O processo eleitoral no Corinthians

Alexandre Tavares

Bacharel em Direito por formação, jornalista por paixão e conselheiro do Corinthians.

ver detalhes

O processo eleitoral no Corinthians

Coluna do Alexandre Tavares

Opinião de Alexandre Tavares

3.3 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

O processo eleitoral no Corinthians

Roberto de Andrade comemora sua eleição

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Olá, caros leitores do Meu Timão! No artigo anterior escrevi sobre a necessidade futura de uma maior democratização do clube. A quem não leu, convido a conferir.

Desta vez vou explicar um pouco sobre como funciona na prática o processo eleitoral do Corinthians e qual o panorama atual que temos no clube. Este é mais um tema que é de suma importância e que, infelizmente, ainda é distante da maioria da torcida.

O que nós temos a ver com isso? Tudo! É daí que saem figuras, por exemplo, como o Roberto de Andrade e que vai refletir no que acontece no campo, no elenco que temos, na gestão da Arena, no endividamento e tudo mais. Então é importante ficar por dentro, acompanhar de perto e não apenas quando surgem as notícias no período pré-eleitoral. Lembrando que as próximas eleições no Corinthians serão em fevereiro de 2018.

Primeiramente, quem pode votar?
- Sócios patrimoniais com mais de 5 anos de associação. Votam em uma das chapas concorrentes composta por três membros: o candidato a Presidente da Diretoria (nome estatutário para o cargo de ''Presidente do Corinthians'') e vices (1º e 2º); também votam para eleger os membros do Conselho Deliberativo - anteriormente em chapas compostas por 200 candidatos (sistema antigo conhecido como ''chapão'' - na próxima eleição, devido à aprovação de alteração estatutária, serão compostas chapas com 25 candidatos cada e tomarão posse as 8 mais bem votadas. As nona e décima classificadas elegerão 50 suplentes.

Quem pode se candidatar em uma das chapas concorrentes ao Conselho Deliberativo?
- Sócios patrimoniais com mais de 5 anos de associação.

Quem pode se candidatar a Presidente do Corinthians?
- Para ser elegível, o candidato deve atender aos seguintes requisitos presentes no estatuto: mais de 10 anos como associado patrimonial, além de ter exercido pelo menos dois mandatos como Conselheiro ou ser Conselheiro Vitalício.

Percebam como o estatuto fecha o cerco para a candidatura à presidência e reduz o cenário a pouquíssimas possibilidades e quase que torna impossível o surgimento de uma terceira via. Não preenchem os dedos de uma das mãos os nomes que além de atenderem os requisitos exigidos, possuam força política para sustentar uma candidatura com chances reais de vitória dentro do contexto restrito do Parque São Jorge. E é basicamente por essa razão que as eleições giram sempre dos mesmos nomes que vocês conhecem: Paulo Garcia, Roque Citadini, Osmar Stábile e Andrés Sanchez (ou um nome que o grupo que ele lidera indique, casos de Mário Gobbi e Roberto de Andrade).

Temos outro problema sério. As eleições giram sempre em torno de nomes: nenhum destes grupos apresenta um projeto, um plano de governo realmente consistente, sustentável e que ofereça um planejamento de longo prazo e proporcional à grandeza do Corinthians.

Em suma, o sócio não vota em projetos, vota apenas em nomes e de acordo com sua convicção ou intuição de qual deles será o melhor (ou menos pior) ao clube. Isso é desanimador e, claro, uma realidade que só interessa e favorece a quem tem a máquina nas mãos. Quem deveria ter um interesse maior na elaboração e apresentação de projetos, seria justamente quem deseja se mostrar como melhor opção e tirar o grupo atual do poder, ou não? Mas não é assim na prática, basicamente as campanhas de oposição e da própria situação consistem em ataques mútuos e promessas vazias.

E já foi pior, muito pior: do início dos anos 1940 (!!!) até 1993, praticamente apenas três caciques se revezaram no cargo mais alto do clube (com pequenos intervalos com outros nomes ligados a eles): Alfredo Ignácio Trindade, Wadih Helou e Vicente Matheus. De 1993 a 2007, Alberto Dualib - que foi diretor de Vicente Matheus - cometeu o que Matheus e Marlene sempre chamaram de ''traição'' e venceu a eleição, se perpetuando no poder através de manobras por longos 14 anos. E, finalmente, em 2007 iniciou-se a era Andrés, que até pouco tempo antes era ligado politicamente a Dualib e Nesi Curi, e que ascendeu ao poder mediante os escândalos que envolveram a dupla (que se viu acuada e renunciou).

Fica claro que precisamos avançar em democracia, em posturas, em projetos, em ideias e na renovação de quadros. Mas isso não será possível de ser feito com tão poucos sócios. Já fomos um clube com 100 mil sócios, hoje temos um quadro total de aproximadamente 10 mil sócios, sendo que a maioria é da modalidade de ''sócio remido'' (aquele que não paga manutenção). Aparecem para votar cerca de 4 mil para decidir os destinos do clube. Ou seja, é um modelo obsoleto, insustentável financeiramente e democraticamente, e que precisa ser revisto.

O Corinthians é uma micro-célula de Brasil em falta de transparência de gestão, na ausência de projetos, em denúncias, em politicagem, no jogo de interesses. Os candidatos também são semelhantes: aparecem às vésperas do pleito com uma fotinho num papel, meia dúzia de frases de promessas num panfleto que chamam de ''propostas'' e ''projeto'', ataques aos adversários e conteúdo quase zero. O cenário é bem preocupante e sem muita perspectiva de mudança, infelizmente.









Coluna do Alexandre Tavares

Por Alexandre Tavares

Bacharel em Direito por formação, jornalista por paixão e conselheiro do Corinthians.

O que você achou do post do Alexandre Tavares?

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de DIOGO

    Ranking: 557º

    Diogo 1780 comentários

    por @diogoavare

    Poxa desanimador esse cenário... E o que fazer para mudar? Eu sempre imaginei que o Rosemberg, seria um excelente presidente, e saberia delegar muito bem as funções, e foca no Marketing e na intercionalização da marca.. Coisa que foi deixado de lado nessa gestão... E acho que é solução para nossos problemas financeiros... Imagina conseguir uma parceria da China, ou da Quatar?

  • Foto do perfil de Vinícius

    Ranking: 1242º

    Vinícius 946 comentários

    por @vinicius.magima

    Vampeta para presidente!
    Brincadeiras a parte, é triste ver esse cenário em que o clube se encontra, não é possível ver um horizonte onde nos vemos livres dessa corja que só pensam neles mesmos!
    Como comentaram aqui, Rosemberg vejo como uma opção, talvez ele implantaria uma gestão mais estratégica, pensando muito na marca Corinthians em si, e isso poderia render bons frutos para o clube.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de JOÃO

    Ranking: 747º

    JoÃo 1424 comentários

    41º. por @jrfilho

    Meus DEUS temos que aguentar este presidente fazendo merda em cima de merda por muito tempo ainda estamos ferrados

  • Foto do perfil de Paulo

    Ranking: 3142º

    Paulo 397 comentários

    40º. por @paulo.52

    Eu creio que, em algum momento, esses figurões terão que se reunir e adotar um cronograma de mudanças institucionais que permitam uma gestão mais aberta e democrática. Isso implica, obviamente, em capacidade de renúncia a projetos pessoais e grandeza humana. Consciência plena e serena de que estão à frente do maior Clube do Hemisfério Sul e de que o futuro dessa Instituição centenária depende, exclusivamente, deles. Não há como mudar sem ser de dentro pra fora. Torcida pode exercer pressão mas carece de ideias e legitimidade. O tempo urge.

  • Foto do perfil de Pedrinhóo

    Pedrinhóo 38 comentários

    39º. por @pedrinhoo.marlley

    O que tão fazendo com o Corinthians é um absurdo essa diretoria tá fazendo tá uma vergonha meu deus ninguém tá vendo isso o presidente mano roubando o Timão não trás um jogador de pesso o pra ajuda o Jadson não quer contratar o Pablo definitivo #[email protected]% essa diretoria é muito burra já não aguento mais a incompetência dessa diretoria um ano forma Um time campeão no outro forma um time de merda. Queria um presidente que ajudasse o Corinthians não acabe o Corinthians mano o Vampeta o Neto

  • Foto do perfil de weslei

    Weslei 39 comentários

    38º. por @wesleiwe

    Não tem nenhuma movimentação no clube para o Fiel Torcedor ter direito a voto?

    É inadmissível, Alexandre, um clube como o Corinthians ainda acreditar que o futuro do clube está no social!

    A tendência é acabarmos como o Vasco, Portuguesa, Botafogo, Guarani...

  • Foto do perfil de Marcos

    Ranking: 600º

    Marcos 1671 comentários

    37º. por @garanha

    Muito bom! Mas acho que você poderia "garimbar" dentro do clube, alguns associados com cabeça preparada para iniciar um projeto de longo prazo no clube, (As mídias sociais ajudam muito), com paciência chegará lá. Implantar um projeto de governança corporativa em qualquer entidade é mandatório, caso contrário teremos uma diretoria amadora como a atual, fazendo o clube retroceder, sem entusiasmo, palnejamento e principalmente audácia. O pior é que os outros clubes já estão indo por este caminho...comece já!

  • Foto do perfil de Roque

    Roque 2 comentários

    36º. por @roque.citadini1

    O artigo é muito bom. N? O concordo com tudo que esta ali mas temos coisas muito importantes pela frente
    Nosso clube vive um crise porque o atual grupo dirigente perdeu toda a capacidade de enfrentar as principais questões que temos.
    1- A construção do estádio. Há uma falta completa de ação para resolver os problemas com a construtora. Estamos parados e sem ação quase pedindo uma solução do céu.
    2- A gestão da Arena estaigual. É preciso um novo plano de negócio para tocar o estádio e pagar a Caixa. O clube esta paralisado
    3-O colapso da Categoria de Base fruto da adoç? O da pilitica de parceria com empresarios levou ao caos.
    4- Tudo isso leva o completo ebfraquecimento do futebol
    Este grupo dirigente não tem qualque cindição de resolver os problemas que se apresentam. Por isso fogem e ficam lançando factoides (dos quais o mais famoso são os NRs)
    O artigo é bom porque cobra programa para solucionar isso tudo
    Quem puder ajudar a decidir isso deve fae-lo
    abraços

  • Foto do perfil de Jack

    Ranking: 123º

    Jack 5018 comentários

    35º. por @tadeu54

    Resumindo : Trágico!

  • Foto do perfil de Ricardo

    Ricardo 3 comentários

    34º. por @ricardo.maritan

    Parabéns Alexandre!
    Tema muito importante para o futuro do nosso amado clube.
    Sobre as informações, tenho as seguintes observações:
    - Pode se candidatar ao Conselho a categoria de sócio remido;
    - Para se candidatar a presidente (e vices) basta 2 mandatos de Conselheiro (patrimonial e remido) eleito pela AG ou Conselheiro Vitalício, não sendo necessário 10 anos de sócio patrimonial.
    O Movimento #ResgataCorinthians está atento nas questões políticas do clube e será uma Chapa concorrente no próximo pleito.
    Abraços e Vai Corinthians!
    #ResgataCorinthians

  • Foto do perfil de anisio

    Ranking: 721º

    Anisio 1450 comentários

    33º. por @amoamolim

    Tudo bem, acho que valeu pela intenção de informar, entretanto, no que diz respeito a finalização da informação dizendo que isso é uma roda viva e ninguém muda, já estamos falando sobre isso, pelo menos a uns dois anos.
    Somos poucos que falam sobre isso, mas, continuamos falando, que sem as mudanças estatutárias, o Corinthians vai ficar nas mãos dessa quadrilha que ora tem um nome no poder, ora outro, mas sempre da mesma origem.
    Nos anos 50 o presidente Trindade não era safado como foi por exemplo Vadih Helou nos anos 60 e o Matheus nos anos 70 nunca roubou o clube, ao contrário, todas as vezes que o clube foi subtraído, principalmente pelo VadiH Helou e seus jagunços, o Matheus dava um jeito de colocar as dívidas em ordem, até mesmo com o dinheiro próprio.
    Repito, como informação aos que não conhecem a história Corinthiana, foi legal, mas já estamos a muito tempo falando sobre isso. Portanto, o que importa não é o sistema politico e eleitoral, e sim mudanças radicais do estatuto.

  • Foto do perfil de LUIZ

    Ranking: 171º

    Luiz 3947 comentários

    32º. por @lula10

    Falta de sintonia, acho que eleições no Corinthians deve ser direta torcedores vontado, pra ver se muda alguma coisa referente ao futebol que uma lastima, vende e não sabe gerir o que ganhou com contratações pontuais, só chegou atrasado em algumas contratações perdendo para o Palmeiras pra fazer leilao.