Análise do jogo-treino: Kazim reclamão, Figueiredo nulo, Vilson com limitação e volantes com volume

Análise do jogo-treino: Kazim reclamão, Figueiredo nulo, Vilson com limitação e volantes com volume

Carille, comissão técnica e Alessandro acompanharam o jogo-treino

Carille, comissão técnica e Alessandro acompanharam o jogo-treino

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Na manhã fria desta quinta-feira, os jogadores reservas do Corinthians disputaram um jogo-treino contra o Atibaia, clube da Série A3 do Campeonato Paulista. A atividade no CT Joaquim Grava terminou sem gols, com alguns destaques negativos e positivos.

Walter; Warian, Vilson, Pedro Henrique, Moisés; Paulo Roberto, Camacho, Fellipe Bastos e Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto e Kazim. Essa foi a equipe que iniciou o jogo-treino, acompanhado de perto por Fábio Carille, auxiliares e até mesmo titulares, que haviam terminado seus trabalhos no campo ao lado.

Leia também:
Corinthians para em goleiro adversário e empata com o Atibaia em jogo-treino
Léo Santos sente incômodo, não treina e passa por tratamento no Corinthians
Carille destaca importância dos jogos-treino do Corinthians durante pausa no Brasileirão

Na segunda parte, Matheus Vidotto entrou na vaga de Walter, Paulo Roberto foi deslocado para a lateral direita, Warian se tornou zagueiro ao lado de Pablo, que também entrou na equipe. Rodrigo Figueiredo, por sua vez, ganhou chance como meia-armador.

A reportagem do Meu Timão acompanhou os 60 minutos de bola rolando - dois tempos de meia hora -, e traz agora uma análise individual de cada jogador.

Confira abaixo a análise do Meu Timão

Walter

Goleiro pouco apareceu durante o período em que atuou. Como o Atibaia pouco incomodou a defesa corinthiana, Walter foi uma espécie de telespectador de luxo. O camisa 27 ainda segue no aguardo de uma chance na equipe em jogos oficiais. Devido à lesão nas costas no início do ano, o goleiro demorou para ficar à disposição de Carille e, agora, aguarda chance.

Warian

Volante de origem, iniciou como lateral-direito na equipe corinthiana. Devido à falta de conhecimento da posição, preferiu subir pouco e se limitou a marcar. Na segunda parte do jogo-treino, o técnico Fábio Carille o colocou como zagueiro, no lugar de Vilson. Nas duas funções, demonstrou vontade e bom condicionamento físico, mas sem conseguir brilhar.

Vilson

Após passar por uma artroscopia no joelho esquerdo, o zagueiro tenta retomar a rotina de treinos intensos e partidas oficiais. No jogo-treino desta quinta-feira, porém, o defensor pareceu sentir incomodado com a parte física, demonstrando algumas limitações nos movimentos. É provável que fique ausente dos jogos oficiais por mais um período.

Apesar de recuperado, Vilson demonstrou limitações

Apesar de recuperado, Vilson demonstrou limitações

Rodrigo Vessoni

Pedro Henrique

Titular da equipe nos últimos jogos, devido às ausências de Pablo (em um primeiro momento) e Balbuena (mais recentemente), o zagueiro foi bem mesmo tendo participado do jogo-treino de quarta-feira contra a equipe Sub-20. Rápido e bem posicionado, conseguiu antecipar algumas jogadas e deu poucas chances aos adversários, que chegavam com pouco homens à frente.

Moisés

Um dos que mais buscaram as jogadas de ataque. Criou uma boa chance de gol ao chutar cruzado, mas a bola foi parar nas mãos do goleiro do Atibaia, que fez boa defesa. O lateral-esquerdo, porém, não esteve feliz nos cruzamentos. Kazim chegou a se irritar com ele, questionando a maneira que fez a bola ser levantada na área e até a velocidade da mesma. É possível ver a breve discussão no vídeo abaixo:

Paulo Roberto

Não teve dificuldade para fazer sua função defensiva devido ao adversário, que pouco chegada ao ataque. Poderia ter ido mais ao ataque, como fez em alguns nos jogos oficiais (Grêmio, no Sul, sempre será usado como exemplo). Na segunda parte, virou lateral-direito e, mais uma vez, preferiu fazer o feijão com arroz, sem subir e se expôr tanto.

Fellipe Bastos

Alto índice de passes certos, boa dinâmica e um dos destaques do jogo-treino. O volante teve seu desempenho defensivo facilitado devido à qualidade do Atibaia, isso é verdade. Mas, ofensivamente, conseguiu dar boa dinâmica à equipe. Não vem atuando porque Maycon, titular da posição, segue bem e não leva cartões amarelos nem vermelhos.

Camacho

Desta vez, atuou mais à frente, quase como um meia. E foi um dos que mais pegaram na bola, buscando as jogadas ofensivas e infiltrações. O volante, mais uma vez, demonstrou o por quê vem entrando com frequência na equipe de Fábio Carille. Tornou-se uma espécie de 12º titular do Corinthians ao longo da temporada. No jogo-treino, mais avançado.

Camacho foi um dos melhores da equipe no jogo-treino

Camacho foi um dos melhores da equipe no jogo-treino

Rodrigo Vessoni

Marquinhos Gabriel

Atuou aberto pelo lado direito, como costuma fazer na equipe de Carille nos jogos oficiais. Como é um dos reservas com mais ritmo de jogo, deu trabalho ao adversário com dribles e velocidade. O camisa 31 deve voltar para o banco de reservas no duelo com o Santos, já que Romero estará de volta à equipe após cumprir suspensão automática diante do Atlético-GO.

Giovanni Augusto

Não conseguiu aproveitar a fragilidade do adversário. Pela qualidade no drible que tem, poderia ter criado mais chances de gol. Sempre vigiado de perto pelos jogadores do Atibaia, deveria ter se movimentado mais para criar espaços e chances de gol para a equipe. Seguirá sendo opção no banco para Carille, mas atrás de Marquinhos Gabriel e Clayson

Kazim

Claramente está mais ansioso do que deveria em campo. Nem mesmo um jogo-treino minimizou esse problema. Tal ansiedade, em determinados momentos, acabou sendo transformado em raiva. E aí sobrou até para os companheiros. Moisés virou alvo de suas reclamações. Teve, ao menos, três chances de fazer gol. E não conseguiu.

Ansioso e reclamão, Kazim não foi bem mais uma vez

Ansioso e reclamão, Kazim não foi bem mais uma vez

Rodrigo Vessoni

Matheus Vidotto

Uma grande defesa após entrar no lugar de Walter. Salvou a equipe da derrota nos últimos minutos do jogo-treino ao parar o atacante do Atibaia, que saiu cara a cara e bateu no canto esquerdo. Vidotto atuou devido à lesão de Caíque França, que segue fora de combate. Neste momento, é o terceiro goleiro, atrás de Walter e, obviamente, Cássio.

Pablo

Entrou na segunda etapa, para dar descanso a Pedro Henrique que havia atuado também no jogo-treino contra a equipe Sub-20 do Corinthians. Sem trabalho e esforço para fazer seu jogo defensivo devido à fragilidade do Atibaia, que ficou mais preocupado em marcar e não levar gols. Não se destacou nos momentos em que foi ao ataque para ajudar na bola aérea ofensiva.

Rodrigo Figueiredo

Passes laterais e mais nada. Sem desenvoltura, sem velocidade nem ideias para quem jogou como meia-armador, sendo responsável pela criação das jogadas da equipe no jogo-treino. Uma atuação que demonstra por quê ainda não teve chance na equipe principal, principalmente em relação ao desejo de conquistar seu espaço entre os jogadores.

Veja mais em: Fábio Carille, CT Joaquim Grava, Vilson, Kazim, Rodrigo Figueiredo, Warian, Walter, Paulo Roberto, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel, Fellipe Bastos, Camacho, Pablo e Pedro Henrique.

Veja Mais:

  • Com bandeirões e muita festa, Fiel incentivou Timão no último treino aberto

    Corinthians abre à torcida último treino antes do jogo da taça

    ver detalhes
  • Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    ver detalhes
  • Volante pode seguir os passos de Arana, também revelado pelo Corinthians

    Por possível transferência, agente de Maycon viaja à Europa nesta semana

    ver detalhes
  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes