Compatriota de Tevez e Mascherano recorda 'Democracia Corinthiana gringa' em 2006

Compatriota de Tevez e Mascherano recorda 'Democracia Corinthiana gringa' em 2006

Por Meu Timão

7.0 mil visualizações 55 comentários Comunicar erro

Sebá Dominguez jogou no Corinthians entre 2005 e 2006

Sebá Dominguez jogou no Corinthians entre 2005 e 2006

Divulgação

Mais de duas décadas depois da Democracia Corinthiana fazer sucesso no Parque São Jorge e tornar-se exemplo de gestão futebolística Brasil e mundo afora, um grupo de gringos do Timão desenvolveu método no mínimo semelhante ao criado por Sócrates, Casagrande & cia.

No ano de 2006, o elenco do Corinthians contava com quatro jogadores estrangeiros: os argentinos Carlitos Tevez, Javier Mascherano e Sebá Dominguez e o chileno Johnny Herrera. Naquela época, o limite imposto pela CBF era de três gringos por time brasileiro a cada jogo.

Em entrevista concedida à ESPN argentina, o hoje ex-jogador Sebá Dominguez discorreu sobre a estratégia traçada pelo quarteto de gringos do Corinthians: eles decidiam entre si quem ficaria de fora das partidas, possibilitando assim a participação dos outros três nos jogos do Timão.

"Estávamos todos jogando bem. Precisamos discutir: 'o que faremos?'", comentou.

Nesse sentido, sobrou para Johnny Herrera ficar de canto na maior parte dos jogos. O goleiro chileno tinha naquele elenco de 2006 a concorrência de Marcelo e Silvio Luiz, que foram mais vezes escalados como titular. O gringo somou apenas nove jogos pelo Corinthians.

Em tempo: na Democracia Corinthiana, junto com a comissão técnica, os próprios jogadores debatiam sobre as escalações. Aquele Timão sagrou-se bicampeão paulista em 1982 e 1983.

E hoje?

O atual regulamento de competições da CBF permite até cinco estrangeiros relacionados por partida no futebol brasileiro. O elenco do Corinthians, hoje, está no limite com os paraguaios Ángel Romero e Sergio Diás, o chileno Ángelo Araos, o argentino Mauro Boselli e o equatoriano Sornoza. No caso de Romero, vale lembrar, há tendência de ele deixar o clube - treina separadamente por conta da indefinição da renovação contratual.

Saiba mais sobre a situação do paraguaio Ángel Romero

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthianismo é a religião oficial do Corinthians

    Corinthians lança religião própria; assista ao vídeo de divulgação do Corinthianismo

    ver detalhes
  • 10 mandamentos da torcida do Corinthians

    Meu Timão previu: em 2016, lançamos os 10 mandamentos da torcida do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Méndez desembarcou no Brasil na noite desta segunda-feira

    Uruguaio Bruno Méndez chega ao Brasil e aguarda apenas exames para assinar com Corinthians

    ver detalhes
  • Sem espaço com Carille neste momento, André Luís segue a rotina de treinos fortes no Corinthians

    Sem Carille, Corinthians se reapresenta após o Majestoso; Boselli e Richard se estranham

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes