'Jamais o Corinthians deixará de jogar na Arena por outros eventos', crava Andrés Sanchez

24 mil visualizações 124 comentários

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni

Arena vai receber shows e eventos, mas prioridade segue sendo o futebol

Arena vai receber shows e eventos, mas prioridade segue sendo o futebol

JP Drone

No dia de seu aniversário, o Corinthians começa uma nova página importante em sua história: a da Neo Química Arena. Na primeira coletiva após o anúncio da venda dos naming rights, o presidente Andrés Sanchez revelou ainda outros detalhes do acordo com a empresa farmacêutica.

Um dos pontos abordados pelo mandatário foram os shows e eventos que passarão a ser realizados no estádio. Segundo ele, o Timão segue com total prioridade na agenda da Casa do Povo e jamais deixará de jogar em casa por conta de alguma atração especial, como acontece em outros estádios.

"Teremos vários eventos, mas jamais o Corinthians deixará de jogar na Arena por eventos, isso está em contrato. O Corinthians só jogará na Neo Química Arena", garantiu Andrés.

Recentemente, um exemplo disso foi o clássico entre Palmeiras e Santos, transferido para o Morumbi por conta da exibição da final da UEFA Champions League em telão no Allianz Parque, estádio palmeirense.

Segundo ele, isso foi acordado durante as negociações com a empresa. Agora, o clube trabalha nos bastidores para garantir que a imprensa, sobretudo a Rede Globo, fale o nome do estádio corretamente.

"A imprensa tem que ser profissional e falar o nome da Arena. Dinheiro novo para o futebol e todo mundo tem que entender e falar o nome. Estamos conversando com a TV Globo e em breve teremos novidades", concluiu.

Durante as tratativas, o Meu Timão adiantou que a Hypera Pharma, dona da Neo Química, patrocina o futebol na emissora e tem um grande trunfo para ter o nome dito durante a programação.

Eventos no gramado e renda para o fundo

Ao lado de Andrés Sanchez durante a coletiva, o diretor de marketing Caio Campos admitiu que a Arena passará a receber shows no gramado, algo que o clube não faz desde a sua inauguração.

"Foi uma negociação dura, todo mundo sabe que o presidente não gostaria de fazer shows lá, mas a gente se comprometeu a fazer poucos shows, mas fazer. A prioridade total são os jogos, não existe possibilidade de perder jogo por causa de show, mas existe a possibilidade de aumentar o faturamento, porque 100% do faturamento será do fundo, então nos ajudará a ter mais receita. Foi difícil convencer o chefe disso, mas iniciaremos alguns poucos shows, vamos mudar. Teremos alguns tipos de eventos na Arena. Shows, alugueis, venda de ingresso são todos do fundo do Corinthians", completou.

Veja mais em: Neo Química Arena e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Diego Costa está na mira do Corinthians

    Presidente do Corinthians descarta contratação de Diego Costa e explica detalhes

    ver detalhes
  • Gabriel interessa ao Internacional e pode deixar o Corinthians em 2022

    Mercado da bola do Corinthians: proposta por Gabriel, reforços no BID e centroavantes descartados

    ver detalhes
  • Volante Gabriel na última partida do Corinthians na temporada 2021, contra o Juventude

    Gabriel é oferecido para clubes da Série A e vive momento de indefinição no Corinthians

    ver detalhes
  • Danilo irá assumir o Sub-20 do Corinthians.

    Corinthians confirma Danilo como novo técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Paulinho pode ser inscrito no Paulistão e fazer sua estreia no seu retorno ao clube

    Paulinho é regularizado pelo Corinthians no BID e está liberado para estreia no Paulista

    ver detalhes
  • Mateus Davó jogará o Paulistão pelo São Bernardo

    Corinthians acerta empréstimo de atacante ao São Bernardo; veja detalhes

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x