Tite pode se tornar quarto técnico do Corinthians 'roubado' pela Seleção Brasileira

Tite pode se tornar quarto técnico do Corinthians 'roubado' pela Seleção Brasileira

Por Meu Timão

Tite pode ser anunciado pela CBF a qualquer momento

Tite pode ser anunciado pela CBF a qualquer momento

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians é gigante. E a quantidade de treinadores que deixam o clube alvinegro direto para a Seleção Brasileira simboliza isso. Tite, caso aceite o convite feito pela alta cúpula da CBF, se tornará o quarto comandante corinthiano 'roubado' pela entidade máxima do futebol nacional.

Nas últimas duas décadas, o filme foi visto já outras três vezes pela Fiel. Em 1998, Vanderlei Luxemburgo; em 2003, Carlos Alberto Parreira; em 2010, Mano Menezes. E, ao que tudo indica, em 2016, Adenor Bachi, o Tite.

Conforme apontado pelo jornal Lance!, o Corinthians é recordista no quesito "fornecedor de treinadores para a CBF". As únicas equipes que tiveram técnicos contratados pela Seleção mais de uma vez foram Palmeiras e Cruzeiro.

No caso de Luxemburgo, a saída aconteceu após a conquista do Campeonato Brasileiro de 1998. A intenção da CBF era vê-lo no comando da Seleção na Copa do Mundo de 2002, mas o projeto foi interrompido, e o ex-corinthiano acabou demitido no meio do caminho.

Já com Parreira, a negociação se deu em meio à ainda recente conquista da Copa do Brasil de 2002 e do Campeonato Paulista de 2003. Disparado o treinador mais cotado para assumir a Seleção na época, ele não pensou muito antes de deixar o Parque São Jorge rumo à Granja Comary.

Mano Menezes viveu situação semelhante à de Parreira. Além do Paulistão de 2009, havia ganhado também a Copa do Brasil. Em 2010, enquanto disputava a parte de cima do Campeonato Brasileiro no ano do centenário alvinegro, foi "roubado" pela CBF.

Com Tite, as justificativas são ainda mais louváveis. O treinador, afinal, é o mais vitorioso da história do Corinthians: dois Brasileirões, um Paulistão, uma Libertadores, um Mundial de Clubes da Fifa e uma Recopa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes