Gil fala sobre interesse do Flamengo e reforça carinho pelo Corinthians: 'É algo eterno'

Gil fala sobre interesse do Flamengo e reforça carinho pelo Corinthians: 'É algo eterno'

Por Meu Timão

153 mil visualizações 100 comentários Comunicar erro

Gil durante atividade recente no CT Joaquim Grava

Gil durante atividade recente no CT Joaquim Grava

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Talvez o principal zagueiro do Corinthians no século 21, Gil tem ciência de que, um dia, poderá retornar ao futebol brasileiro. Ao menos no discurso, porém, ele não pretende deixar a China tão cedo.

Hoje no Shandong Luneng, o beque de 29 anos abriu o jogo sobre uma suposta proposta que teria recebido do Flamengo na última janela de transferências. O clube carioca sonhava em repatriar o beque ex-Corinthians para a disputa da Libertadores de 2017.

"Foram apenas sondagens e muita coisa só na mídia mesmo. Para mim, para o Shandong e para os meus empresários não chegou nada concreto. Ainda tenho mais três anos de contrato aqui, começamos bem esta temporada, então, por enquanto, meu pensamento está aqui. Não descarto voltar ao Brasil no futuro, mas hoje tenho vínculo com o Shandong", disse, em entrevista reproduzida pelo site da Fox Sports.

Obviamente, Gil também falou sobre o Corinthians. Clube onde jogou de 2013 a 2015, tendo como principal conquista o título brasileiro de 2015, o zagueiro não cravou preferência ao Timão em seu futuro retorno ao Brasil. No entanto, fez questão de detalhar o carinho que guarda pela equipe do Parque São Jorge.

"O Corinthians é o clube com o qual tenho uma grande identificação e muito carinho. Todos lá me tratam muito bem, a torcida sempre interage, e isso me deixa feliz. Não sei se prioridade, mas talvez fosse um lugar que um dia espero poder voltar. Mas no futebol a gente nunca pode fechar as portas para nada, pois não sabemos o dia de amanhã. Mas o carinho pelo Corinthians é algo eterno, que ninguém vai tirar", disse.

Por fim, ainda vale destacar o relacionamento de Gil com Tite. Após a parceria de sucesso no Corinthians, eles mantêm relação de sucesso na Seleção Brasileira, onde o zagueiro constantemente reencontro o ex-colega Fagner - no mês passado, aliás treino no CT Joaquim Grava pela equipe canarinha.

"O Tite deixa sempre claro que ninguém tem preferência. Ele vai levar quem estiver bem e quem ele confiar. Até agora, todas as convocações dele foram assim e acredito que assim será sempre. Estive em todas com ele, já vinha sendo chamado com o Dunga, fui titular na Copa América", finalizou.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Roger marcou o segundo gol corinthiano no duelo deste domingo

    Corinthians vira nos acréscimos, mas ainda leva gol de empate e tropeça no Vitória

    ver detalhes
  • Corinthians empatou com o Vitória em 2 a 2 nesta rodada

    Concorrentes tropeçam, e Corinthians abre leve distância para Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ralf foi eleito craque da partida no entendimento dos torcedores do Corinthians

    Veteranos são eleitos 'craques' do Corinthians no Barradão; Avelar beira nota zero

    ver detalhes
  • Jadson foi autor do primeiro gol do Corinthians contra o Vitória, em Salvador

    Jadson reconhece situação desconfortável do Corinthians no Brasileiro e lamenta 'gols dados'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes