Clayson marca no fim, e Corinthians busca empate heroico contra Cruzeiro no Mineirão

33 mil visualizações 482 comentários

Clayson marcou o gol corinthiano no Mineirão

Clayson marcou o gol corinthiano no Mineirão

Rodrigo Gazzanel /Agência Corinthians

O Corinthians conseguiu um heroico empate no fim de tarde deste domingo. Em jogo realizado no Mineirão, o Timão do técnico Fábio Carille buscou o placar de 1 a 1 diante do Cruzeiro, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O autor do tento foi Clayson, que já havia salvado a pátria alvinegra no último domingo, em clássico contra o São Paulo.

O autor do gol cruzeirense foi Rafinha, ainda no primeiro tempo. Nos minutos iniciais da etapa complementar, foi a vez de o Corinthians balançar as redes, mas a arbitragem errou ao anular gol de Balbuena alegando posição de impedimento do zagueiro paraguaio. Mas justiça seria feita: aos 38 minutos, em cobrança de pênalti, Clayson marcou e deixou tudo igual!

Com o resultado, o Corinthians viu sua vantagem na liderança cair dois pontos na rodada. Até a noite de sábado, o Timão tinha "gordura" de dez pontos para o vice-líder Santos. A equipe da Baixada Santista venceu o Palmeiras e, com o empate corinthiano, diminuiu para oito a distância para a primeira colocação. Veja a classificação completa aqui.

Vale lembrar que o Corinthians entrou em campo com uma alteração em relação ao time considerado ideal: o lesionado Jô deu lugar ao reserva imediato Colin Kazim. Assim, o Timão subiu ao gramado com: Cássio, Fagner (capitão), Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Kazim.

O Timão volta a jogar apenas no próximo dia 11, uma quarta-feira. Em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians recebe o Coritiba na Arena. Até lá, o torneio fica paralisado por conta das últimas duas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Primeiro tempo

O Corinthians, ao contrário do que geralmente acontece quando é visitante, foi quem dominou as ações na etapa inicial. O Cruzeiro deixou a posse de bola com os alvinegros para jogar nos erros do Timão. E a estratégia que se mostrou mais efetiva foi a celeste.

Em contra-ataque aos 19 minutos, Thiago Neves, Alisson e Diogo Barbosa realizaram envolvente triangulação pela esquerda, tirando Fagner para dançar. O lateral cruzeirense, então, acertou belo cruzamento na entrada da pequena área. Guilherme Arana deu bobeira, e Rafinha apareceu como um foguete para antecipar a marcação corinthiana e cabecear sem chances de defesa para o goleiro Cássio. Placar aberto a favor dos mandantes.

Em desvantagem no marcador, o Corinthians passou a pressionar ainda mais o Cruzeiro, trocando passes no campo de ataque e tentando abrir espaços no entorno da grande área rival. O problema foi a (falta de) criação de jogadas!

Carille até tentou modificar a equipe ao promover a inversão de Romero e Jadson, passando o atacante para a direita e o meia para a esquerda. Com a mudança, o paraguaio passou a dificultar a vida de Alisson. Ofensivamente, porém, não houve grandes resultados.

Vale ainda destacar que Jadson conseguiu achar duas enfiadas de bola, mas... Gabriel recebeu pela direita e chutou para defesa de Fábio; Kazim, em posição de impedimento, foi lançado, fez a movimentação de pivô e marcou um gol bem anulado pela arbitragem.

Segundo tempo

O Corinthians voltou do intervalo com uma substituição: Jadson saiu para a entrada de Marquinhos Gabriel, numa clara tentativa de Carille de colocar mais fogo no jogo. E a mudança surtiu efeito!

A equipe alvinegra iniciou a etapa complementar "elétrica". Logo aos três minutos, Maycon cobrou falta levantando a bola na grande área. Balbuena venceu os marcadores pelo alto e cabeceou para o fundo das redes. A arbitragem, agora de forma errônea, anulou o gol alegando impedimento. O cruzeirense Léo dava condição para o zagueiro paraguaio.

Balbuena estava em condição legal

Balbuena estava em condição legal

Reprodução/TV

Sem perder tempo reclamando com o árbitro, o Corinthians tratou de seguir no ataque. Marquinhos Gabriel "entortou" Lucas Romero com lindo drible e bateu para o gol. Fábio, seguro, realizou boa defesa.

Mantendo a busca pelo gol de empate, Rodriguinho tabelou com Kazim na entrada da área e encheu o pé no canto direito de Fábio. O goleiro, novamente, se esticou todo para espalmar.

Percebendo o bom momento do Corinthians no jogo, Carille decidiu lançar sua equipe ainda mais para o ataque: sacou o volante Gabriel e colocou o atacante Clayson em campo. Não demorou para também promover a terceira e última alteração: Camacho no lugar de Maycon.

A pressão corinthiana se manteve, e a recompensa veio aos 38 minutos: pênalti para o Timão após toque na mão do zagueiro Murilo em lance protagonizado por Kazim. Na cobrança, Clayson colocou a bola na marca da cal e bateu firme para empatar o duelo!

Nos minutos finais, Carille ainda fez questão de orientar sua equipe a manter a pressão no campo ofensivo em busca do gol da virada. Acabou não rolando... Mas valeu o esforço! O Timão volta para São Paulo com um importante (e bastante disputado) pontinho na bagagem.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Clayson.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Cruzeiro

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Sylvio

    Sylvio 5 comentários

    @sylvio.neto em

    Respeito o Jadson por tudo que fez na campanha de 2015 mas claramente o Clayson e o Marquinhos estão melhores e merecem mais a vaga de titular. Alô Carille, "time que está ganhando não se mexe" e esse não é nosso caso! Mexe nisso!

  • Foto do perfil de ELTON

    Ranking: 425º

    Elton 2745 comentários

    @hellton em

    A conta parece ter chegado, o que este time fez no primeiro turno é algo que a ciência precisa estudar, tendo em vista o limitado nível desse elenco. Não dar pra responsabilizar só a arbitragem, o time não jogou nada assim como não vem jogando a muito tempo.

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Ramon

    Ranking: 22º

    Ramon 22832 comentários

    482º. @ramon.felipe1 em

    Personalidade na cobrança.

  • Publicidade

  • Foto do perfil de Luis

    Ranking: 978º

    Luis 1479 comentários

    481º. @luis.bruce em

    Coisa mais chata no futebol é o MIMIMI, tanto dos antis quanto dos "nossos". A arbitragem errou no lance do Balbuena como poderia ter errado na mesma situação em qualquer partida, posto que foi um erro milimétrico, humano, que todos os torcedores só tiveram convicção depois de ver e rever dezenas de vezes nos replays televisivos, coisa que o juiz e o bandeira não têm à disposição. Foi muito diferente do impedimento vergonhoso marcado contra o Flamengo ou da mão malandra do Jô contra o Vasco. Erros contra e a favor se sucedem em todo campeonato de pontos corridos e, no final, vence sempre o time mais regular. O XIS da questão não foi a arbitragem, foi o time não ter chutado uma bola no gol no primeiro tempo e suar pra arrancar um empate de um time que jogou na quarta, tomou todas, foi pra balada, não treinou nesse curto intervalo e estava pregado no segundo tempo. Tudo indica que levantaremos a taça, mas o futebol desse segundo turno é lamentável!

  • Foto do perfil de Ériton

    Ranking: 6665º

    Ériton 218 comentários

    480º. @erg.2005 em

    Empate heroico contra um time tradicionalmente fregues e ainda por cima cachaçado...nao entendi. Deve ser porque jogamos um a menos, deve ser.

  • Foto do perfil de Dativo

    Ranking: 2877º

    Dativo 586 comentários

    479º. @coutinho22 em

    Carille vai entregar o título por causa das tais convicções, é a mesma palhaçada todo o jogo, o time se mata pra conseguir chutar uma bola que seja no gol, todo jogo a mesma coisa, só troca 6 por meia duzia, eu acredito que você só deve mudar algo, se esse algo está dando certo, agora se lá atrás deu e já ficou claro que não da mais, mude antes que seja tarde, eu prefiro perder tentando fazer alguma coisa pra melhorar, do que morrer abraçado com um cisma ou teimosia, perder por omissão nunca, se você tem a oportunidade de fazer algo pra melhorar o time, faça depois que o título for embora, não adianta chorar

  • Foto do perfil de Vindelino

    Ranking: 700º

    Vindelino 1896 comentários

    478º. @vindelino em

    Cássio
    Fagner Pablo Ballbuena Arana
    Gabriel
    Clayson Rodriguinho M. Gabriel Romero

  • Foto do perfil de Barney

    Barney 26 comentários

    477º. @barneyvf em

    Vamos voltar a ganhar Coringão... Assim não dá... Vamos ficar falando segue o líder até quando..? Kazin não dá né? Jadson volta a jogar bola... PQP...

  • Foto do perfil de ALMIR

    Ranking: 1957º

    Almir 844 comentários

    476º. @buzaomylove em

    Com muitos problemas assim a escalação é ótima é o que tem disponível no elenco
    contra um time que está na zona do rebaixamente acho que tem condições de ganhar.
    Quero deixar minhas analises quanto ao desempenho e rendimento técnico do time o que está acontecendo é normal os resultados que estão pesando na balança com certeza são os 2 (dois) jogos em casa os 6 (seis) pontos perdidos contra o Altécio GO e Vitória BA isto está pesando no aspecto psicológico tem que recuperar estes pontos perdidos fora de casa onde tem jogos dificeis contra BAHIA, BOTAFOGO, PONTE PRETA, ATLÉTICO PR, Flamengo, SPORT são jogos que a partir de agora vão definir o que as equipes vão buscar.
    Mas vamos com fé o turno terminou com a vantagem do Timão com 8 (oito) pontos e atualmente a vantagem continua com 8 pontos só mudou o adversário o Santos
    Vai timãoooooooooooo

  • Foto do perfil de JOSE

    Ranking: 7288º

    Jose 194 comentários

    475º. @jolugri em

    Outro jogo ruim, mas o resultado foi bom. O time não anda. O que aconteceu com o time do primeiro turno, preciso, paciente, mortal? Jadson, Rodriguinho, Maycon e Romero dispersos. Arana sumiu. A marcação ficou ineficiente. Contra o Coritiba temos de ganhar. De 36 pontos que restam, temos de fazer 20. Temos seis jogos em casa. Vai Corinthians!

x