Apresentado, Ralf fala em 'momento de Gabriel', mas avisa: 'Vou buscar meu espaço'

21 mil visualizações 120 comentários Comunicar erro

Por Thaina Barros e Vinícius Souza

Ralf foi apresentado pelo Corinthians no início da tarde desta terça-feira, no CT

Ralf foi apresentado pelo Corinthians no início da tarde desta terça-feira, no CT

Thaina Barros/Meu Timão

Assim que a contratação de Ralf foi anunciada pelo Corinthians, milhares de torcedores, assim como diversos profissionais da imprensa especializada, começaram a imaginar a disputa do multicampeão alvinegro com Gabriel, hoje primeiro volante titular do Timão. Apresentado formalmente à imprensa nesta terça-feira, em coletiva no CT Joaquim Grava, o jogador de 33 anos falou abertamente a respeito do assunto.

Seis vezes campeão pelo Corinthians, incluindo os títulos da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes (2012), Ralf valorizou o principal concorrente. De acordo com o veterano, o momento é do atual dono da camisa 5. Ainda assim, Ralf não retornou ao Parque São Jorge para permanecer satisfeito com a condição de reserva...

“Concorrência sadia. O Corinthians tem a ganhar com isso, é uma dor de cabeça para o Carille. Acompanhei o Gabriel, é um ótimo profissional, vou respeitá-lo, o momento é dele, tenho que trabalhar e buscar meu espaço. Se tiver que jogar junto, também não tem problema, vou procurar meu espaço”, afirmou Ralf.

Leia também:
Ralf é apresentado no Corinthians e garante: 'Estou feliz de estar aqui novamente'
Após reencontro, Júlio César se declara ao Corinthians; Cássio manda recado especial

Ídolo da torcida corinthiana, o volante retorna à equipe paulista após duas temporadas no Beijing Guoan, da China. Embora tenha feito história como primeiro homem de marcação no meio de campo, ele se coloca à disposição do técnico Fábio Carille para ajudar onde for preciso.

“Como eu sempre fiz. A escolha é do Carille. Ele que vai ter a dor de cabeça. Eu tenho de estar bem fisicamente, independentemente da posição que vou jogar, se vou jogar... Tenho que estar bem preparado para dar conta do recado. O marco aqui foi jogar de primeiro volante. Como eu falei: respeito o Gabriel, fez grandes exibições ano passado e agora está dando conta do recado. Vou buscar meu espaço”, explicou o jogador, que listou os motivos que o fizeram retornar ao Corinthians e, como ele mesmo projeta, “começar do zero”:

“As conquistas, a grandeza, foi o clube que me abriu as portas. A torcida que tem, o elenco... Todo mundo sonha em jogar no Corinthians. Vejo como um retorno, mas vou começar do zero. A história ninguém apaga, mas tenho que escrever um novo capítulo. Estou aqui para escrever uma nova história”.

Ralf deve levar de duas a três semanas para estar apto a entrar em campo. Ao longo do bate-papo com os jornalistas, contudo, não descartou a possibilidade de reforçar o Timão ou contra o Millonarios, da Colômbia, ou no clássico diante do Santos, ambos os compromissos marcados para semana que vem.

Ainda sobre a “briga” com Gabriel, Ralf reiterou que respeitará o momento do companheiro. “Não vejo nenhum problema (em ser reserva), até porque quando você assina seu contrato ele não vem falando que é titular. Tem que trabalhar e respeitar quem está jogando. Todo mundo tem que brigar pelo espaço, e o Carille cuida disso”, finalizou.

Veja mais em: Ralf e Gabriel.

Veja Mais:

  • Treinador português corre risco de demissão no Monaco

    Possível interesse do Corinthians em técnico do Monaco repercute na Europa

    ver detalhes
  • Cássio comentou sobre as recentes críticas ao técnico Fábio Carille

    'Não vejo ninguém incomodado aqui', diz Cássio sobre declarações de Carille

    ver detalhes
  • Casa invadida pelo carro de Ralf amanheceu com pichações nesta terça-feira

    Muro de casa invadida por carro de Ralf, do Corinthians, é pichado

    ver detalhes
  • Pedrinho quer enfrentar o Goiás pelo Corinthians

    Pedrinho se coloca à disposição para enfrentar o Goiás; Corinthians envia fisioterapeuta

    ver detalhes
  • Cássio até se divertiu ao lembrar do momento ruim em 2016

    Chamado de 'gordo' em 2016, Cássio se coloca como exemplo para companheiros em baixa

    ver detalhes
  • Carille é apontado como nome favorito do Atlético-MG para o comando em 2020

    Contestado no Corinthians, Fábio Carille é nome preferido do Atlético-MG para 2020, diz site

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: