Mano garante que fica e que 'não foge da responsabilidade'

Mano garante que fica e que 'não foge da responsabilidade'

Por Meu Timão

Mano disse que não foge da responsabilidade

Mano disse que não foge da responsabilidade

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com seu trabalho cada vez mais contestado, Mano Menezes falou após o treinamento dessa sexta feira, no CT Joaquim Grava.

- Só pedi demissão uma vez na vida, e foi em caráter excepcional (no ano passado, quando deixou o Flamengo). Não sou de fugir da responsabilidade. Vim aqui para fazer um trabalho, e vou fazê-lo - afirmou o técnico em entrevista coletiva.

O treinador ainda revelou que colocou o cargo à disposição em uma conversa que teve com o presidente do clube, Mario Gobbi, após a derrota 'trágica' (definição dada pelo próprio Mano) em Belo Horizonte.

- Disse ao presidente que não vou abandoná-lo, mas também disse que, embora sejamos amigos, ele ficasse à vontade se pensasse que deveria tomar outra posição. Temos confiança mútua para continuar -garantiu o treinador.

Ciente de que não terá seu contrato renovado Mano garantiu que a incerteza sobre seu futuro não o abala.

- Não estou preocupado com 2015. Temos (ainda) dez rodadas do Campeonato Brasileiro , e vamos fazer o melhor nessas rodadas para que o Corinthians esteja, no mínimo, na Libertadores do ano que vem - declarou.

Dez pontos atrás do Cruzeiro, líder do Brasileiro, o Corinthians passa a ter como único objetivo terminar a competição entre os quatro primeiros colocados, para conseguir uma das vagas na Libertadores.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes