Técnicos com melhor aproveitamento em clássicos desde 1990

Pergunte ao almanaque

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

ver detalhes

Técnicos com melhor aproveitamento em clássicos desde 1990

3.8 mil visualizações 39 comentários Comunicar erro

Técnicos com melhor aproveitamento em clássicos desde 1990

De 1990 para cá, Tite é o técnico corinthiano com melhor aproveitamento contra o Palmeiras

Foto: Daniel Augusto Junior/Agência Corinthians

De 1990 para cá, Tite é o técnico corinthiano com o melhor aproveitamento de pontos contra o Palmeiras. Eduardo Amorim, que treinou a equipe entre 1995 e 1996, ainda é o rei dos clássicos contra o São Paulo, e Nelsinho Baptista, em suas diversas passagens (1990/91, 1992/93, 1996/97 e 2007), foi o melhor contra o Santos. E nós só ficamos sabendo disso por causa da pergunta do Ciro Hey, de Socorro (SP).

Faça como ele! Nós, aqui, vamos continuar respondendo as dúvidas dos internautas do site Meu Timão sobre história, estatísticas ou qualquer outro tipo de curiosidade ligada ao Corinthians.

A base para as respostas será sempre o Almanaque do Timão, trabalho que desenvolvo há mais de 20 anos sobre todos os jogos, jogadores e técnicos do nosso time desde 1910. Ele virou livro em 2000, foi reeditado em 2005 e agora existe na forma do aplicativo Almanaque do Timão, para smartphones e tablets, que pode ser baixado (de graça!!!) tanto pela Apple Store quanto pela Google Play. Nos dias (e noites) de jogos, esse aplicativo oficial do Corinthians continua sendo atualizado on line.

CELSO UNZELTE

Celso, você poderia levantar o histórico dos técnicos do Corinthians que se dão melhor em clássicos com cada time: São Paulo, Palmeiras e Santos. Pegar técnicos desde 90. Como Luxa, Oswaldo, Mano, Tite, Parreira, Nelsinho etc.

Ciro Hey

Socorro, SP

@ciro.hey

Ciro, consideramos apenas os resultados dos técnicos corintianos que disputaram clássicos de 1990 para cá, como você pediu. E descobrimos que o dono do melhor aproveitamento diante do Palmeiras é Tite, com 54,16% dos pontos que disputou.

Contra o São Paulo, Eduardo Amorim, o técnico campeão paulista e da Copa do Brasil em 1995, ainda lidera, com 66,66% (a maior margem entre todos).

Já diante do Santos, Nelsinho Baptista, em suas diversas passagens, conseguiu o aproveitamento de 60,60%.

Abaixo, você confere os quadros com os técnicos de melhor aproveitamento em cada clássico. Foram considerados todos os que disputaram pelo menos quatro pelo Corinthians nos últimos 26 anos. Para efeito do cálculo do aproveitamento, atribuíram-se três pontos por vitória e um por empate, mesmo sabendo que até 1993 as vitórias ainda valiam só dois pontos.

Contra o Palmeiras*

Técnico Aproveitamento dos pontos J V E D
1º Tite (2004, 2010/13 e 2015/16) 54,16% 16 7 5 4
2º Nelsinho Baptista (1990/93 e 1996/97) 51,11% 15 6 5 4
3º Oswaldo de Oliveira (1999/2000 e 2004) 46,66% 10 4 2 4
4º Mano Menezes (2008/10 e 2014) 41,66% 8 2 4 2
5º Vanderlei Luxemburgo (1998 e 2001) 37,5% 8 2 3 3

*Fizeram um único jogo e venceram, alcançando, assim, um aproveitamento de 100%: Daniel Passarella (2 x 0, 20/3/2005), Márcio Bittencourt (3 x 1, 10/7/2005), Oswaldo Alvarez (1 x 0, 16/8/2000) e José Maria de Oliveira, o Zé Maria II (2 x 1, 1º/6/1990). Em três jogos, entre 1990 e 1992, Basílio alcançou uma vitória e dois empates (aproveitamento de 55%).

Contra o São Paulo*

Técnico Aproveitamento dos pontos J V E D
1º Eduardo Amorim (1995/1996) 66,66% 6 3 3 0
2º Mano Menezes (2008 a 2010 e 2014) 63,33% 10 5 4 1
3º Carlos Alberto Parreira (2002) 61,11% 6 3 2 1
4º Tite (2004/05, 2010 a 2013 e 2015/16) 56,06% 22 10 7 5
5º Jair Pereira (1994) 55,55% 6 3 1 2
6º Oswaldo de Oliveira (1999/2000) 51,85% 9 4 2 3
7º Nelsinho Baptista (1990/91, 1993, 1996/97 e 2007) 47,22% 12 4 5 3
8º Vanderlei Luxemburgo (1998 e 2001) 46,66% 5 2 1 2

*Fez um único jogo e venceu, alcançando, assim, um aproveitamento de 100%: Adílson Batista (3 x 0, 22/8/2010). Em dois jogos, em 1993, Mário Sérgio conquistou uma vitória e um empate (aproveitamento de 66,66%). Em três partidas, em 2003, Geninho ganhou duas, que valeram o título paulista daquele ano, e perdeu a outra (aproveitamento de 66,66% dos pontos).

Contra o Santos*

Técnico Aproveitamento dos pontos J V E D
1º Nelsinho Baptista (1990 a 1993 e 1996/97) 60,60% 11 6 2 3
2º Vanderlei Luxemburgo (1998 e 2001) 58,33% 8 4 2 2
3° Mano Menezes (2008/2010 e 2014) 57,57% 11 6 1 4
4º Tite (2004/05, 2011/13 e 2015/16) 33,33% 25 5 10 10

*Entre 1999 e 2000, Oswaldo de Oliveira alcançou 100% de aproveitamento diante do Santos, com três vitórias em três jogos, todas por goleada: 5 x 1, 4 x 1 e 5 x 1. Fizeram um único jogo e venceram, alcançando, também, o aproveitamento de 100%: Adílson Batista (3 x 2, 22/9/2010) e José Augusto (2 x 0, 2/9/2007). Com 77,77% de aproveitamento, duas vitórias e um empate em três jogos, aparecem Jair Pereira (1994) e Mário Sérgio (1993).

Game do Timão

Coluna do Celso Dario Unzelte

Por Celso Dario Unzelte

Celso Dario Unzelte, jornalista e pesquisador, é comentarista das televisões por assinatura ESPN/ESPN Brasil, do programa Cartão Verde (TV Cultura) e professor de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero

O que você achou do post do Celso Unzelte?