Corinthians e nazismo. Estranho, né?

Lucas Faraldo

Escrevendo sobre o Corinthians desde 2014

ver detalhes

Corinthians e nazismo. Estranho, né?

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Opinião de Lucas Faraldo

26 mil visualizações 103 comentários Comunicar erro

Corinthians e nazismo. Estranho, né?

Torcida do Corinthians é um dos maiores patrimônios do clube não à toa: é o Time do Povo

Foto: Agência Corinthians

Estranho Corinthians e nazismo aparecerem numa mesma frase, né? Diria repugnante.

Vou escrever sobre um assunto que, no campo do extracampo, é importante no Corinthians. Tem gerado polêmica entre torcedores. E voltou a ficar em evidência nos últimos dias impulsionado pelo discurso de Roberto Alvim. Você que é corinthiano e provavelmente brasileiro certamente ficou sabendo sobre a demissão do agora ex-secretário da cultura do governo, resultado da péssima repercussão de uma fala inspirada no nazismo – na qual pregou retórica e ideais iguais aos de Hitler e seu ministro de propaganda e cultura, Goebbel,

E que cargas d'água o Corinthians tem a ver com isso? Vamos lá.

O Corinthians, não de forma inédita, se posicionou em meio a uma polêmica alimentada pelo atual governo. Nas redes sociais, o clube prestou solidariedade à comunidade judaica (ofendida com o rumo que o país toma, como explícito no episódio da pasta da cultura). O Corinthians fez citação ao Holocausto e escreveu a mensagem "nazismo nunca mais".

Já havia sido assim ano passado quando, no aniversário do Golpe Militar de 1964, enquanto as redes sociais ferviam com a posição de admiração do atual governo à Ditadura, o clube fez menções à Democracia Corinthiana. O icônico movimento do início dos anos 80 é considerado pelo próprio Corinthians um dos marcos de seus 110 anos de história.

O fato de o clube se posicionar sutilmente sobre tais temas incomodou muita gente - só olhar os tweets abaixos. E gerou briga entre torcedores nas redes sociais. Em resumo: torcedores favoráveis ao atual governo não se sentem representados pela postura do Corinthians.

Afinal: por que o Corinthians se posiciona contra esse tipo de discurso? Pelo simples fato de que faz parte da história do clube caminhar ao lado de causas progressistas, como a inclusão de jogadores negros no elenco quando muita gente ainda não aceitava o fim da escravidão ou a própria fundação por operários e trabalhadores. Há mais de cem anos, quando o elitismo reinava no futebol em São Paulo com times de ricos e estudantes, foi o catadão do Bom Retiro, entre aqueles times que disputavam os principais campeonatos estaduais, quem abraçou pobres e analfabetos da capital paulista. Daí o "Time do Povo".

E abraçar o povo é realmente abraçá-lo: é defender direitos humanos, é se indignar com postura nazista, é defender a história como ela foi e é. E isso está... Na história. Do clube!

E nada disso é ruim, certo? Tente não rotular como esquerdista, governista, direitista, antigovernista... É impossível achar errados os posicionamentos do Corinthians. Ou você torcedor e leitor defende tortura? Defende nazismo? Porque aí não teria como debater...

Postura progressista como essa do Corinthians deveria estar no sangue não só de qualquer corinthiano, como de qualquer ser humano. Talvez, aliás, nessa sutileza é que esteja a beleza em ser corinthiano.

PS: para uma próxima ocasião, podemos debater sobre as muitas ações sociais e culturais que o Corinthians vem promovendo nos tempos atuais, preenchendo inúmeras lacunas das esferas municipais, estaduais e nacionais. E olha que, se bobear, o clube faz mais por seres humanos (corinthianos ou não) do que, por exemplo, o tal ex-secretário já citado aqui...

Veja mais em: Ações sociais do Corinthians e História do Corinthians.

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Por Lucas Faraldo Knopf

Jornalista pela ECA-USP e ex-Esporte Interativo, Jovem Pan e Lance!. Hoje trabalha no Meu Timão. Autor do livro 'Impedimento - Machismo, racismo, homofobia e elitização como opressões no futebol'.

O que você achou do post do Lucas Faraldo?

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Diego

    Ranking: 12797º

    Diego 65 comentários

    por @diego.ramos15

    Corinthians é o time do povo, time das minorias.
    Sempre deve lutar por elas independente de ideias políticos, somos um só.

    Vai CORINTHIANS

  • Foto do perfil de Luciano

    Luciano 26 comentários

    por @luciano.gaubatz.borg

    'O Corinthians é o time do povo e o povo é que vai fazer o time!' É muito triste a gente encontrar por aí, atualmente, corinthianos fascistas (? !? ). Isso é um oxímoro! O cara que torce para o Corinthians e é fascista, realmente não entende nada de Corinthians, sinto muito...

    Excelente texto do Lucas Faraldo! Vai Corinthians!

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Samuel

    Ranking: 1506º

    Samuel 882 comentários

    294º. por @samuel.vieira2

    O problema é que as pessoas de forma geral, não sabem diferenciar as coisas.

    Se você é contra a fala de um representante do governo, automaticamente se torna petista, comunista, taxista, etc.

    Se você é a favor de algo feito pelo atual governo, é automaticamente machista, filho da ditadura, coxinha, etc.

    O que as pessoas precisam é de menos rótulos e mais conteúdos. Aprender a interpretar textos e situações.
    E entender que não basta defender um lado, mas precisam formalizar suas ideias.

  • Publicidade

  • Foto do perfil de Pedro

    Ranking: 6573º

    Pedro 179 comentários

    293º. por @botan

    Nazi facismo a doença que não foi totalmente erradicada, sempre aparece alguém com esse vírus. Governo Bolsonaro trás consigo arminha, o brilhante ustra, e outras doenças mais que a Europa quase erradicou e o CORINTHIANS tem que erradicar pra sermos CORINTHIANS TIME DO POVO.

  • Foto do perfil de Allan

    Ranking: 640º

    Allan 1746 comentários

    292º. por @allan.rosa.fernandes

    "Rumo que o país toma", "golpe militar de 1964", "posição de admiração do atual governo à ditadura"...
    Se o rumo que o país toma é o de crescimento, então eu concordo, pois um dos índices mais críticos diminuiu, que é o de desemprego, e eu sou um exemplo disso, saindo de uma longa fila de mais de 2 anos desempregado (graças a Deus)...os indicadores econômicos mostram crescimento do PIB, investimentos de empresas estrangeiras no país, queda da criminalidade, entre outras coisas!
    Golpe aconteceu em 1930, quando militantes comandados por Getúlio Vargas tomaram o poder das mãos de Júlio Prestes, legitimamente eleito presidente do Brasil naquela época (sou nascido em Itapetininga, cidade natal dele, e conheço muito bem a história, que está registrada em um museu lá)!
    A posição atual do governo em relação à ditadura é de repugnância, pois não defende esse ideal, já que não tem relações com a (isso sim) ditadura de Nicolás Maduro, que levou a Venezuela ao caos geral (e muitos venezuelanos saíram do país em busca de ajuda e de uma vida melhor); e a Argentina que, recentemente, tirou o poder dos militares (para escolha das suas patentes, por exemplo) para centralizar o poder nos políticos, e assim eles decidam quem serão os generais, tenentes das Forças Armadas!
    Antes que falem besteira, sou corinthiano, tenho muito orgulho da história do clube, das suas origens, dos seus maiores jogadores, e vibrei muito com gols de Neto, Marcelinho Carioca, Tupãzinho, Casagrande, Edílson, Dinei...e vibrei muito com esse jogo de estreia do Paulista, com o estilo de jogo que agrada muito e que, certamente, nos dará pelo menos um título neste ano!
    Sem mais!

  • Foto do perfil de Jose Maria Bechara

    Jose 9 comentários

    291º. por @jose.maria.bechara

    Fiquei incomodado pelo fato do Faraldo não fazer nenhum comentário sobre o segundo post. Porque? O comunismo está desculpado de suas maldades? TODO totalitarismo é escravizante, injusto e assassino. NENHUM está desculpado! Não é progressismo desculpar NENHUM deles! Progressista é quem defende com TODAS as forças a verdadeira democracia:: liberdade com responsabilidade, como foi na Democracia Corinthiana: cada um respondia por si e pelo grupo, sob a égide de um líder. Corinthians é Corinthians, independente de filosofias, raças, crenças e sexos. VAI CORINTHIANS!

  • Foto do perfil de Ricardo

    Ricardo 2 comentários

    290º. por @ricardo.nascimento5

    Aqui e Corinthians não é politicagem #[email protected]% m vocês que querem enfiar lula em nossa goelas

  • Foto do perfil de Antoine

    Ranking: 778º

    Antoine 1482 comentários

    289º. por @antoine.rowies

    Peguem o comunismo e nazismo e guarde onde bem entender. Aqui é Corinthians.

  • Foto do perfil de Everton

    Ranking: 71º

    Everton 7584 comentários

    288º. por @ton1982

    Não acredito que as pessoas que se incomodam com esse assunto se manifestam por serem simpatizantes do nazismo. Eu penso que elas se incomodam com a mistura dos assuntos pois futebol é entretenimento e o torcedor usa o futebol justamente como válvula de escape desses problemas sociais. É a mesma coisa que eu ir no bar tomar uma cerveja e jogar bilhar e você levar problema do meu trabalho pra mim lá

  • Foto do perfil de Hugo

    Ranking: 13042º

    Hugo 62 comentários

    287º. por @hugosaraiva

    Excelente texto, é realmente triste que alguns corinthianos defendam posições rejeitadas historicamente pelo clube. Mas sempre devemos lembrar nosso primeiro presidente, que disse que o Corinthians é o time do povo, e o povo é que vai fazer o time!