Athletico-PR 1 x 0 Corinthians - Brasileiro 2018

Brasileiro 2018 - Athletico-PR 1 x 0 Corinthians

https://www.meutimao.com.br/jogo/21-11-2018/brasileiro_2018/athletico-pr-1-x-0-corinthians

02:00

2018-11-21T21:45:00

Corinthians Corinthians 0 x 1 Athletico-PR Athletico-PR

Brasileiro 2018

Sobre a Partida

Cássio tem grande noite, mas Corinthians perde mais uma com Jair Ventura

Nem mesmo uma atuação inspirada do goleiro Cássio, com direito a pelo menos três defesas de alto índice de dificuldade, evitou que o Corinthians saísse de campo derrotado na noite desta quarta-feira. Com gol de Léo Pereira, de cabeça, o Atlético-PR venceu o Timão pelo placar de 1 a 0 na Arena da Baixada, em Curitiba, em duelo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sob a sombra de Fábio Carille, que reatou namoro com a diretoria alvinegra de olho em 2019, Jair Ventura voltou a ser superado. Em 17 partidas no comando do Timão, foram oito derrotas, cinco empates e somente quatro vitórias (aproveitamento de 33,3%).

Classificação – O revés na capital paranaense mantém momentaneamente o Corinthians na 12ª colocação, com 43 pontos. Restam duas rodadas para o término do Brasileiro, e a equipe do Parque São Jorge necessita acabar a competição do 13º lugar para cima para estar na Copa Sul-Americana de 2019.

Como jogamos – Pela primeira vez, Jair Ventura repetiu uma escalação de uma partida para outra como técnico do Corinthians. E isso ocorreu muito em função de Carlos Augusto, que disputou amistoso com a Seleção Sub-20 na noite de terça-feira, estar desgastado fisicamente.

O comandante alvinegro, assim como havia sido na vitória sobre o Vasco da Gama, optou pelo contestado Danilo Avelar na lateral esquerda. O time foi o seguinte: Cássio (capitão); Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Thiaguinho; Mateus Vital, Jadson e Pedrinho; Danilo.

Escalação - Corinthians x Vasco

Meu Timão

Do outro lado, o técnico do Atlético-PR, Tiago Nunes, mandou a campo formação com Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho e Raphael Veiga; Rony, Pablo e Nikão.

Tempo parelho!

Embora fora de casa, o Corinthians foi quem criou a primeira chance clara de gol. E que chance, caro leitor do Meu Timão! Logo no primeiro minuto de bola rolando, Jadson cobrou escanteio, Danilo desviou de cabeça e Ralf, atrasado, por pouco não empurrou para o fundo do gol.

A oportunidade perdida pelo volante corinthiano precedeu um bom futebol da equipe de Jair Ventura, que tinha calma para construir, acertava mais passes que o costume e via o Atlético-PR correr atrás, pois jogava diante de sua torcida e necessitava de uma vitória para manter-se na disputa pelo G6.

Aos 13 minutos, uma das mais belas jogadas do Timão desde a chegada de Jair. Pedrinho carregou pelo meio, triangulou com Jadson, depois com Mateus Vital e finalizou de perna esquerda, exigindo bela defesa do goleiro Santos. A oportunidade criada incendiou a Fiel presente na Arena da Baixada. Sinais positivos a uma torcida ávida por uma boa atuação coletiva.

A partir de determinado momento, porém, a equipe da casa se soltou e passou a controlar a partida, dando trabalho ao goleiro Cássio. Num intervalo de dez minutos, o arqueiro corinthiano defendeu dois arremates de fora da área e ainda foi obrigado a colocar a bola para a linha lateral após recuo indigesto.

No mais, o Timão criou suas chances, o Atlético idem e o placar permaneceu inalterado ao longo de todo o primeiro tempo. “É trabalhar bem a bola, as vezes que a conseguiu chegar no gol foram situações que chegamos pelos lados, aproximamos rápido. É ter um pouco mais de cuidado para na hora da triangulação conseguir chegar bem”, analisou o lateral-direito Fagner, em declaração ao canal Premiere.

Danilo ergue os braços ao argumentar com juiz contra falta marcada

Danilo ergue os braços ao argumentar com juiz contra falta marcada

Reprodução/Premiere

“Se não fosse o Cássio, ___________”

Para azar de Jair e da Fiel, o Corinthians voltou sonolento do intervalo, sem a mesma atenção aos detalhes, e viu o Atlético-PR o sufocar, partindo para cima desde o início. O resultado? Gol de bola parada da equipe que mais marcou gols dessa maneira. Aos seis minutos, Léo Pereira subiu mais que a defesa alvinegra e testou para colocar os donos da casa à frente do placar.

O tento mudou o panorama do jogo por completo. De um lado, o time da casa, superior técnica e taticamente, disposto a anotar o segundo gol e confirmar a vitória frente ao seu torcedor; do outro, uma equipe desorganizada, sem grandes ambições dentro do campeonato e sem tantos talentos individuais suficientes para medir forças de igual para igual.

Caberia, então, a Cássio tentar evitar o pior. O que se viu nos primeiros 20 minutos de etapa final foi um verdadeiro bombardeio paranaense contra a meta do camisa 12, que ia acumulando defesa e se virava como podia para manter o revés por apenas um gol.

Jair até demorou para mexer na escalação. Somente aos 21 sacou Mateus Vital, um dos mais discretos, para a entrada de Clayson.

Já nos minutos finais, Jair ainda daria chance a Araos e Emerson Sheik a fim de tentar beliscar ao menos um empate em Curitiba, improvável pelo que o Corinthians havia produzido diante de um organizado Atlético-PR.

Mas o Timão, afobado, mal chegou no gol adversário durante o segundo tempo e foi justamente batido pela equipe de Tiago Nunes.

Confira os próximos jogos do Corinthians

25 Nov, Dom, 17h00 - Corinthians x Chapecoense - Brasileiro
02 Dez, Dom, 17h00 - Grêmio x Corinthians - Brasileiro

Ficha técnica de Athletico-PR 1 x 0 Corinthians

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Joaquim Américo Guimarães, Curitiba, PR
Data: 21 de Novembro de 2018 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Assistentes: Michael Correia e Thiago Henrique Farinha
Gol: Léo Pereira (Atlético-PR)
Cartões amarelos: Wellington e Matheus Rossetto (Atlético-PR); Fagner, Danilo Avelar, Ralf e Thiaguinho (Corinthians)

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho (Matheus Rossetto) e Raphael Veiga; Rony (Marcelo Cirino), Pablo e Nikão (Marcinho).
Técnico: Tiago Nunes

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf (Emerson Sheik) e Thiaguinho (Ángelo Araos); Pedrinho, Jadson e Mateus Vital (Clayson); Danilo.
Técnico: Jair Ventura

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Athletico-PR 1 x 0 Corinthians

  • 1000 caracteres restantes
  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Veterano

    Ranking: 2485º

    Veterano 419 comentários

    1º. por @veterano.1977

    Somando a "competência" do Jair Ventura com a "honestidade" do Andrés, temos o resultado...
    Só não caímos para a segunda divisão por causa dos pontos do começo do campeonato, ganhos pelo Carille, e por causa da ruindade dos outros times que estão atrás de nós na tabela...