Gols irregulares e atuação lamentável do Corinthians marcam confronto contra o Botafogo

Corinthians Corinthians 0 x 2 Botafogo Botafogo

Brasileirão 2016

Gols irregulares e atuação lamentável do Corinthians marcam confronto contra o Botafogo

Por Meu Timão

Derrota para o Botafogo deixou o Corinthians mais longe do G4

Derrota para o Botafogo deixou o Corinthians mais longe do G4

Foto: Agência Corinthians

O Corinthians entrou em campo na tarde deste sábado, quando enfrentou o Botafogo na Ilha do Governador, Rio de Janeiro. A partida começou às 16h30, na Arena Botafogo, antigo estádio Luso-Brasileiro, casa da Portuguesa carioca até a reforma botafoguense.

Ainda com Cássio fora do banco de reservas, o Timão titular tinha a seguinte escalação: Walter; Fagner, Yago, Fabián Balbuena e Guilherme Arana; Willians; Marquinhos Gabriel, Camacho, Marciel e Marlone; Ángel Romero.

O treinador corinthiano manteve o já tradicional 4-1-4-1, e sem poder contar com Rodriguinho, suspenso após levar cartão o fim da partida contra o Fluminense, no último domingo, promoveu a reestreia de Marciel. O volante voltou de empréstimo no Cruzeiro e após período de recuperação, ganhou sua oportunidade no time principal.

O jogo, mostrou a consequência da pressão sobre a arbitragem dos derrotados Mano Menezes e Levir Culpi: a partida terminou com 2 a 0 para o Botafogo, sendo os dois tentos marcados de forma irregular.

Primeiro tempo

O Corinthians começou devagar e o Botafogo explorou melhor o ataque. Em campo, a equipe de Carille mostrou sentir falta de Rodriguinho e sofreu para conduzir a bola ao ataque. O desentrosamento favorecia os erros individuais dos atletas.

Pior para o Corinthians, no entanto, foi o erro da arbitragem que alterou o curso da partida. Aos 23 minutos, Neilton, abriu o placar para o Botafogo com um gol irregular. Vinicius recebeu a bola claramente adiantado (veja imagem abaixo), e fez o passe para Neilton, cuja posição também gerou dúvidas.

Gol do Botafogo teve impedimento não marcado

Gol do Botafogo teve impedimento não marcado

Foto: Reprodução

Capitão do time, Fagner reclamou do lance junto ao árbitro, mas acabou advertido com um cartão amarelo. Aos 31 minutos, o clima esquentou com a cena de Neilton. O jogador foi atingido em dividida, e caiu fora do gramado. O jogador do Botafogo - escolado na Vila Belmiro - voltou para as quatro linhas e se jogou para o atendimento pedindo a paralisação do jogo.

Aos 37 minutos, porém, nova polêmica. Após um domínio de mão, Diogo Barbosa se aproveita de erro de Fagner e chuta contra as redes de Walter, fazendo 2 a 0 para o Botafogo. Na imagem, é possível ver o exato momento do lance, que contraria a afirmação do jogador da equipe carioca, garantiu que o toque foi na barriga.

Diogo Barbosa usou o braço para dominar a bola antes de chutar para o gol

Diogo Barbosa usou o braço para dominar a bola antes de chutar para o gol

Foto: Reprodução

Pouco antes do gol, Romero ainda levou o cartão amarelo por falta no campo de defesa do Botafogo. A falta acabou dando origem ao lance que culminou no tento do time do Rio. Pendurado, o atacante paraguaio está fora da próxima partida.

Segundo tempo

Com a desvantagem no placar, o Corinthians voltou com mudança do intervalo, trazendo Lucca no lugar de Marciel. Um pouco melhor que na primeira etapa, o Timão ameaçou mais nos minutos iniciais e aumentou o volume no ataque.

Até que, aos 10 minutos, o juiz marcou pênalti para o Corinthians. A bola bateu na mão de Victor Luis, porém o lance era duvidoso. Não houve desvio de trajetória e a bola estava junto ao corpo do jogador do Botafogo - muito menos evidente do que o lance não marcado que culminou em gol - e que fez parecer uma espécie de compensação pelos erros.

Marlone chutou a bola na mão de Victor Luis; árbitro marcou a penalidade

Marlone chutou a bola na mão de Victor Luis; árbitro marcou a penalidade

Foto: Reprodução

Marquinhos Gabriel bateu muito mal o penal, e Sidão fez a defesa. Victor Luis levou o amarelo após reclamação (o segundo do Botafogo, já advertido com Carli). A jogada, porém, marcou o jogo: com um clima mais tenso entre as equipes e o Timão ainda mais nervoso e desorganizado após desperdiçar a chance.

Carille ainda tentou nova mudança, trazendo Gustavo para a vaga de Romero, mas daí para frente o jogo ficou feio. Um festival de cartões amarelos, faltas duras, reclamações e xingamentos para ambos os lados - sem conseguir jogar, os atletas do Corinthians pareciam mais empenhados nos embates do que no futebol. O juiz Caio Max perdia o controle do jogo.

Fagner toma tapa de Dudu Cearense, que já tinha um cartão amarelo na partida

Fagner toma tapa de Dudu Cearense, que já tinha um cartão amarelo na partida

Foto: Reprodução

Do lado do Botafogo, Dudu Cearense e Bruno Silva foram amarelados. No Timão, a advertência veio para Lucca e Marquinhos Gabriel, o último substituído aos 34 minutos por Rildo. A mudança não mexeu na qualidade e nem no clima da partida, que foi violenta e de baixíssimo nível técnico até os 48 minutos.

Com o resultado, o Timão pode perder mais uma posição na tabela do Brasileirão. Para continuar ao menos com chances para a classificação do G4, no próximo jogo, a equipe precisará vencer o Atlético-MG, terceiro colocado da competição, na Arena Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Botafogo

  • 1000 caracteres restantes