Wladimir será o próximo homenageado pelo Corinthians com busto no Parque São Jorge

7.1 mil visualizações 115 comentários

Wladimir foi candidato de uma das chapinhas de oposição na eleição; diretoria deixará de lado questões políticas e fará homenagem ao ex-lateral

Wladimir foi candidato de uma das chapinhas de oposição na eleição; diretoria deixará de lado questões políticas e fará homenagem ao ex-lateral

Rodrigo Vessoni/ Meu Timão

Jogador que mais vestiu a camisa do Corinthians em 110 anos, Wladimir será homenageado como um busto no Parque São Jorge. A reportagem do Meu Timão apurou que confecção da escultura de bronze já está autorizada pela diretoria.

O ex-lateral-esquerdo, que atuou 806 vezes, será o décimo ex-jogador com uma escultura de bronze na sede social do clube. Os outros são: Neco (1929), Luizinho (1994), Claudio (1997), Baltazar (1998), Sócrates (2012), Roberto Rivelino (2014), Teleco (2019), Marcelinho Carioca (2020) e Ronaldo Giovanelli (2020).

De acordo com o site Identidade Corinthiana, o busto de Wladimir será inaugurado no dia 1º de junho. E isso tem uma explicação: trata-se do mesmo dia de estreia do ex-lateral na equipe profissional, contra o Besiktas, em amistoso realizado na Turquia.

A homenagem confirma uma das promessas eleitorais de Duilio Monteiro Alves, que garantiu a busca pela pacificação política do clube. Tudo porque, há anos, o ex-lateral está ligado à oposição. Na eleição de novembro, por exemplo, o ídolo era membro da chapa Invasão 76 que apoiava o candidato Augusto Melo.

Wladimir ainda nas categorias de base do Corinthians

Wladimir ainda nas categorias de base do Corinthians

Reprodução/Instagram

Wladimir chegou ao Parque São Jorge ainda garoto, aos 14 anos. Após a estreia na equipe principal, em 1972, foram nada menos do que 13 temporadas seguidas como titular. O ex-lateral deixou o clube no fim de 1985, mas voltaria a vestir a camisa alvinegra na temporada 1987.

Foram 32 gols marcados em 806 jogos, além de quatro títulos conquistados (Paulistas de 1977, 1979, 1982 e 1983). Wladimir participou de momentos históricos do clube, como a quebra do jejum de 23 anos sem título e a Invasão do Maracanã. O ídolo ainda foi um dos líderes da Democracia Corinthiana, no início dos anos 80, ao lado de Sócrates, Casagrande & Cia.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Parque São Jorge e Ações sociais do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians decide a vaga nas oitavas de final da Libertadores contra o Always Ready

    Corinthians inicia venda de ingressos para jogo contra o Always Ready, na Libertadores; saiba tudo

    ver detalhes
  • Cássio falou com a imprensa no CT

    Cássio rebate pergunta sobre dificuldade do Corinthians contra o São Paulo e valoriza Arena

    ver detalhes
  • Gabi Zanotti sofreu uma torção no tornozelo nesta semana e já iniciou tratamento na fisioterapia

    Gabi Zanotti tem lesão e vira dúvida para próximo compromisso; veja semana do Corinthians Feminino

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu maiores detalhes das rodadas 11 a 15 do Brasileirão

    Corinthians conhece jogos de mais cinco rodadas do Campeonato Brasileiro; veja detalhes

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians em frente à Bombonera horas antes de duelo contra o Boca Juniors - Fiel passou por apuros na Argentina

    Corinthians e FPF enviam ofícios à Conmebol para cobrar punição ao Boca Juniors

    ver detalhes
  • Giuliano respondeu perguntas da torcida em comemoração aos 7 milhões de seguidores do Corinthians no Twitter

    Corinthians chega aos sete milhões de seguidores no Twitter e Giuliano 'ajuda' em comemoração

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x