Corinthians divulga nota oficial sobre confusão em eleição e diz que quer invasores punidos

Corinthians divulga nota oficial sobre confusão em eleição e diz que quer invasores punidos

Por Meu Timão

27 mil visualizações 154 comentários Comunicar erro

Confusão no Parque São Jorge acabou com a presença da polícia no local

Confusão no Parque São Jorge acabou com a presença da polícia no local

Foto: Rafaela de Oliveira/Meu Timão

O Corinthians divulgou uma nota oficial no início da tarde deste domingo lamentando a confusão ocorrida na eleição do Parque São Jorge neste sábado. Após o resultado do pleito, que elegeu Andrés Sanchez como o novo presidente do Timão, uma grande confusão se formou no ginásio do clube alvinegro. O novo mandatário precisou ficar escondido dentro de um banheiro, a polícia foi acionada e ele ainda deixou o local escondido.

Leia também:
Cobrança por reforços, receio e 'novo Eurico': veja a reação da Fiel à eleição de Andrés Sanchez
Novo diretor, contratações e Arena: a primeira entrevista de Andrés reeleito no Corinthians

No texto, o clube lamenta o ocorrido e diz esperar que, com a ajuda das imagens feitas pela imprensa, os responsáveis por toda a confusão sejam identificados. Apesar disso, a nota não deixa claro se o Corinthians efetivamente fará algo para ajudar na identificação e punição dos culpados.

A nota ainda diz que o presidente Andrés Sanchez ligou para o repórter Flávio Ortega, dos canais ESPN. O jornalista e sua equipe foram agredidos por torcedores durante a confusão na tarde deste domingo.

Por conta do ocorrido, Andrés Sanchez falou rapidamente com a imprensa após a vitória. Uma coletiva oficial está marcada para terça-feira, quando, enfim, o deputado federal falará oficialmente como presidente do próximo triênio do Corinthians.

Confira a nota oficial divulgada pelo Corinthians na íntegra

O Sport Club Corinthians Paulista lamenta profundamente o episódio ocorrido após a apuração da eleição para Presidente e Conselheiros que aconteceu no sábado (03 de fevereiro de 2018).

O clube que contava com um corpo de segurança especialmente montado para a eleição comunicou todas as autoridades solicitando policiamento para o dia do evento.

O presidente Andrés Sanchez, que assumiu o cargo após a eleição, ligou pessoalmente ao repórter Flávio Ortega dos canais ESPN, se desculpando pelo fato e lamentando o ocorrido.

Como o acontecimento foi público e com vasto material colhido pela imprensa, o Corinthians espera que os invasores sejam identificados e punidos pelas autoridades.

O Sport Club Corinthians Paulista também espera que situações como essas não se repitam.

Veja mais em: Eleições no Corinthians e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • 'Quase herói' contra Cruzeiro, Pedrinho pode ganhar chance como titular diante do Vitória

    Corinthians se reapresenta com reservas e pode ter três mudanças para jogo contra Vitória

    ver detalhes
  • Will Dantas (à dir.) ao lado de Pedrinho, jogador do Corinthians

    Agente volta atrás e nega divergência com Corinthians sobre Pedrinho

    ver detalhes
  • Corinthians terá nove 'finais' no Brasileiro para terminar temporada de forma digna

    Análise: Corinthians demonstra limitações e é vice na Copa do Brasil; equipe liga sinal de alerta

    ver detalhes
  • Corinthians vem de derrota para o Santos no Brasileirão

    Em seu pior turno na história, Corinthians mira nove finais para evitar tragédia no Brasileiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes