Corinthians encaminha venda de Maycon a clube da Ucrânia

Corinthians encaminha venda de Maycon a clube da Ucrânia

Por Meu Timão

45 mil visualizações 679 comentários Comunicar erro

Maycon deve deixar Timão rumo ao Shakhtar Donetsk

Maycon deve deixar Timão rumo ao Shakhtar Donetsk

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians está próximo de selar a venda do volante Maycon, de 20 anos, para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Uma reunião realizada nesta quarta-feira aproximou as partes, e o Timão deu aval para a transferência do jogador para a Ucrânia mediante pagamento de 6 milhões de euros (em torno de R$ 24 milhões). A informação é do site Uol.

Clube formador de Maycon, o Corinthians detém 80% dos direitos econômicos do atleta. Assim, caso a negociação seja fechada pelo valor acima, deve receber cerca de R$ 19 milhões pelo volante de 20 anos, titular absoluto ao longo da campanha do heptacampeonato brasileiro.

O Shakhtar já havia demonstrado interesse em contratar em janeiro. No entanto, por conta da proximidade da eleição, o então presidente Roberto de Andrade optou por aguardar a definição de seu sucessor. Andrés Sanchez, auxiliado pelo diretor adjunto de futebol Duílio Monteiro Alves, está à frente das tratativas.

Leia também:
Atacante do Porto é oferecido ao Corinthians, diz site; Fiel invade perfil do jogador em rede social
Palmeiras nega consulta a Balbuena e vê boato como tentativa de valorização

Maycon perdeu espaço no Corinthians em 2018 por conta da mudança de esquema tático. Com o sistema 4-1-4-1, implementado pelo técnico Fábio Carille já na Florida Cup, a equipe passou a atuar com apenas um volante, o que tornou o camisa 8 suplente.

Recentemente, outras duas equipes europeias foram citadas como possível destino de Maycon: Napoli e Arsenal. Como o jogador do Corinthians ainda não possui passaporte europeu, atuar no Velho Continente no momento significaria ocupar uma das vagas destinadas a extracomunitários, geralmente reservadas a atletas experientes ou estrelas internacionais.

Veja mais em: Maycon, Mercado da bola, Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves.

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes