Ao menos três cargos já são disputados no Corinthians em caso de retorno de Andrés à presidência

Ao menos três cargos já são disputados no Corinthians em caso de retorno de Andrés à presidência

Por Meu Timão

Andrés Sanchez deve se candidatar à presidência do Corinthians mais uma vez

Andrés Sanchez deve se candidatar à presidência do Corinthians mais uma vez

Foto: Meu Timão / Rodrigo Vessoni

Os bastidores políticos do Corinthians já pegam fogo cinco meses antes da eleição que definirá o novo presidente do clube. De acordo com reportagem publicada pelo portal Uol nesta sexta-feira, ao menos três cargos já estão sendo disputados internamente no caso de Andrés Sanchez ser eleito novamente mandatário no Parque São Jorge.

Ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez vem sendo procurado por figurões da política alvinegra justamente para já programar sua equipe de diretores para o cenário mais otimista da situação: vitória do ex-mandatário e continuidade da chapa Renovação & Transparência no poder do clube pelo quinto mandato consecutivo.

Leia também:
Goleiro Felipe lamenta polêmicas em saída do Corinthians: 'Poderia ter feito diferente'
Corinthians pede adiantamento à FPF para evitar imbróglio com Receita Federal
'Carille vai ser o próximo técnico da Seleção', crava Andrés Sanchez na TV

Talvez duas das mais importantes funções abaixo da presidência em termos hierárquicos, os cargos de primeiro e segundo vice-presidentes são dois dos disputados prematuramente. Raul Correa, ex-diretor financeiro, e Jorge Kalil, atual vice, são os nomes fortes para assumir tais papéis em caso de eleição de Andrés Sanchez.

Uma terceira função já sondada no Parque São Jorge em caso de nova vitória da situação é a de diretor jurídico. Sérgio Alvarenga, que assumiu tal cargo justamente durante a primeira "passagem" de Andrés Sanchez pela presidência, é o mais cotado a tal diretoria, em cenário no qual voltaria a ser espécie de braço direito do presidente.

Em tempo: o período pré-eleitoral do Corinthians já conhece nomes fortes para o pleito. Até cinco figurões da política corinthiana já demonstraram interna ou externamente algum desejo de concorrer à próxima eleição: Andrés Sanchez, Antonio Roque Citadini, Romeu Tuma Júnior, Osmar Stábile e Fernando Alba.

Veja mais em: Andrés Sanchez, Diretoria do Corinthians e Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Romero foi bastante participativo no primeiro tempo, mas 'sumiu' na etapa final

    Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi expulso após dar solada no atleta adversário

    Fiel não perdoa, e Rodriguinho beira nota zero em eliminação do Corinthians na Argentina

    ver detalhes
  • Rodriguinho deixou El Cilindro sem conversar com a imprensa

    Rodriguinho pede desculpas ao elenco por expulsão, mas opta pelo silêncio na zona mista

    ver detalhes
  • Adauto falou com a imprensa na saída do estádio El Cilindro

    Diretor do Corinthians detona arbitragem na Argentina: 'Verdadeiros artistas'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes