Adaptado a nova função, meia rebate críticas e faz autocrítica

Adaptado a nova função, meia rebate críticas e faz autocrítica

Rodriguinho demonstrou incômodo com contestações acerca do seu futebol

Rodriguinho demonstrou incômodo com contestações acerca do seu futebol

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Ainda contestado por parte da torcida corinthiana, Rodriguinho soma um gol e uma assistência nos últimos dois jogos pelo Timão. A atuação de destaque na vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense, na tarde de sábado, na Arena Condá, fez o meia-atacante rebater críticas recebidas com frequência em torno de seu futebol.

“Algumas pessoas não veem certas coisas. Se eu não dou passe para gol ou faço gol é porque joguei mal, mas não é assim. Sou volante, tenho que marcar, não posso ser cobrado para decidir todos os jogos”, afirmou Rodriguinho em entrevista coletiva nesta terça-feira pela manhã, no CT Joaquim Grava.

Sem Elias, que se recupera de uma fissura na costela desde meados de junho, Cristóvão Borges manteve o meio de campo formado por Tite, hoje na Seleção, optando pela dupla de volantes formada por Bruno Henrique e Rodriguinho. Em 2016, o armador improvisado acumula 25 partidas e quatro gols com a camisa alvinegra.

Entre outros assuntos – como a volta de Alexandre Pato ao clube –, o meia de 28 anos falou sobre a troca de posicionamento na equipe. “Cheguei como meia, era pouco competitivo, não brigava muito pela bola, mas me adaptei a uma nova função. Quando a gente tem a bola eu venho de trás, e isso me ajuda pela qualidade do passe”, acrescentou. “Estou feliz, e temos que evoluir a cada dia. Temos que estar sempre querendo crescer, e acho que estou indo bem”, concluiu.

Vice-líder do Brasileirão, o Corinthians se reapresentou ao CT Joaquim Grava nesta terça visando o clássico contra o São Paulo, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena em Itaquera. Além de dois novos atletas machucados, Cristóvão recebeu uma boa notícia entre os reservas.

Veja Mais:

  • Guilherme pode perder clássico em Itaquera

    Opção no sábado, Guilherme vira preocupação para Dérbi; goleiro retorna

    ver detalhes
  • Camacho vai ficar com a família no Rio de Janeiro

    Após perder o pai, Camacho é liberado e está fora do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Jadson atuou por cerca de 45 minutos e tem chances de pegar o Palmeiras

    Jadson é titular em jogo-treino do Corinthians, mostra desenvoltura e pode ser opção no clássico

    ver detalhes
  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes