Oposição do Corinthians reivindica documentos à diretoria antes de votar orçamento 2019

Oposição do Corinthians reivindica documentos à diretoria antes de votar orçamento 2019

5.9 mil visualizações 44 comentários Comunicar erro

Grupo de oposição cobra de Andrés maiores informações sobre as contas do Corinthians

Grupo de oposição cobra de Andrés maiores informações sobre as contas do Corinthians

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Oposicionista à administração de Andrés Sanchez, o Movimento Corinthians Grande reivindica o recebimento de determinados documentos do clube antes da reunião ordinária do Conselho Deliberativo marcada para a próxima terça-feira, às 19h, no Parque São Jorge. O grupo entende que necessita de mais informações sobre as finanças do Timão antes de votar a previsão orçamentária de 2019. Os principais números foram divulgados pelo Meu Timão na última quarta-feira.

O MCG entende ser obrigatório o envio de ao menos cinco documentos por parte da diretoria corinthiana para então poder aprovar ou não o orçamento do ano que vem. São eles:

  • balancete da Arena Itaquera S.A., relacionado ao exercício financeiro do ano de 2018 até o mês de setembro de 2018, com projeção até o mês de dezembro de 2018;
  • relatório da Administração com plano de redução do déficit do clube social;
  • posicionamento referente à finalização das obras referentes ao Centro de Treinamento da base para o ano de 2019;
  • apresentação detalhada das ações e resultados do Marketing do Corinthians até o momento;
  • apresentação das regras e procedimentos referentes à distribuição e venda de ingressos dos jogos e eventos realizados na Arena, incluindo as regras pertinentes aos conselheiros, diretores, assessores e demais beneficiários.

Em publicação feita nas redes sociais neste sábado, o grupo oposicionista explica que alguns membros do Conselho Deliberativo receberam parte do material reivindicado no início da semana. Ainda assim, “deixaram de ser enviadas informações fundamentais para a correta análise do orçamento e das contas”, alerta o MCG.

Leia também:
Corinthians mira alto em direitos de TV, mas especialista alerta para risco a partir de 2019
Nova gestora da Arena Corinthians é definida um ano e meio após renúncia da BRL Trust
Corinthians e Caixa encaminham acordo temporário por parcela reduzida da Arena

O Corinthians deve fechar 2018 com déficit de R$ 26,3 milhões, mesmo embolsando R$ 70,7 milhões líquidos em venda de jogadores (valor bruto ajustado é de R$ 110 milhões). Para 2019, a expectativa do clube é obter superávit de R$ 650 mil.

Participam da votação do orçamento os Conselhos Deliberativo, Fiscal e de Orientação do Timão. O encontro ocorreria inicialmente na terça-feira passada, mas foi postergado para 11 de dezembro.

Veja ainda: as promessas jamais cumpridas por Andrés Sanchez

Veja mais em: Andrés Sanchez, Diretoria do Corinthians e Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Treinador Fábio Carille durante treino desta segunda-feira no CT Joaquim Grava

    Carille aumenta números monstruosos e reforça marca: é o rei dos clássicos no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians recebe o Avenida pela Copa do Brasil na Arena

    Copa do Brasil, Paulistão e jornada dupla no vôlei: a agenda do Timão na semana

    ver detalhes
  • Gustagol fez o segundo do Corinthians e recolocou a equipe à frente do placar contra o São Paulo

    Corinthians vence São Paulo com gols de Gustavo e Manoel e mantém supremacia de meia década

    ver detalhes
  • Chicão compareceu à inauguração do novo camarote da Arena Corinthians

    Chicão repensa planos de se tornar técnico e explica receio; cargo diretivo segue como opção

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes