Corinthians quer reativar time masculino de basquete, mas infraestrutura dá dor de cabeça

Corinthians quer reativar time masculino de basquete, mas infraestrutura dá dor de cabeça

Por Meu Timão

2.6 mil visualizações 70 comentários Comunicar erro

Em 1965, Corinthians enfrentou Real Madrid em amistoso de basquete

Em 1965, Corinthians enfrentou Real Madrid em amistoso de basquete

Foto: Divulgação

O Corinthians estuda alternativas para reativar sua equipe masculina de basquete em 2017. Em meio ao sucesso do futsal, que recentemente conquistou o Paulistão profissional e sub-20, bem como a Liga Nacional, o Timão quer dar ainda mais valor aos esportes além do futebol.

Em entrevista concedida ao portal Globoesporte.com, Adilson Ferreira, diretor de esportes terrestres do clube, admitiu que o Corinthians esteve perto de fechar projetos ainda em 2016. Ter apenas o Ginásio Wlamir Marques à disposição no Parque São Jorge, contudo, é visto como problema de infraestrutura.

"Esse ano, houve vários projetos do Corinthians no alto rendimento basquete. Nós temos categorias de base aqui, e tivemos várias propostas para ter o basquete de alto rendimento. Mas queremos fazer isso aqui dentro do clube, e tem problema de logística e infraestrutura. É alto rendimento. Já temos o futsal. Treinar dois períodos, não é só jogar. Não temos espaço o futsal e o basquete de alto rendimento", explicou.

A intenção do clube é não prejudicar os treinamentos muito menos os jogos dos times de futsal - apesar de o ginásio do Parque São Jorge levar o nome de um dos maiores jogadores de basquete que já vestiram a camisa do Timão. Há a possibilidade de fazer uma parceria com alguma cidade do interior de São Paulo - nos moldes do que a equipe feminina faz em Americana - ou utilizar espaços próximos ao clube para treinar e/ou jogar.

"Podemos vir com uma parceria externa ou lançar nosso sub-16 e ir participando das divisões de acesso do NBB. Esse ano demos alguns passos, vamos vir mais agressivos, estamos tentando. Mas eu queria o basquete próximo daqui (do clube). Há muito interesse, estamos tentando", argumentou Ferreira.

Apesar de não fazer parte da história recente do basquete brasileiro, o Corinthians é um dos clubes mais tradicionais da modalidade no país. O Timão é tetracampeão brasileiro e ainda tem no currículo dois títulos sul-americanos e 14 taças do Campeonato Paulista. Nomes como Wlamir Marques e Oscar já vestiram o manto alvinegro.

"O basquete, apesar do carro chefe ser o futebol e o futsal, foi muito importante aqui. Grandes títulos, grandes jogadores. Tem história e nós pretendemos resgatar esse esporte que tem muita tradição aqui", finalizou Ferreira.

Veja mais em: Basquete.

Veja Mais:

  • Corinthians jogou bem, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo

    Corinthians sofre gol impedido, reage no segundo tempo e fica no empate com o Internacional

    ver detalhes
  • Corinthians de Jair Ventura está em oitavo lugar no Brasileirão

    Corinthians 'volta uma casa' na classificação do Brasileirão, mas diminui distância para o G6

    ver detalhes
  • Danilo Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo pela Fiel

    Novidade de Jair Ventura é enaltecida pela Fiel; lateral rouba cena e é eleito pior em campo

    ver detalhes
  • Mateus Vital fez bom jogo diante do Internacional neste domingo

    Análise: Corinthians reage após gol impedido e consegue empate contra o Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes