Reunião do Conselho confirma acordo com Odebrecht por dívida da Arena Corinthians; veja valores

107 mil visualizações 432 comentários

Por Rodrigo Vessoni, no Parque São Jorge

Dívida com construtora caiu 85% após acordo

Dívida com construtora caiu 85% após acordo

Danilo Augusto/ Meu Timão

Na noite desta segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Corinthians se reuniu no Parque São Jorge para discutir os valores referentes à dívida pela Arena. Presente na reunião, o presidente Andrés Sanchez atualizou os conselheiros sobre acordo com a Odebrecht que está perto de ser anunciado pelo clube e construtora.

O mandatário informou que, basicamente, a dívida residual do Corinthians com a Odebrecht vai ficar entre R$ 130 milhões e R$ 160 milhões, com o repasse de todos os CIDs à construtora. Antes do acordo, vale lembrar, a empresa dizia ter R$ 800 milhões a receber do Timão.

Além queda de 85% da dívida também ficou condicionada ao término de qualquer contestação em relação à obras mal feitas ou não realizadas pela construtora como acordado ainda antes do início das obras.

Andrés Sanchez, cabe ressaltar, também deixou claro aos conselheiros que, apesar de acordo com a Odebrecht, ainda há a dívida com o BNDES, na casa de R$ 470 milhões (já contando com os juros e tudo que já foi amortizado). É importante destacar que conselheiros informaram ao Meu Timão que ainda haverá negociação com a Caixa sobre a dívida do BNDES, que poderá ter o valor total revisto num futuro próximo.

A reunião foi considerada em alto nível, devido à participação de conselheiros da situação e da oposição. Romeu Tuma Jr., por exemplo, ferrenho opositor da atual administração, foi o presidente da Comissão do Estádio, tendo acesso a documentos e sendo o porta voz do Conselho na reunião desta segunda.

A expectativa é de que em até 15 dias o acordo com a Odebrecht seja colocado no papel. O clube ainda iniciará posteriormente uma nova negociação com a Caixa, visando a dívida com o BNDES.

Mais um capítulo

Enquanto o Conselho discutia as dívidas da Arena, um pequeno grupo de torcedores protestava no Parque São Jorge. O motivo foi a retirada da camisa usada por Gustavinho com a frase "Quem matou Marielle?" do museu do clube. Antes disso, vale lembrar, alguns alvinegros já tinham feito um ato para protestar pelo mesmo tema.

Veja mais em: Andrés Sanchez e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Eleições do Corinthians acontecem neste sábado

    Acompanhe tudo da eleição para presidente do Corinthians direto do Parque São Jorge em tempo real

    ver detalhes
  • Mateus Vital voltou aos treinos com a equipe após quarentena por Covid-19

    Mateus Vital retorna aos treinos e Corinthians faz trabalho específico para duelo contra o Fortaleza

    ver detalhes
  • Edílson Capetinha fala ao Meu Timão sobre dia de eleição no Corinthians

    Edílson Capetinha fala com Meu Timão durante eleição e pede mudanças 'rápidas' no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians disputa a final da Supercopa de Futsal neste domingo

    Corinthians vence Atlântico nos pênaltis e vai à final da Supercopa de Futsal; decisão é domingo

    ver detalhes
  • Corinthians vai enfrentar o Palmeiras mais uma vez

    Corinthians conhece adversário de semifinal do Paulista Feminino; veja duelos

    ver detalhes
  • Augusto Melo (oposição), Duílio Monteiro Alves (situação) e Mário Gobbi (oposição) são os candidatos à presidência do Corinthians para o triênio 2021-2023

    Eleição no Corinthians: dupla de oposição tenta evitar o hexa do grupo situacionista

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: