Brasileirão 2017 - Corinthians 2 x 0 Santos

Brasileirão 2017 - Corinthians 2 x 0 Santos

https://www.meutimao.com.br/jogo/03-06-2017/brasileirao_2017/corinthians-2-x-0-santos

02:00

2017-06-03T19:00:00

Corinthians Corinthians 2 x 0 Santos Santos

Brasileirão 2017

Sobre a Partida

Ir para ComentáriosComentar sobre o jogo

O Corinthians vinha de quatro empates consecutivos dentro da Arena e, embora não demonstrasse incômodo com a série, tinha a ciência de que precisava vencer o Santos. A pressão, no entanto, não atrapalhou o Timão: com gols de Romero e Jô, a equipe de Carille superou o Santos por 2 a 0 neste sábado, em Itaquera, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O clássico na Arena, o primeiro do Corinthians na atual edição do nacional, ficou marcado por um lance um tanto polêmico. O árbitro Anderson Daronco anulou o gol do zagueiro Pedro Henrique por conta de Romero, aparentemente em posição irregular.

Fora das quatro linhas, um fato cada vez mais comum trouxe tensão no setor Norte da Arena. Uma minoria de corinthianos acendeu sinalizadores na arquibancada e, ao contrário de outras partidas, foi reprimido pela Polícia Militar. Houve princípio de confusão e o embate acabou paralisado por cerca de cinco minutos.

PM interviu ao notar sinalizadores acesos no setor Norte

PM interviu ao notar sinalizadores acesos no setor Norte

Reprodução/TV

Com dez pontos, o Corinthians dorme na liderança da Série A e aguarda o fim da quarta rodada para saber assumirá a ponta da tabela. O time, sem perder há 17 partidas, volta a campo na próxima quarta-feira, diante do Vasco, em São Januário.

Primeiro tempo

Quem foi à Arena Corinthians não demorou a notar que se tratava de uma noite de bom futebol, independentemente da equipe pela qual torcesse. Se o Timão tinha a vantagem do mando de campo e vinha embalado para o primeiro clássico pelo Brasileirão 2017, o Santos precisava de um bom resultado para espantar os tropeços e dar tranquilidade ao técnico Dorival Júnior.

Acostumada a marcar forte e abusar dos contra-ataques em velocidade, a equipe corinthiana mudou de postura ao longo dos 45 minutos iniciais. Fagner e Guilherme Arana tinham liberdade para descer ao ataque e levavam perigo contra a defesa rival, principalmente quando triangulavam com Rodriguinho e Jadson, os cérebros do time.

Aos 16 minutos, Maycon pôs a bola no chão, levantou a cabeça e deu bom passe em profundidade para Jô. O atacante corinthiano recebeu na ponta esquerda e cruzou rasteiro, facilitando a cobertura santista. Na sequência, Bruno Henrique se deslocou próximo à linha lateral, deu belo drible em Gabriel e finalizou forte. Nada que assustasse o goleiro Cássio, que defendeu o arremate em dois tempos.

O Corinthians de Carille valorizava a posse da bola e mostrava maturidade, sem pressa para definir as jogadas. O Santos, por sua vez, não escondia seu objetivo: surpreender a defesa alvinegra nos contra-ataques, sobretudo com os arranques de Vitor Bueno e Ricardo Oliveira.

Rodriguinho por pouco não abriu o placar em um golaço. Fagner avançou pela direita e alçou a bola na área. O lateral Victor Ferraz tentou o cabeceio, furou a bola e viu o camisa 26 do Corinthians ficar em boas condições na entrada da área. O meia, então, chutou forte de canhota e viu o goleiro Vanderlei evitar o primeiro dos donos da casa, que lamentaram o placar inalterado ao fim da etapa inicial.

“A gente tentou pressionar um pouco, ficar com o controle da bola, mas tem hora que não dá pra pressionar. Temos que ficar com a bola um pouco, foi o que a gente combinou no vestiário. Segundo tempo é voltar mais forte, respirar e buscar o gol porque a gente sabe que no Campeonato Brasileiro temos que vencer em casa”, analisou, ofegante, o volante Gabriel.

Segundo tempo

Embora não houvesse promovido nenhuma alteração no intervalo, Fábio Carille precisou mexer na equipe do Corinthians logo no início do segundo tempo. O volante Maycon pediu substituição ao sentir dores na coxa direita e foi prontamente atendido, dando lugar a Camacho.

O clássico em Itaquera passou a ser ofuscado pela arbitragem a partir dos 11 minutos. Após cobrança de escanteio e desvio na pequena área, Rodriguinho, em posição irregular, até marcou, mas teve o gol bem anulado pelo juiz gaúcho Anderson Daronco.

O lance que viria a dar pano para manga veio em seguida: em novo escanteio, Pedro Henrique subiu de cabeça e contou com falha do goleiro Vanderlei para comemorar aquele que poderia ser o gol alvinegro da noite. Poderia...

Daronco se dirigiu à lateral para conversar com seu assistente e ouviu que Romero, à frente de Pedro Henrique – porém em posição legal –, havia atrapalhado o arqueiro santista no lance, decisão bastante contestada pelas imagens da transmissão.

Curiosamente, o gol mal anulado pela arbitragem pareceu motivar o Corinthians e seus 40.169 torcedores em Itaquera – recorde de público em Itaquera no Brasileirão. Não demorou para o time superar de vez a defesa santista: primeiro com Romero, que contou com desvio de Jô dentro da área para estrear o marcador, e depois com o próprio Jô, que emendou uma meia-bicicleta de costas para Vanderlei e dilatou o placar do clássico.

Fábio aproveitou a soberania alvinegra para mexer na escalação. Sacou Jadson e Rodriguinho, bastante elogiados, para as entradas de Clayson e Fellipe Bastos. Enquanto o Santos corria atrás da bola e tentava diminuir o prejuízo em Itaquera, o Timão controlava as ações e não dava margem ao erro.

Rodada a rodada, o Corinthians, recém-campeão estadual, parece crescer e ganhar corpo, ciente do que tem de fazer dentro de campo. Méritos a Carille e, também, aos jogadores, que terão trabalho de sobra para manter o embalo nas próximas 34 rodadas do Campeonato Brasileiro. Será que chega?

Escalações

Corinthians: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Ángel Romero; Jô (capitão);

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Copete; Renato, Thiago Maia e Vladimir Hernández; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira (capitão).

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 2 x 0 Santos

  • 1000 caracteres restantes