Carille volta a ser opção para treinar o Corinthians em 2019; entenda a situação

Carille volta a ser opção para treinar o Corinthians em 2019; entenda a situação

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni

73 mil visualizações 830 comentários Comunicar erro

Fábio Carille foi heptcampeão brasileiro pelo Corinthians em 2017

Fábio Carille foi heptcampeão brasileiro pelo Corinthians em 2017

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

A possibilidade de Fábio Carille retornar ao Corinthians no início de 2019 não era cogitada nem pelo mais otimista adorador do treinador. Porém, a chance reacendeu após uma reaproximação de Andrés Sanchez com um dos empresários do técnico, Paulo Pitombeira. Os dois haviam entrado em conflito na época da ida de Carille para a Arábia. A informação foi divulgada nesta quarta-feira pelo apresentador Benjamin Back, dos canais Fox Sports, e confirmada pela reportagem do Meu Timão.

Pessoas próximas ao mandatário do clube garantiram ao Meu Timão que, caso o treinador opte por abrir mão do seu alto salário no Al Wehda, o Corinthians tentará recontratá-lo. "Se ele quiser voltar ao Brasil, vamos conversar", garantiu essa pessoa influente no Parque São Jorge.

A multa rescisória de Carille no Al Wehda é de 700 mil dólares (cerca de R$ 2,7 milhões). O valor não é visto como problema por nenhuma das partes. O treinador inclusive acena ao Corinthians como prioridade em caso de confirmação do retorno ao futebol brasileiro.

O clube está disposto a fazer de Carille um dos melhores salários de um treinador no Brasil, atrás apenas de Felipão (Palmeiras) e Renato Gaúcho (Grêmio). Seus vencimentos anteriores no clube, na casa dos R$ 350 mil, seriam melhorados de maneira substancial.

Carille ainda teria a liberdade de escolher os profissionais com quem deseja trabalhar na sua comissão técnica, inclusive aqueles que deixaram o clube para acompanhá-lo na Arábia Saudita.

O treinador deixou o Corinthians no mês de maio ao aceitar proposta do Al Wehda, da Arábia Saudita. Carille recentemente alegou problemas pessoais e internos do clube alvinegro para justificar sua saída. Houve atrito com o presidente Andrés Sanchez na época, que chegou a deixar no ar a possibilidade de revelar "o porquê de o treinador querer ir embora".

Em meio ao apaziguamento, o empresário revelou ao mandatário do Corinthians insatisfação de Fábio Carille no Al Wehda. Parte das promessas feitas pelos sauditas ao treinador ainda não foram cumpridas um semestre após a assinatura do contrato. A equipe é somente a quinta colocada no campeonato local, com quatro vitórias, três empates e duas derrotas.

Fábio Carille foi auxiliar-técnico do Corinthians de 2009 a 2016. Assumiu a equipe já na pré-temporada de 2017 e comandou um dos trabalhos mais eficientes dos últimos tempos no clube, engatando dois títulos estaduais e um nacional em menos de um ano e meio.

Atual treinador do Corinthians, Jair Ventura vem sendo bancado publicamente pela diretoria para a próxima temporada, mas internamente a continuidade do técnico é tida como incerta.

Veja mais em: Fábio Carille, Andrés Sanchez, Jair Ventura e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Sornoza será jogador do Corinthians em 2019, salvo improvável problema médico

    Sornoza agenda exames e deve assinar com Corinthians nesta quarta

    ver detalhes
  • Hoje técnico da Seleção Brasileira, Tite é também ídolo do Corinthians

    Seleção Brasileira confirmada! Arena Corinthians conhece jogos que sediará na Copa América 2019

    ver detalhes
  • Fiel aprova negociações com trio que pode chegar ao Timão para o ano que vem

    Fiel opina sobre jogadores que ainda podem chegar ao Corinthians para 2019

    ver detalhes
  • Em 2017, Timão caiu nas oitavas da Sul-Americana para mesmo o Racing

    Conmebol sorteia primeira fase da Copa Sul-Americana, e Corinthians revê Racing

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes