Trio de reforços ganha ajuda 'extra' de companheiros no primeiro dia de trabalho no Corinthians

7.2 mil visualizações 26 comentários Comunicar erro

Elenco do Corinthians se reapresentou no CT Joaquim Grava nesta segunda-feira

Elenco do Corinthians se reapresentou no CT Joaquim Grava nesta segunda-feira

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

No dicionário, a palavra "cicerone" quer dizer: "pessoa que mostra e explica a visitantes ou a turistas os aspectos importantes ou curiosos de determinado lugar". Pois foi exatamente isso que alguns jogadores mais antigos de Corinthians fizeram com Luan, Cantillo e Davó nas primeiras horas no CT alvinegro.

O trio de novatos, que trabalhou pela primeira vez no Centro de Treinamento Joaquim Grava, foi ciceroneado por novos-velhos companheiros. Luan foi ajudado por Ramiro, enquanto a língua (espanhol) fez com que Boselli colaborasse com Cantillo. Já a idade fez com que Davó, de apenas 20 anos, ficasse mais próximo de outros jovens, como Carlos Augusto, de 21 anos.

Leia também:
Tempo curto e pressão no Paulista: Tiago Nunes se diz preparado para início de ano
Mesmo na lateral, Avelar teve 'números de zagueiro' e igualou Gil em desarmes
Cássio passa por exames e não tem fratura diagnosticada; saiba tempo de recuperação

Carlos Augusto e Davó durante atividade no campo

Carlos Augusto e Davó durante atividade no campo

Rodrigo Vessoni / Meu Timão

A velha-nova parceira rolou desde o início, quando os jogadores se reuniram para um almoço por volta do meio-dia. Na sequência, mais proximidade durante a palestra de Tiago Nunes, que se apresentou e foi apresentado ao grupo. E, claro, dentro de campo, na execução dos primeiros exercícios com e sem a bola.

A parceria mais forte, sem dúvida, foi de Luan e Ramiro, que trabalharam nada menos do que cinco anos em Porto Alegre. O volante chegou ao Grêmio em 2014, quando o meia-atacante já estava no elenco principal. A convivência terminou no fim de 2018, quando Ramiro se transferiu para o Parque São Jorge.

Vale lembrar que outros jogadores trabalharam no CT do Corinthians após um longo período, mas estavam apenas de volta ao ambiente que já fez parte de suas vidas. A readaptação, sem dúvida, será mais fácil. São os casos de Pedro Henrique, Camacho, Richard e André Luis.

Ramiro e Luan trabalharam juntos no Grêmio

Ramiro e Luan trabalharam juntos no Grêmio

Reprodução

Veja mais em: Luan, Ramiro, Carlos Augusto, CT Joaquim Grava, Mauro Boselli, Victor Cantillo e Matheus Davó.

Veja Mais:

  • Elenco hoje conta com 27 nomes para a lista A do Paulistão

    Corinthians volta ao Brasil com lista de inscritos do Paulistão 'sem vagas' para novos jogadores

    ver detalhes
  • Elenco Sub-23 do Corinthians teve seus números definidos para disputa de amistosos no Japão

    Corinthians divulga lista de jogadores e numeração para amistosos do Sub-23 no Japão; veja detalhes

    ver detalhes
  • Corinthians sofreu virada e perdeu a Florida Cup

    Corinthians começa bem, mas sofre virada de colombianos e fica sem o título da Florida Cup

    ver detalhes
  • Victor Cantillo comandou as ações ofensivas e defensivas do Timão no jogo

    Fiel escolhe Cantillo como melhor em campo na derrota do Corinthians; atacante beira o zero

    ver detalhes
  • Ramiro foi um dos mais elogiados pelo desempenho na Florida Cup

    Saldo da Florida Cup, bronca com reservas e gringo em alta: Fiel repercute derrota do Corinthians

    ver detalhes
  • [Rodrigo Vessoni] Vendo esse lance... eu pergunto a você, corinthiano: está preparado para esperar a

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: