Andrés Sanchez manda recado à Fiel após saída de Carille: 'Vamos comprovar nossa estrutura'

Andrés Sanchez manda recado à Fiel após saída de Carille: 'Vamos comprovar nossa estrutura'

135 mil visualizações 616 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez exaltou força da estrutura montada no Corinthians há dez anos

Andrés Sanchez exaltou força da estrutura montada no Corinthians há dez anos

Rodrigo Vessoni / Meu Timão

A saída de Fábio Carille, confirmada na noite desta terça-feira, depois de comandar o Corinthians por um ano e cinco meses e conquistar três títulos, causa preocupação em boa parte da torcida. Um sentimento que não é compartilhado pelo presidente do clube, Andrés Sanchez.

Ao Meu Timão, o mandatário alvinegro fez questão de mandar uma mensagem de otimismo aos torcedores. Andrés promete não romper o ciclo positivo que se iniciou em 2008 e trabalhar com peças internas para repor as saídas confirmadas nesta terça-feira.

"Vamos provar que não existem mágicos, e sim, uma estrutura montada há dez anos, tocada por profissionais bons e competentes em suas funções", afirmou o presidente do Corinthians, que já confirmou a efetivação de Osmar Loss para o cargo que pertencia a Carille.

"Mano e Tite saíram e o clube seguiu sua vida. O mesmo acontecerá agora", completou.

Leia também: Osmar Loss assume Corinthians após saída de Carille; estreia acontece nesta quinta

Quem conhece Andrés Sanchez sabe que essa declaração acima nada mais é do que sua convicção como homem do futebol. O dirigente sempre deixou claro, desde que iniciou no clube, ainda em 2007, que os treinadores são bem parecidos, com defeitos e virtudes.

Nem mesmo Tite, que virou quase unanimidade no Brasil ao se tornar treinador da Seleção Brasileira, escapou da frase de Andrés Sanchez. Não foi uma nem poucas as vezes que o dirigente colocou um dos maiores ídolos da torcida e o comandante mais vitorioso da história do clube no patamar de igualdade como qualquer outro profissional.

Em tempo: após a eliminação para o Tolima, na pré-Libertadores de 2011, Andrés deu duas explicações para a permanência de Tite. A primeira foi de que não queria pagar a multa rescisória dele. A segunda foi de que o substituto seria igual ou pior do que Tite.

Veja mais em: Osmar Loss, Fábio Carille e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Dupla assinou novo contrato até o fim de 2022

    Cássio e Fagner renovam contratos com o Corinthians por mais uma temporada

    ver detalhes
  • Corinthians tem sete marcas estampadas no uniforme em 2019

    Uniforme do Corinthians já vale quase R$ 80 milhões; saiba os valores das sete marcas

    ver detalhes
  • Gabriel ainda não tinha treinado com bola em 2019

    Com duas novidades em campo, Corinthians se reapresenta após estreia do Paulistão

    ver detalhes
  • Timãozinho segue treinando forte para encarar o Vasco, pela semifinal da Copinha

    Semifinal da Copinha e dois confrontos pelo Paulistão: a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes