Com Abel e estrangeiros descartados, diretoria do Corinthians define perfil do novo treinador

Com Abel e estrangeiros descartados, diretoria do Corinthians define perfil do novo treinador

89 mil visualizações 688 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez, Duílio Monteiro Alves e Jorge Kalil durante coletiva no Corinthians

Andrés Sanchez, Duílio Monteiro Alves e Jorge Kalil durante coletiva no Corinthians

Rodrigo Vessoni / Meu Timão

A diretoria do Corinthians corre contra o tempo para anunciar o novo treinador, que já deve comandar a equipe contra o Palmeiras, domingo, no Allianz Parque. Inúmeros nomes foram sugeridos à cúpula do departamento de futebol profissional assim que foi anunciada a saída de Osmar Loss.

Definiu-se entre o presidente Andrés Sanchez, o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves, o gerente de futebol Alessandro Nunes e o diretor-adjunto Jorge Kalil que a chegada de um técnico estrangeiro está descartada. Não há tempo para adaptações no CT Joaquim Grava.

A reportagem do Meu Timão apurou também que Abel Braga foi o nome de maior consenso entre os dirigentes. A informação obtida por eles, porém, foi a mesma anunciada pelo treinador na saída do Fluminense: ficará fora do futebol até dezembro, com o objetivo de ficar mais próximo da esposa após a perda do filho.

Leia também:
Torcedores opinam sobre quem deve ser o novo técnico do Corinthians; veja tuítes
Loss sai com fraca evolução, sem respaldo do elenco e aproveitamento negativo

Partiu-se, então, para uma outra definição: o perfil obrigatório. Chegou-se a conclusão que o treinador tenha de ter alguma experiência, independentemente do currículo vitorioso. A ideia é a de não repetir a tentativa com Osmar Loss, que ainda dava seus primeiros passos na profissão.

Adilson Batista, que está no América-MG, é um nome que sempre agradou Andrés Sanchez. Apesar de demiti-lo em 2010, o presidente corinthiano nunca escondeu que foi um dos melhores trabalhos que já presenciou. O fato de ter ficado três anos sem clube, porém, pesa contra.

Os dirigentes sabem da impressão negativa que a torcida tem sobre Levir Culpi, por tudo que já falou contra o clube nas passagens por Fluminense, Atlético-MG e Santos. A relação com o filho Lucas Silvestre é outro assunto espinhoso que pode ser um complicador para Dorival Júnior.

Jair Ventura que, pelo Botafogo, fez um trabalho tático muito parecido com o que o Corinthians e o corinthiano estão acostumados, foi outro nome sugerido. A passagem pelo Santos, porém, virou um obstáculo a mais para o treinador, que também é um dos menos experientes entre as opções.

Roger Machado está dentro do perfil obrigatório de ter experiência, mas não costuma aceitar trabalhos no meio da temporada. Vanderlei Luxemburgo foi outro nome sugerido à cúpula do Timão, mas seus últimos trabalhos devem ser obstáculo outra vez na sua carreira. Foi isso que o fez não ser opção para outros clubes que ficaram sem treinador recentemente.

"Sobre perfil temos que ver agora, o mercado, filosofia do clube, profissionais que estão aqui. Mas tem que ser rápido, lógico. A gente pretende na sexta-feira, no mais tardar sábado, já ter um treinador trabalhando pra já estar presente no jogo (contra o Palmeiras)", disse Duílio Monteiro Alves, ainda na saída do Castelão, em Fortaleza.

A definição deve acontecer ainda nesta sexta-feira.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians, Andrés Sanchez e Osmar Loss.

Veja Mais:

  • Timão de Jadson pega o Guarani no Brinco de Ouro; Léo Santos é novidade

    Com novidade na escalação, Corinthians revê Osmar Loss em busca da primeira vitória em 2019

    ver detalhes
  • Corinthians lançou camisa em homenagem a Senna no ano passado

    Corinthians lidera ranking de camisas mais vendidas de 2018 no Brasil

    ver detalhes
  • Corinthians de Jadson busca primeira vitória da temporada nesta quarta-feira

    Veja como assistir ao jogo entre Corinthians e Guarani ao vivo na televisão

    ver detalhes
  • Vagner Love tem conversas com o Corinthians, mas precisa resolver situação na Turquia

    Turcos tentam atravessar Corinthians por Vagner Love, que reforça desejo de deixar o país

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes