Chapecoense 1 x 0 Corinthians - Copa do Brasil 2019

Copa do Brasil 2019 - Chapecoense 1 x 0 Corinthians

https://www.meutimao.com.br/jogo/17-04-2019/copa_do_brasil_2019/chapecoense-1-x-0-corinthians

02:00

2019-04-17T21:30:00

Corinthians Corinthians 0 x 1 Chapecoense Chapecoense

Copa do Brasil 2019

Sobre a Partida

Corinthians cria pouco, perde para Chapecoense e larga em desvantagem na Copa do Brasil

Em meio ao clima de final do Campeonato Paulista, o Corinthians virou a chave e foi a Santa Catarina encarar a Chapecoense, pela quarta fase da Copa do Brasil. Com uma série de alterações, a equipe de Carille não se encontrou em campo e acabou derrotada por 1 a 0.

Como não há gol fora de casa, qualquer vitória por um gol de diferença em Itaquera leva a decisão para os pênaltis. Para avançar no tempo normal, o Timão precisa de triunfo por dois de vantagem.

O jogo de volta entre as equipes está marcado para a próxima quarta-feira, às 21h30, na Arena Corinthians. Antes disso, porém, o time alvinegro encara o São Paulo, no domingo, pela finalíssima do torneio estadual.

Os escolhidos

Pensando na segunda final do Paulistão, marcada para domingo, o técnico Fábio Carille promoveu sete alterações na equipe alvinegra - três delas pelas ausências de Cássio, suspenso, e Danilo Avelar e Júnior Urso, lesionados.

O Timão, então, começou o jogo com Walter; Michel, Marllon, Henrique e Carlos Augusto; Richard, Ramiro, Sornoza, Jadson e Vagner Love; Boselli.

Escalação recheada de reservas para o jogo em Chapecó

Meu Timão

A Chapecoense de Ney Franco, por sua vez, iniciou o embate com Vagner; Eduardo, Gum, Douglas, Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos, Gustavo Campanharo e Régis; Aylon e Everaldo.

Primeiro tempo

Os momentos inicias do embate entre paulistas e catarinenses mostrou o que seria o jogo em Chapecó. Com pouco espaço, as duas equipes disputaram muito o meio de campo e a bola sofreu, circulando de um lado pro outro sem grande qualidade. A primeira chance da partida veio aos dois minutos, com cruzamento de Eduardo que surpreendeu Walter - o arqueiro, porém, encaixou.

Sem criatividade, o Corinthians tentou desafogar a bola pelos lados do campos, visto que Jadson e Sornoza estavam muito marcados. Tanto os laterais quanto Love e Ramiro, no entanto, não conseguiram manter a redonda.

A partir dos 15 minutos, a Chapecoense começou a se encontrar. Mesmo sem fazer grande partida, o time da casa começou a arriscar alguns chutes e criar oportunidades. Aos 18, Walter foi exigido e fez grande defesa, após cabeçada de Everaldo.

Aos 25, foi a vez do arqueiro arrancar alguns suspiros da Fiel. Após passe, ele arriscou uma letra e a bola escapou um pouco, mas acabou não saindo de seu controle. E o arqueiro viria a se tornar o personagem da primeira etapa.

Walter fez defesas importantes, mas não evitou primeiro gol da Chapecoense

Walter fez defesas importantes, mas não evitou primeiro gol da Chapecoense

Reprodução/TV

Pouco após os 30 minutos, Everaldo arriscou um belo chute em cobrança de falta e o camisa 1 novamente apareceu bem. A defesa de nada valeu por que, no lance seguinte, a Chapecoense aproveitou sobra de escanteio para marcar, com Aylon, que apareceu livre após a linha de zaga demorar a se reposicionar.

O gol não mudou muito o panorama da partida. Ainda estéril no ataque, o Corinthians só conseguiu a primeira finalização aos 41 minutos, mas sem perigo. Os mandantes, por sua vez, voltaram a ameaçar aos 44, indo para o intervalo com a vantagem no placar.

Segundo tempo

Insatisfeito com o rendimento da equipe alvinegra, Carille voltou com duas trocas dos vestiários: Ralf e Clayson entraram nas vagas de Jadson e Ramiro - o volante, já tinha cartão amarelo.

As trocas não surtiram muito efeito de imediato, visto que os mandantes voltaram melhor. Logo aos dois minutos, Campanharo soltou um foguete no travessão de Walter. Na sequência, outra finalização perigosa.

Com os mesmos problemas da primeira etapa, o Corinthians seguiu produzindo pouquíssimo na segunda metade do jogo. A primeira chance veio aos 11 minutos, em finalização de Sornoza. O chute do equatoriano desviou e quase pegou Vagner de surpresa, mas o goleiro da Chapecoense fez uma grande defesa.

Dez minutos depois, mais uma chance. Boselli saiu da área e enfiou bonita bola para Love. Vagner saiu bem e evitou o gol, mas a jogada já estava parada por impedimento. Foi uma das poucas participações do argentino, que não recebeu uma boa bola do meio de campo.

E o Corinthians ameaçou crescer no jogo. Em duas chegadas, Clayson apareceu pela esquerda e cruzou na área sem sucesso. As bolas aéreas passaram a ser uma alternativa para o Timão, mas a Chapecoense, bem postada, levava a melhor.

Aos 32 minutos, uma grande oportunidade desperdiçada. Michel Macedo deu chutão e Sornoza apareceu livre, até mesmo de goleiro, visto que Vagner saiu mal. O camisa 7, porém, dominou errado e não conseguiu finalizar.

Querendo o empate, o Corinthians seguiu apostando nos cruzamentos na área, seja com a bola rolando ou em bola parada - como escanteio e até mesmo em laterais. Em todas, porém, melhor para o time catarinense.

Com o Timão tentando pressionar, a Chapecoense se postou bem e tentou aproveitar os contra-ataques para matar o jogo. Aos 44, o tento quase veio em falta cobrada por Campanharo. Aylon finalizou livre, mas sem força, nas mãos de Walter.

O jogo continuou nesse ritmo até o fim: Corinthians desesperado errando muitos passes e a Chapecoense rodando a bola para o o relógio correr. Fim de jogo e o Timão precisará reverter a desvantagem em casa se quiser seguir vivo na competição nacional.

Ficha técnica de Chapecoense 1 x 0 Corinthians

Competição: Copa do Brasil
Local: Arena Condá, Chapecó, SC
Data: 17 de abril de 2019 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha
Gol: Aylon (Chapecoense)
Cartões amarelos: Eduardo e Everaldo (Chapecoense); Michel Macedo e Ramiro (Corinthians)

CHAPECOENSE: Vagner (Tiepo); Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; G. Campanharo, Márcio Araújo, Elicarlos (Amaral) e Régis (Augusto Cesar); Aylon e Everaldo.
Técnico: Ney Franco

CORINTHIANS: Walter; Michel Macedo, Marllon, Henrique e Carlos Augusto; Richard e Ramiro (Ralf); Jadson (Clayson), Sornoza e Vagner Love; Mauro Boselli.
Técnico: Fábio Carille

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Chapecoense 1 x 0 Corinthians