Em evento na sede do Corinthians, Andrés Sanchez é 'intimado' a ser candidato em 2018

Em evento na sede do Corinthians, Andrés Sanchez é 'intimado' a ser candidato em 2018

Por Lucas Faraldo e Danilo Augusto

Jorge Kalil e Andrés Sanchez participam de evento no Parque São Jorge

Jorge Kalil e Andrés Sanchez participam de evento no Parque São Jorge

Foto: Meu Timão

Sede do Corinthians, o Parque São Jorge já vive atmosfera de corrida eleitoral. Neste sábado, durante evento com dois ex-zagueiros na Calçada da Fama do clube, o ex-presidente e provável candidato da situação para o pleito de 2018 Andrés Sanchez foi "intimado" para concorrer à próxima disputa presidencial.

Em resposta à reportagem do Meu Timão, presente no saguão do Parque São Jorge, o atual vice-presidente Jorge Kalil, aliado político não apenas do mandatário Roberto de Andrade como também de Andrés Sanchez, fez lobby pela candidatura deste como sucessor daquele.

"Quem trouxe Ronaldo Fenômeno? Quem construiu a nossa Arena? Vejo alguns aventureiros criticarem como vamos pagar a Arena. Como vamos pagar? Se nós não tivéssemos Arena, não estaríamos discutindo como pagar. Só estamos discutindo porque a temos. Temos a nossa casa. Pode falar que estou aqui fazendo política, mas é justiça", declarou o vice.

Leia também:
Por calote na Receita Federal, diretoria do Corinthians deve prestar explicações
Contratações à vista? Pablo fica? Planos para 2018? Roberto de Andrade fala

Chama atenção o fato de Kalil, assim como outros figurões da política corinthiana, já estar sendo cotado para assumir cargo na nova diretoria em caso de vitória de Andrés Sanchez na eleição do próximo mês de fevereiro. Especula-se que ele, ao lado do ex-diretor financeiro Raul Correa, assuma mais uma vez a vice-presidência do clube.

"O futuro do Corinthians, assim como o passado, precisa de alguém aguerrido, determinado e ele nunca falou para mim, mas estou falando desde já. Ele tem que ser o presidente do Corinthians na próxima gestão. E eu falo isso abertamente, pouco importa se disserem que estou fazendo política", discursou.

Em tempo: o período pré-eleitoral do Corinthians já conhece nomes fortes para o pleito além de Andrés Sanchez. Até quatro figurões da política corinthiana já demonstraram interna ou externamente algum desejo de concorrer contra o ex-presidente na próxima eleição: Antonio Roque Citadini, Romeu Tuma Júnior, Osmar Stábile e Fernando Alba.

Veja mais em: Parque São Jorge, Andrés Sanchez e Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Depois de quase deixar o Timão no início do ano, Rodriguinho não pensa em sair

    Rodriguinho 'esquece' Europa e evita pensar em Seleção: 'Outros estão na minha frente'

    ver detalhes
  • Reunião da comissão técnica deve vetar férias antecipadas no Corinthians

    Reunião da comissão técnica deve vetar férias antecipadas no Corinthians

    ver detalhes
  • Nesta quarta-feira, o Timãozinho perdeu o Dérbi por 1 a 0

    Corinthians é superado na Arena e decide título da Copa do Brasil Sub-17 fora de casa

    ver detalhes
  • Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    VÍDEO: Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes