corinthians.

Veja mais em: Andrés Sanchez, Diretoria do Corinthians e Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Jô durante duelo com Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians sucumbe no segundo tempo e perde de virada para Atlético-MG na estreia do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô marcou o primeiro gol do Corinthians diante o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Jô fica com melhor avaliação em noite de médias baixas no Corinthians; lateral beira o zero

    ver detalhes
  • Tiago Nunes reclamou até de um pênalti que Ruan Oliveira teria sofrido no final do jogo

    Tiago Nunes vê Corinthians desgastado, reclama de pênalti e lamenta chance perdida para fazer 3 a 0

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira comemorou sua estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Gabriel Pereira comemora estreia pelo time profissional do Corinthians: 'Um sonho de criança'

    ver detalhes
  • Arana e Michel Macedo no duelo entre Corinthians e Atlético Mineiro

    Torcida do Corinthians lamenta derrota no Brasileirão e destaca falta de opções entre os reservas

    ver detalhes
  • Araos anotou o segundo gol do Corinthians contra o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Com gol de Araos, 11 jogadores já marcaram pelo Corinthians na temporada; veja lista

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: