Presidente do Corinthians é acionado por Associação de Árbitros por críticas no Majestoso

Presidente do Corinthians é acionado por Associação de Árbitros por críticas no Majestoso

Por Meu Timão

6.5 mil visualizações 96 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez pode ser alvo do STJD por críticas após o Majestoso

Andrés Sanchez pode ser alvo do STJD por críticas após o Majestoso

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

As críticas feitas por Andrés Sanchez após o clássico com o São Paulo, na noite do último sábado, podem dar problemas ao presidente do Corinthians. Nesta quarta-feira, a Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf) entrou com uma representação contra o mandatário no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A informação é do UOL Esporte.

No documento enviado ao STJD, a Anaf diz que "entende que a conduta perpetrada pelo presidente foi contrária à disciplina e ética desportiva, deixando claro que os árbitros não têm a intenção de favorecer ou até mesmo prejudicar qualquer agremiação, houve acusação, ofensa, desrespeito e insinuações infundadas".

Após o Majestoso, o presidente do Corinthians detonou o diretor de arbitragem da CBF, o Coronel Marinho. Durante o jogo, Danilo acertou um chute e Jean tirou a bola de dentro do gol. O árbitro Rodolpho Toski Marques não validou o tento. Esse foi só um dos erros do clássico.

Leia também:
Henrique diz que erros de arbitragem 'custaram' onze pontos ao Corinthians
Pontos perdidos por erros contra o Corinthians eliminariam chances de rebaixamento; veja análise

O presidente da Anaf, Salmo Valentim, explicou o que motivou a representação. Se o STJD aceitar o pedido, Andrés Sanchez será julgado e pode pegar punição de 15 a 180 dias sem poder comparecer às partidas oficiais do Corinthians.

"Ele agora vai ter que provar as acusações que disparou na imprensa contra o árbitro da Fifa, Rodolpho Toski, quando fez uma alusão de que ele 'teria ido ao jogo para prejudicar o clube, em face de ele (Sanchez) ter se posicionado contra a implementação do árbitro de vídeo (VAR) na reta final do Brasileirão'", explicou o presidente, ao UOL.

"Essa decisão serve para que todos os dirigentes entendam de uma vez por todas, que não é desrespeitando a arbitragem que os erros irão acabar, até porque pode não parecer, mas o árbitro de futebol é um ser humano, e na mesma proporção que erra ao interpretar um lance como 'não pênalti', um dirigente também erra ao contratar um atleta que não rende o esperado ao clube", finalizou.

Veja mais em: Andrés Sanchez, Erros de arbitragem e STJD.

Veja Mais:

  • Resta apenas o acerto dos jogadores com seus novos clubes para selar o negócio

    Corinthians e Atlético-MG se acertam por troca de atacantes; jogadores aceitam conversar

    ver detalhes
  • Uendel pode acertar retorno para o Corinthians em breve

    Empresário confirma que Corinthians deve acertar retorno de Uendel em janeiro

    ver detalhes
  • Ramiro assinou com o Corinthians nesta quinta-feira e é o quinto reforço para 2019

    Novo reforço do Corinthians, Ramiro se aproxima de Jadson e Luan em estatísticas do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians jogou boa parte da temporada sem estampa no espaço principal do uniforme

    Otimismo do Corinthians com patrocínio contrasta com fracasso inédito desde era Kalunga

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes