Comissão de Ética do Corinthians recebe pedido de impeachment de Roberto

Comissão de Ética do Corinthians recebe pedido de impeachment de Roberto

Por Meu Timão

Roberto de Andrade pode sofrer impeachment

Roberto de Andrade pode sofrer impeachment

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A Comissão de Ética do Corinthians recebeu nesta quarta-feira o pedido de impeachment contra Roberto de Andrade, mandatário do clube desde fevereiro de 2015. Presidente do Conselho Deliberativo do Timão, Guilherme Strenger tinha até cinco dias para formalizar o processo e encaminhá-lo à pasta, mas o fez antes do previsto.

“Recebi ontem o pedido, e hoje já encaminhei à Comissão de Ética, que vai processar tudo de acordo com nosso estatuto. Agora a comissão vai notificar o presidente para apresentar sua defesa no prazo de dez dias”, disse Strenger em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O pedido de impeachment, feito por um grupo de conselheiros, é baseado principalmente em documentos assinados por Roberto de Andrade como presidente antes mesmo de assumir o cargo. As denúncias vieram à tona no último mês e foram negadas pelo dirigente alvinegro, que já trabalha com uma estratégia de defesa.

A Comissão de Ética do Corinthians é liderada por Sérgio Alvarenga e formada por outros quatro membros do Conselho Deliberativo. Caso o impeachment seja aprovado pelo grupo, uma assembleia extraordinária será marcada para que o pedido seja colocado em votação.

Mesmo que todos os processos se confirmem, Roberto não será afastado definitivamente da presidência. Isso porque uma reunião geral para associados será realizada para decidir a situação em última instância.

Recentemente, o Meu Timão mostrou o que pode motivar o afastamento de um presidente do clube e quais suas consequências imediatas. Se de fato houver o afastamento de Roberto, quem assumirá o cargo será o primeiro vice-presidente, que atualmente é André Luiz Oliveira, o André Negão. Entretanto, como restam mais de seis meses para as próximas eleições, em fevereiro de 2018, ele seria obrigado a convocar novo pleito.

Interesses distintos – A política do Corinthians vem se mostrando um campo de guerra cada vez mais complexo. Em meio à nomeação de um ex-dirigente de Mário Gobbi para a função de diretor jurídico e do protocolamento de um pedido de impeachment contra Roberto de Andrade, a bola da vez é a mudança de lado do então opositor Antonio Jorge Rachid nos bastidores do Parque São Jorge.

Veja mais em: Impeachment, Roberto de Andrade e Diretoria.

Veja Mais:

  • Corinthians é líder do Brasileirão de forma isolada

    Palmeiras perde em casa, Santos tropeça fora, e Corinthians segue líder isolado do Brasileirão

    ver detalhes
  • Vagner Mancini teria ofendido jornalista da Rádio Bandeirantes

    Vaza suposto áudio de Mancini festejando vitória com ofensa a jornalista: 'Babaca corinthiano'

    ver detalhes
  • Vitória comemorou triunfo sobre o Corinthians nas redes sociais

    Vitória cita jargão corinthiano para comemorar triunfo na Arena

    ver detalhes
  • Titular contra o Vitória, Gabriel se posicionou sobre a derrota em rede social

    'Mais forte do que nunca': jogadores do Corinthians comentam derrota nas redes sociais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes