Corinthians 3 x 0 Huracán - Amistosos 2010

Amistosos 2010 - Corinthians 3 x 0 Huracán

https://www.meutimao.com.br/jogo/13-01-2010/amistosos_2010/corinthians-3-x-0-huracan

02:00

2010-01-13T16:00:00

Pacaembu

Endereço: Praça Charles Miller, 0, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 3 X 0 Huracán

Amistosos 2010
Corinthians 3 x 0 Huracán
Municipal Paulo Machado de Carvalho

Sobre a Partida

Um ídolo e três reservas asseguraram a primeira vitória do Corinthians em 2010, ano do centenário alvinegro. No esvaziado amistoso diante do Huracán, no Pacaembu, Marcelinho Carioca se despediu em grande estilo e viu os reservas Souza, Morais e Dentinho completarem a festa nesta quarta-feira. Mais que empolgar a torcida, a vitória por 3 a 0 mostrou que os suplentes estão dispostos a brigar por mais espaço.

O duelo marcou a despedida oficial de Marcelinho. Ele atuou apenas no primeiro tempo e correu o mesmo que os novos companheiros. Foi ovacionado do início ao fim no dia em que a torcida conheceu de perto novos reforços. Roberto Carlos, Danilo, Tcheco e Iarley entraram em campo apenas para cumprimentar os alvinegros. Ralf fez o mesmo, mas estreou em seguida.

Os destaques “para valer” do jogo foram Morais, Souza e Dentinho. Os dois primeiros não conseguiram se firmar e foram cotados para deixar o Corinthians em 2010. Continuaram para o ano do centenário e deram sinais de que vão brigar pelo espaço que ainda não conquistaram. O centroavante abriu o placar após assistência de Morais e retribuiu com passe para o meia, tudo no primeiro tempo.

Na etapa final, Dentinho engrossou a lista dos reservas que aumentarão a disputa pela titularidade. Em jogada individual, o jovem atacante fez o terceiro gol e mostrou velocidade. Comemorou com vontade, bem diferente do que aconteceu no ano passado e lhe rendeu uma bronca.

Marcelinho, por sua vez, foi uma atração à parte. Quando seu nome foi anunciado pelo sistema de som do estádio, a torcida foi à loucura e entoou canto antigo: “Uh, Marcelinho”. Com a bola rolando, o camisa 100 surpreendeu. O forte calor não diminuiu a vontade do meia de 38 anos.

Comente a partida: Corinthians 3 x 0 Huracán