Corinthians resolve no primeiro tempo, vira contra Bragantino e vai às semifinais do Paulistão

Corinthians Corinthians 2 x 0 Bragantino Bragantino

Paulista 2018

Corinthians resolve no primeiro tempo, vira contra Bragantino e vai às semifinais do Paulistão

38 mil visualizações 654 comentários Comunicar erro

Maycon comemora golaço diante do Bragantino na Arena

Maycon comemora golaço diante do Bragantino na Arena

Foto: Reprodução/Premiere

Atual campeão estadual, o Corinthians está classificado às semifinais do Campeonato Paulista. A equipe de Fábio Carille bateu o Bragantino por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, na Arena Corinthians, em Itaquera. Os gols alvinegros foram marcados por Sidcley e Maycon.

O Timão entrou pressionado no embate, já que havia perdido a partida de ida, no Pacaembu, pelo placar de 3 a 2. Somente uma vitória por dois gols de diferença classificaria os donos da casa ao fim dos 90 minutos.

Mas o Corinthians liquidou a fatura já nos primeiros 45. Sidcley abriu o placar em finalização cruzada – com contribuição generosa do zagueiro Guilherme Mattis, é verdade. Depois, Maycon, a exemplo de Pedrinho na ida, acertou belo chute de fora da área e ampliou.

Assim como no primeiro jogo, o Corinthians não contou com Jadson em Itaquera. O camisa 10 sequer estava relacionado por inflamação muscular. Outra ausente foi Fagner, a serviço da Seleção Brasileira na Rússia.

Apesar dos desfalques, Fábio Carille promoveu outras mudanças na equipe para o confronto de volta. Três considerados reservas ganharam chance na decisão: Ralf, Mateus Vital e Júnior Dutra.

A escalação do Corinthians, portanto, tinha Cássio, Guilherme Mantuan, Balbuena (capitão), Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Mateus Vital, Rodriguinho e Clayson; Júnior Dutra.

Carille confirma escalação com quatro mudanças e Matheus no banco

Meu Timão

Já o Bragantino foi mesmo do duelo no Pacaembu. Sob o comando de Marcelo Veiga, era formado por Alex Alves, Diego Macedo, Guilherme Mattis, Lázaro e Fabiano; Adenilson, William Schuster e Vitinho; Danilo Bueno, Léo Jaime e Matheus Peixoto.

Com a classificação confirmada, o atual campeão paulista enfrentará o rival São Paulo nas semifinais. O Majestoso de ida acontece já neste domingo, às 16h, provavelmente no Morumbi, enquanto o segundo e decisivo clássico está marcado para quarta-feira, às 21h45, novamente na Arena Corinthians.

O jogo

Pressa sim, afobação não! O Corinthians sabia o tamanho do desafio que estava em seu caminho: bater o organizado Bragantino de Marcelo Veiga por ao menos dois gols de vantagem, cenário que faria o time de Carille se classificar às semifinais do Estadual sem necessidade de disputa de pênaltis.

Sendo assim, nada de esperar o Bragantino no campo de defesa. A principal arma do Timão nos minutos iniciais estava na dobradinha Clayson-Sidcley. Responsável pelo lado esquerdo, a dupla buscava tabelas e dava profundidade aos donos da casa, desfalcados por Fagner, convocado.

A equipe corinthiana trabalhava a bola de um lado para o outro, dos zagueiros aos atacantes, mas custava a dar trabalho ao goleiro Alex Alves, sequer incomodado. Aos 28 minutos, após bela jogada individual de Ralf pela direita, Júnior Dutra chegou a ter a chance de abrir o placar em seus pés, mas isolou na pequena área.

O gol perdido de Dutra precedeu o primeiro do Corinthians na noite. Sidcley recebeu passe longo de Ralf na esquerda, avançou em velocidade e bateu cruzado. Guilherme Mattis, zagueiro do Bragantino, tentou interceptar o arremate e evitar o gol certo, mas acabou desviando para dentro da própria meta. 1 a 0.

Assista ao gol de Sidcley

O Timão manteve a pressão ofensiva nos minutos finais e não demorou a marcar o segundo. Méritos a Maycon, que acertou linda finalização de fora da área, sem chances de defesa para Alex Alves. Antes mesmo do intervalo, o Corinthians já possuía vantagem suficiente para avançar à próxima fase no tempo normal.

Veja o golaço de Maycon

Como esperado, o Timão esfriou os ânimos e tirou o pé do acelerador no começo do período complementar. A proposta era evidente: chamar o Bragantino para seu campo e contra-atacar em velocidade.

Só que o time de Marcelo Veiga estava disposto a aprontar na Arena e por pouco não diminuiu com Lázaro, que subiu livre de cabeça e assustou Cássio & Cia. Diante disso, Carille rapidamente se virou para o banco de reservas e mandou a campo Pedrinho, xodó da Fiel e destaque no jogo de ida.

A essa altura, o Bragantino, afora um escanteio ou outro, não dava indícios de reação diante de um Corinthians já não tão preocupado em atacar. O técnico do Timão promoveria uma segunda alteração, Mateus Vital por Romero, a fim de buscar o terceiro gol e não dar margem ao perigo – um único tento dos visitantes levaria a decisão para as penalidades máximas.

Só que não havia tempo para mais nada, e os mais de 32 mil corinthianos que foram à Arena viram a equipe alvinegra eliminar o Bragantino e ir às semis do Estadual.

Que venha o São Paulo!

Veja mais em: Crônica, Campeonato Paulista, Maycon e Sidcley.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes