Jadson comemora reencontro com a Fiel e faz balanço sobre primeiros 90 minutos

Jadson comemora reencontro com a Fiel e faz balanço sobre primeiros 90 minutos

3.4 mil visualizações 46 comentários Comunicar erro

Jadson comemorou seu reecontro com a Fiel na Arena Corinthians neste sábado

Jadson comemorou seu reecontro com a Fiel na Arena Corinthians neste sábado

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Em seu retorno oficial a Arena Corinthians, Jadson não escondeu a felicidade ao comentar seu reencontro com Fiel após a volta ao Parque São Jorge. Titular pela primeira vez em 2017 durante a vitória de 1 a 0 sobre o Santos, no último sábado, o meia exaltou a recepção carinhosa dos mais de 36 mil torcedores que compareceram ao clássico e garantiu que o trabalho em cima da melhora do seu desempenho irá continuar.

Eu tô feliz em reencontrar a torcida do Corinthians, ainda mais com uma vitória em cima do Santos. Pretendo ainda melhorar meu ritmo de jogo e quando eu estiver bom no nível dos meus companheiros pretendo ajudar cada vez mais”, comentou Jadson em entrevista ao Meu Timão.

Atuando em 90 minutos de jogo pela primeira vez na temporada, o meio-campista demonstrou falta de ritmo durante o duelo e demorou a se encaixar o esquema do técnico Fábio Carille. Porém, Jadson evoluiu em campo conforme o Corinthians passou a dominar o Santos – o que levou a vitória no placar final do clássico pelo Campeonato Paulista, com um gol do atacante Jô.

O camisa 77 do Timão passou a última temporada atuando na Segunda Divisão do futebol chinês, pelo Tianjin Quantjian. Em sua segunda passagem pelo Corinthians desde o início de fevereiro, Jadson apareceu em uma posição diferente do que atuou durante o hexacampeonato brasileiro do Timão em 2015, jogando mais centralizado na armação do time.

Ainda trabalhando em sua condição física, o meia admitiu cansaço após a partida contra o Santos, mas minimizou a situação. “Isso aí faz parte. A comissão tinha dado 70 minutos, mas eu falei para o Carille que enquanto eu estivesse bem no jogo, estivesse aguentando, eu ficaria. E teve outros jogadores que acabaram sentindo um pouco mais e eu fiquei. Claro que faltou um pouco de perna no final e eu fiz minha obrigação que era cobrir os espaços”, garantiu.

Durante sua primeira passagem pelo Corinthians, entre as temporadas de 2014 e 2015, Jadson disputou 103 jogos e marcou 24 gols. Na ocasião, o jogador esteve sob o comando dos técnicos Mano Menezes e Tite. Em 2017, o meia vem buscando o seu espaço comandado pelo ex-auxiliar Fábio Carille.

Veja mais em: Jadson e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians de Jonathas não conseguiu vencer o Cruzeiro nesta quarta-feira

    VAR tem noite terrível, Corinthians é derrotado na Arena e perde título da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Cássio lamenta o gol de Robinho ainda no primeiro tempo

    Revés para o Cruzeiro na final da Copa do Brasil faz Corinthians perder quase R$ 40 milhões

    ver detalhes
  • Missão de Jair é ingrata: salvar a equipe do rebaixamento

    Realidade bate à porta do Corinthians: luta contra o rebaixamento e quase fora da Libertadores 2019

    ver detalhes
  • Renda foi de mais de cinco milhões de reais na final da Copa do Brasil

    Corinthians obtém a maior renda da história da Arena em derrota na final da Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes