Gestão da Arena Corinthians

Fórum do Corinthians
Tópico Lendário Entenda as regras

Roberto @beto72 em 01/09/2017 às 00:11

“Em momentos de crise, só a imaginação é mais importante que o conhecimento.” Albert Einstein

Para não ser leviano (ou ser processado), vou considerar a gestão Corintiana somente como ineficiente. Esclarecido isso, acredito que o Corinthians perde muito por ter sua imagem atrelada a uma série de situações nebulosas, que afasta as parcerias sérias e bloqueia o imenso potencial do clube. A torcida sabe bem do que estou falando.

Mas vamos a algumas considerações:

1. Clube social (Parque São Jorge)

Apresentou 24 milhões de déficit em 2016[1]. Rombo recorrente nos balanços corintianos.

Se observarmos os gastos com pessoal somam 28 milhões. Certamente os esportes amadores, futsal, basquete, futebol feminino, além do pessoal para a gestão da estrutura do clube social estão englobados nestes custos.

Em comparação, um Clube como o Círculo Militar de Campinas, com 8.000 associados, uma estrutura social similar, em área bem maior e em excelentes condições, arrecada e gasta algo em torno de R$ 15 milhões de reais/ano. Uns dirão que em Campinas, há um custo menor e sem esporte amador forte gerando gastos.

Então vamos a outra comparação (alerta, vai doer na alma!): nosso arquirrival Palmeiras arrecada R$ 58 milhões (o dobro da arrecadação do Timão) na área social e gasta R$ 56 milhões. Superavitário em R$ 2 milhões.

Nesse caso, a ação necessária é equilibrar receitas e despesas da área social, a todo custo. Reduzir as atividades acessórias ao clube social, como esportes amadores, à exceção das operações autossustentáveis.

Vamos ao que representa o déficit do Clube Social: 20 anos de déficit totalizam R$ 480 milhões, o que representa 50% do valor inicial da Arena.

2. Manobra patrimonial

Muitos podem não concordar. Mas temos dois estádios. Um sem uso, uma vez que nem as categorias de base utilizam mais o Alfredo Schüring, vulgo “Fazendinha”. E outro é um gigante que precisa ser pago.

O São Paulo vendeu o Canindé para a Portuguesa. O Grêmio entregou o Olímpico como parte do pagamento da sua Arena.

Nossa Fazendinha tem uma área total de 36.000 m2, em uma área com preço de R$ 3.000,00/m2, com um valor de R$ 109 milhões [4].

3. Arena Corinthians

Além do futebol

Construída para ser multieventos e gerar renda no patamar de R$ 120 milhões, mas nunca foi explorada nem perto do planejado inicialmente. Colocar uma equipe profissional para fomentar e vender os espaços para eventos variados é fundamental. Além dos previstos e não executados, poderíamos ter MMA, UFC, Games, eventos particulares e empresariais, torcida acompanhando jogos do Corinthians fora de casa, mensagens no telão, hotel, além de centenas de ideias que não irei me alongar nesse post. Sempre com gente profissional. Mas tem crise. Tem! Mas vamos sair da crise. E com crise o Palmeiras vendeu Naming e camarotes. Não vendemos por incompetência.

O uso intenso da arena valoriza o aluguel dos espaços e o uso do estacionamento. A Arena tem que funcionar todos os dias, com eventos os mais variados. Atender a ZL, atender grandes eventos.

Custo da obra

Embora os catastrofistas apelem para o valor futuro, embutindo juros e correção monetária para majorar o problema, e também considerando ser difícil acreditar em cálculos passados pela Diretoria, vamos computar o custo do Estádio como R$ 970 milhões.

Do valor acima deverá ser abatido o resultado do auditoria, que apontou uma parte da obra prevista que seria algo em torno de 150 milhões de reais [7].

Naming Rights

O famigerado Naming Rights parece cada vez mais distante. Perdemos o timing, a crise realmente dificulta, mas o componente escândalos, credibilidade e gestão deficiente também pesa. Investir R$ 300 milhões sem muitas garantias e com risco de aparecer nas páginas policiais não é das coisas mais atraentes. Pela necessidade de abater dívida, seria interessante oferecer essa propriedade casada com espaço na camisa, nomes de setores, camarotes e disponibilidade para eventos na arena, tornando o valor agregado mais atraente para empresas. Um valor inicial maior, mesmo tendo um prazo menor e um custo final menor se torna interessante na medida que reduziria o pagamento de juros. Um acordo de 250 milhões, com prestações maiores nos primeiros de 10 anos seria interessante.

Bilheteria

A capacidade da Arena é de 49.600 lugares. Temos uma média de público excelente de 32.000 pagantes [5]. E um potencial de vender 17.600 cadeiras ociosas adicionais a um preço médio de R$ 52,00. Promover esses ingressos em programas de milhas, a exemplo do que já ocorre no Km de vantagens, ou vendido ao varejo por um valor abaixo do valor de face para ser ofertado em brindes associados a vendas de produtos, disponibilizar para agências do interior, etc. Conseguir 8.000 ingressos (45% do disponível), a R$ 40,00,39 jogos/ano, perfaz 12 milhões.

Estacionamento

3.000 lugares. 365 dias por ano. Potencial de 10 milhões brutos por ano. Basta não entregar na mão da OMNI. [8]

CIDs

Vender os CIDs para empresas, casado com ações na Arena e publicidade interna. São 470 milhões em valores atualizados. [9]

Equacionando o problema

1. Abatimentos iniciais até 1 ano:

A. Terreno da Fazendinha: 100 milhões.

B. Abate nas cotas da Odebretch: 150 milhões.

C. Parcela inicial do naming rights: 60 milhões.

D. Venda de 50% dos CIDs: 240 milhões.

E. Lucro da Arena: 60 milhões.

F. Valor ano “1”: 610 milhões.

2. Abatimentos anuais subsequentes:

A. Naming: 18 milhões.

B. Lucro da Arena: 70 milhões.

C. CID restante (por mais 4 anos): 60 milhões.

D. Valor anos subsequentes: 148 milhões.

Projetando juros e abatimentos, teremos (valores entre parênteses são negativos):

Em 2018
-----------
Dívida (970.000.000)
Juros (50.000.000)
Abatimento inicial 610.000.000
Dívida residual (410.000.000)

Em 2019
----------
Dívida (410.000.000)
Juros (28.000.000)
Abatimento anual 148.000.000
Dívida residual (290.000.000)

...

Segue até quitação total, com retorno, no ano de 2.022.

Isso para não falarmos do que já foi arrecadado e não consta nessa projeção. Seria possível? Teremos quem torne isso possível?

Referências:

1. Balancete 2017. Na Internet em http://www.corinthians.com.br/public/upload/ckeditor/files/Balan%C3%A7o%20Patrimonial%201%20Trimentrtes-2017%20.pdf Corinthians.com.br Corinthians.com.br Site oficial do Corinthians! corinthians.com.brcorinthians.com.br

2. Balanço 2016 da Sociedade Esportiva Palmeiras, na Internet em http://www.palmeiras.com.br/public/upload/documento/uploads/documento_420.pdf http://www.palmeiras.com.br/public/upload/documento/uploads/documento_420.pdf palmeiras.com.br

3. Terreno à venda na marginal Tietê. Na Internet em http://www.achoumudou.com.br/50021/terreno-a-venda-na-marginal-tiete Terreno a venda na Marginal Tietê - Achou Mudou! - Anúncio Grátis de Imóveis, Casas e Apartamentos. Terreno a venda na Marginal Tietê - Achou Mudou! - Anúncio Grátis de Imóveis, Casas e Apartamentos. Terreno para vend na Marginal Tiete, área de 170.000m², Excelente oportunidade, unica na região da Marginal Tiete. Creci 19747J Nextel ID 82*41615 Cel. achoumudou.com.br

4. Valor de imóveis na Cidade de São Paulo. Estadão Dados. Na Internet em http://blog.estadaodados.com/os-mais-completos-mapas-de-valor-de-imoveis-de-sao-paulo/ Blog EstadãoDados ? Os mais completos mapas de valor de imóveis de SP blog.estadaodados.com

5. Público nos Estádios do Brasi. 2017. Na Internet em http://app.globoesporte.globo.com/futebol/publico-no-brasil/ http://app.globoesporte.globo.com/futebol/publico-no-brasil/ app.globoesporte.globo.comapp.globoesporte.globo.com

6. Estrutura do Círculo Militar de Campinas, na Internet em http://www.cmcamp.com.br/espacos/index.asp?CodEspaco=19 Círculo Militar cmcamp.com.br

7. Notícia sobre obras não realizadas, na Internet em http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/auditoria-aponta-r-150-milhoes-em-obras-nao-realizadas-na-arena-corinthians.ghtml Auditoria aponta R$ 150 milhões em obras não realizadas na Arena Corinthians | corinthians |... Auditoria aponta R$ 150 milhões em obras não realizadas na Arena Corinthians | corinthians |... Relatório entregue ao clube mostra pontos que Odebrecht deixou de honrar. Comissão analisa documento para definir cobrança à construtora globoesporte.globo.comgloboesporte.globo.com

8. Faturamento de empreendimentos comerciais com estacionamentos. Na internet em: http://www.classecontabil.com.br/o-portal/shopping-fatura-r-5-bi-com-estacionamento Portal da Classe Contábil Portal da Classe Contábil A cobrança do estacionamento chega a representar, em média, 10% do faturamento total de um empreendimento, mais até que grandes lojas-âncora. Com esses... classecontabil.com.br .

9. Corinthians vende CID, na Internet em: http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2017/04/1872743-corinthians-vende-incentivos-fiscais-para-torcedores-para-pagar-itaquerao.shtml Corinthians vende incentivos fiscais para torcedores para pagar Itaquerão - 05/04/2017 - Esporte -... Corinthians vende incentivos fiscais para torcedores para pagar Itaquerão - 05/04/2017 - Esporte -... O Corinthians quer a ajuda de torcedores para pagar a dívida contraída para a construção do seu estádio em Itaquera, que custará mais de R$ 1 bilhão ao todo. www1.folha.uol.com.brwww1.folha.uol.com.br

3.550 visualizações e 64 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Melhores respostas

Ricardo Goshima Lester #327 @ricardo.goshima.lest em 01/09/2017 às 03:57

Esta de parabéns. Excelente tópico. Lógico que a ideia é bruta e resumida. Mas concordo com tudo. Se tiver que vender a fazendinha tudo bem, mas sou mais radical. Deveriamos vender é o clube social todo. E transferir a gestão para a arena. Piscinas, academias, quadras fazer tudo dentro da arena. Fundando a Academia Corinthians, tudo coberto. Moderno. Poderiamos até abrir uma franquia de academia tipo Cia Atletica. Já o ginasio para basquete e futsal e etc... Para jogos oficiais, fazer como esta no projeto no CT de futebol. Só nessa brinacdeira já arrecadariamos muita grana e economizariamos tbem. Mas o clube social da muito prejuizos devido a corrupção ou péssima gestão em minha opinião.

Ricardo Goshima Lester #327 @ricardo.goshima.lest em 01/09/2017 às 12:21

Esse tópico merece ser mais lido, pelo trabalho com reembasamento como disse um mano ai! Valeu!

Últimas respostas

Osvaldo #21 @osvaldoneto em 03/09/2017 às 21:06

Ou seja ficar ricos as custas do Timão.

Claudio #20 @migo.pr em 03/09/2017 às 12:17

" "

Bem isso.

Publicidade

Claudio Rissi #20 @migo.pr em 03/09/2017 às 12:17

Bem isso.

Osvaldo #21 @osvaldoneto em 02/09/2017 às 21:45

" "

Pensam em tudo menos no Corinthians.

Osvaldo #21 @osvaldoneto em 03/09/2017 às 09:46

Quem quer o melhor para o time concorda com a gente.

Ricardo #327 @ricardo.goshima.lest em 02/09/2017 às 23:25

" " Noisss!

Audrey Manfrin #2.987 @audrey.manfrin em 03/09/2017 às 08:42

Parabéns pelo tópico a questão que a gestão RENOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA, não está nem se lixando.

João Moraes #1.676 @badwolf em 03/09/2017 às 07:55

Ricardo o clube social administrado profissionalmente teria um excelente lucro.Algum tempo atrás era o clube que alimentava o futebol e demais esportes.Vejo como parte da solução aumentar os números de sócios e outra existe vários projetos para fazendinha, porque não po los em pratica sem a necessidade e desfazer do patrimônio.Lembrando tds que o terreno em Itaquera não é nosso, é uma área cedida...

Ricardo #327 @ricardo.goshima.lest em 01/09/2017 às 03:57

" "

Esta de parabéns. Excelente tópico. Lógico que a ideia é bruta e resumida. Mas concordo com tudo. Se tiver que vender a fazendinha tudo bem, mas sou mais radical. Deveriamos vender é o clube social todo. E transferir a gestão para a arena. Piscinas, academias, quadras fazer tudo dentro da arena. Fundando a Academia Corinthians, tudo coberto. Moderno. Poderiamos até abrir uma franquia de academia tipo Cia Atletica. Já o ginasio para basquete e futsal e etc... Para jogos oficiais, fazer como esta no projeto no CT de futebol. Só nessa brinacdeira já arrecadariamos muita grana e economizariamos tbem. Mas o clube social da muito prejuizos devido a corrupção ou péssima gestão em minha opinião.

Maicon Medice #3.042 @maranata em 03/09/2017 às 07:48

Seu nome é roberto, coincidencia não? Tá de parabéns roberto...

Osmar Ana #7.324 @osmar.ana em 03/09/2017 às 07:03

A prioridade é o futebol!

O resto deveria ser administrado por profissionais terceirizados ou simplesmente erradicada!

Osmar Ana #7.324 @osmar.ana em 03/09/2017 às 06:58

Parabéns pelo trabalho!

Excelente tópico.

O nosso Timão deveria ter um CEO empresarial para cuidar só das partes administrativa, como uma grande empresa que é!

Vicente Martinelli #12.170 @vicente.martinelli em 03/09/2017 às 00:48

Deixa só o futebol, vende o social e que se foda o.resto.

Ricardo Goshima Lester #327 @ricardo.goshima.lest em 02/09/2017 às 23:25

Noisss!

Osvaldo #21 @osvaldoneto em 02/09/2017 às 21:44

" "

Eu assino embaixo.