Corinthians sofre goleada e passa vergonha no Morumbi

Corinthians Corinthians 0 x 4 São Paulo São Paulo

Brasileirão 2016

Corinthians sofre goleada e passa vergonha no Morumbi

Por Meu Timão

Corinthians tem noite apática e termina clássico com derrota por 3 a 0

Corinthians tem noite apática e termina clássico com derrota por 3 a 0

Foto: Reprodução

Um tabu de 13 anos no Campeonato Brasileiro foi encerrado hoje no estádio do Morumbi. Pela competição nacional, a equipe alvinegra não perdia para o rival na Vila Sônia desde 2003. Porém, a noite apagada do elenco corinthiano fez com o São Paulo vencesse o jogo por 4 a 0.

Na 34ª rodada da competição, o Timão precisava da vitória para não se afastar do G6, conseguindo assim a classificação para a Libertadores 2017. Para o São Paulo, a partida valia a garantia quase matemática de se livrar do risco de rebaixamento. O insucesso do jogo distanciou a equipe da zona de classificação e correndo risco de ser ultrapassada na tabela por Fluminense e Grêmio.

Nesta noite vexatória, Oswaldo de Oliveira entrou em campo no 4-1-4-1, com a seguinte equipe: Cássio; Fagner, Vilson, Balbuena e Uendel; Willians; Romero, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Guilherme. Os 11 titulares, porém, parecem não ter entrado em campo.

Primeiro tempo

O jogo começou morno, com as duas equipes mostrando as limitações criativas no campo ofensivo. A equipe do São Paulo, empurrada e ao mesmo tempo pressionada pela torcida, subia ao ataque de maneira temerária.

O Corinthians, por sua vez, se organizava para responder às investidas no contra-ataque, mas acabou recuando demais para o campo defensivo. Assim, acabou sofrendo o revés aos 11 minutos, quando o juiz da partida decretou pênalti para o adversário.

Momento do pênalti de Fagner em Kelvin; jogador contestou

Momento do pênalti de Fagner em Kelvin; jogador contestou marcação

No lance, Kelvin perde o domínio da bola e aguarda a falta. Os jogadores do Corinthians criticaram muito a marcação e no intervalo da partida, o lateral Fagner negou veementemente o toque no adversário. Pela reclamação após a marcação, Vilson foi advertido e vira desfalque para a próxima partida.

Jogadores do Corinthians reclamam da marcação do pênalti

Jogadores do Corinthians reclamam da marcação do pênalti

Cueva cobrou e converteu. Após o gol, a torcida são-paulina acendeu sinalizadores e o jogo ficou parado. Durante o decorrer da primeira parte do jogo, foram várias as paralisações para que os artefatos levados pelos torcedores fossem apagados.

Por conta disso, a arbitragem prometeu 3 minutos de acréscimo. Porém, Claudio Francisco Lima e Silva, árbitro principal da partida, encerrou a partida um minuto mais cedo do que havia estipulado, terminando a etapa no meio de um promissor ataque corinthiano.

Segundo tempo

O Corinthians voltou com mudança: Guilherme Arana voltou no lugar de Uendel, que chegou a ser dúvida na semana por questões médicas. De volta, as interrupções no jogo continuaram: a partida foi descontinuada mais uma vez.

Sinalizadores foram acesos durante toda a partida, que teve várias paralisações

Sinalizadores foram acesos durante toda a partida, que teve várias paralisações

O clima de tensão aumentou no lado corinthiano e Rodriguinho fez falta feia em Cueva e levou o amarelo. Foi o terceiro cartão corinthiano, já que o segundo havia sido registrado para Romero por falta em Kelvin ainda no primeiro tempo.

Assim, o resultado ruim que ia sendo consolidado na partida acabou sacramentado. Aos 14 minutos, o São Paulo se aproveitou de um erro da defesa corinthiana e ampliou o placar. Após o gol, vendo a limitação criativa da equipe, Oswaldo tentou uma mudança tática: tirou Marquinhos Gabriel para a entrada de Rildo.

A mudança, porém, surtiu pouco efeito e cerca de sete minutos depois do segundo gol, aos 21, o São Paulo chegou em velocidade e abriu 3 a 0 com um chute cruzado de Chavez. O Timão, que já não conseguia jogar, se perdeu completamente em campo.

Passes forçados, faltas duras e erros de posicionamento transformaram o jogo em regozijo para a torcida rival no Morumbi. O São Paulo sobrava em campo, e ameaçava aumentar o placar. Sob os gritos de "olé" dos torcedores, a terceira e última mudança no time foi a entrada de Camacho no lugar de Guilherme aos 26 minutos, com o objetivo de conter o ímpeto de um adversário motivado pelo bom resultado.

Até o minuto final, o jogo foi um espetáculo duro de assistir para o torcedor corinthiano. Quase um ano depois, a equipe em nada lembrava o time que impôs uma goleada histórica sobre o rival. O Corinthians, amedrontado e sem nenhuma vontade em campo, tocava a bola de lado e parecia apenas torcer para o fim da partida. A apatia custou caro e Luiz Araújo, nos minutos finais do jogo marcou o quarto gol, sacramentando o vexame corinthiano. Balbuena levou o cartão amarelo por reclamação e o árbitro parou novamente a partida pelos sinalizadores.

Com o resultado, o Corinthians fica mais longe da vaga para o G6. O próximo jogo só acontece no dia 16 de novembro, contra o Figueirense no Orlando Scarpelli. A equipe só reencontra a torcida no dia 21, no jogo contra o Internacional, na Arena Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e São Paulo

  • 1000 caracteres restantes