Mendoza volta aos tempos de Corinthians e revela mágoa com atitude de Tite

Mendoza volta aos tempos de Corinthians e revela mágoa com atitude de Tite

Por Meu Timão

Mendoza não conseguiu deslanchar no Corinthians; contrato vai até o fim do ano que vem

Mendoza não conseguiu deslanchar no Corinthians; contrato vai até o fim do ano que vem

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Stiven Mendoza, depois de muito insistir na permanência no Corinthians, hoje vive uma nova fase na carreira. Emprestado ao Bahia, o atacante colombiano voltou no tempo durante entrevista concedida ao site da ESPN e publicada nesta quinta-feira. Ao tempo em que vestia a camisa alvinegra. Mais precisamente, ao tempo em que se decepcionou com Tite.

Antes de qualquer coisa: Mendoza não é doido! O colombiano tem noção de que Tite foi o melhor técnico com quem trabalhou em sua carreira (ao menos até o momento). Inclusive falou isso ao rasgar elogios ao atual treinador da Seleção Brasileira:

"Ele é um grande profissional e o melhor treinador que já tive na carreira. Um cara muito inteligente, quando ficávamos no banco ele falava com você e pedia sua opinião. Se você falar assim: ‘Nosso time está faltando aquilo’. Ele vai lá e faz. É como se você fosse auxiliar dele. Se não dá certo, ele pensa outra forma de montar o time. Ele me ajudou demais na minha carreira, ele falava o quase o tempo todo na minha carreira. É um cara muito qualificado", descreveu Mendoza, lembrando a relação de proximidade de Tite com o elenco.

Leia também:
Diretor do Bahia admite sondagens por meia; Corinthians de olho em contratação
Em enquete, Fiel opina sobre quais emprestados devem ganhar chances no Corinthians
Mendoza justifica insucesso no Corinthians, vibra com boa base e traça planos

Mendoza, contudo, guarda com tristeza um episódio de mágoa protagonizado com Tite. Em 2015, antes de ser negociado por empréstimo com o Chennaiyin (Índia), o atacante chegou a engatar uma sequência na equipe principal então comandada pelo treinador multicampeão. Na ocasião, Emerson Sheik havia acabado de se transferir ao Flamengo. O Timão que viria a ser hexacampeão ainda não tinha uma equipe titular definida.

"Foi um momento difícil. Eu virei titular depois que o Sheik saiu para o Flamengo. Fiz alguns jogos e saí do time. Se você falasse com qualquer jogador do time, o Tite te falaria: 'Você não vai jogar por isso'. Ele te justifica. Mas naquela vez foi diferente. Ele me tirou do time e nem falou comigo. Ele precisa falar toda vez que te tira do time? Claro que não. Mas ele é um cara que sempre fazia isso. Não entendi o porquê desta situação", recordou Mendoza.

Mendoza se tornou um dos destaques do Bahia no Brasileirão

Mendoza se tornou um dos destaques do Bahia no Brasileirão

Divulgação/Bahia

"Como jogador a gente pensa em melhorar cada dia mais. Desta vez, eu não consegui saber com ele o que precisava melhorar. A gente precisa de uma adaptação. Eu achei que estava adaptado. Se faltava alguma coisa acho ele poderia ter me falado. Me tirou do time, fiquei triste demais porque tinha trabalhado desde janeiro para ser titular do Corinthians e mostrar meu futebol", acrescentou.

Chateado com a postura de Tite, Mendoza decidiu juntar suas coisas e partir de volta ao futebol indiano, dessa vez por empréstimo. Foi no Chennaiyin que ele já havia se destacado em 2014, quando entrou na mira do Corinthians em negócio conduzido por Andrés Sanchez.

"Antes de sair, o Tite ainda falou: ‘Não vai que eu vou precisar de você. Fica aí e espera tua oportunidade de novo’. Mas eu fui embora", disse, se referindo à ida por empréstimo à Índia.

Vale lembrar que em 2016, quando Tite ainda era o treinador do Corinthians, Mendoza novamente não foi aproveitado e acabou transferido ao New York City, dos Estados Unidos. O atacante voltou ao Timão no último mês de janeiro, tentou mostrar serviço para Fábio Carille, mas acabou se transferindo ao Bahia após perceber que não teria chances no Timão em 2017. O contrato do atleta com o clube do Parque São Jorge expira em dezembro de 2018.

Veja mais em: Mendoza, Jogadores emprestados e Tite.

Veja Mais:

  • Timão conquistou Paulistão sobre a Ponte Preta; times voltam a se enfrentar logo na abertura de 2018

    Corinthians e Ponte Preta reeditam final na abertura do Paulistão 2018; veja a tabela

    ver detalhes
  • Os 10 momentos mais marcantes do Hepta

    VÍDEO: Os 10 momentos mais marcantes do Hepta

    ver detalhes
  • Alessandro Nunes e Roberto de Andrade são responsáveis por formar elenco de 2018

    Presidente do Corinthians estabelece número ideal de contratações para 2018 e promete time forte

    ver detalhes
  • Timão encara o arquirrival Palmeiras na ida da final da Copa do Brasil

    Com entrada gratuita, Arena Corinthians recebe decisão do Sub-17

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes