Corinthians vence em Joinville e avança na tabela do Brasileirão

Corinthians Corinthians 1 x 0 Joinville Joinville

Brasileirão 2015

Corinthians vence em Joinville e avança na tabela do Brasileirão

Por Meu Timão

Jadson comemora o gol com Renato Augusto

Jadson comemora o gol com Renato Augusto

Foto: Ricardo Taves / Agência Corinthians

Na noite deste sábado, o Corinthians foi à Joinville, onde encarou o lanterna da competição para reverter o início ruim no Campeonato Brasileiro. Sob o comando de Tite, a equipe corinthiana tinha a obrigação da vitória para responder em campo a fase ruim vivida no Parque São Jorge.

Já o Joinville veio a campo com a estreia do novo treinador - conhecido da torcida do Corinthians, com passagens como jogador e técnico, Adilson Batista. Lidando com a nova realidade do time, o Timão entrou em campo repetindo a escalação de quarta-feira, contando com a dupla Romero e Mendoza.

O treinador enfatizou que, apesar dos dois gols sofridos nos minutos iniciais da partida contra o Grêmio, aprovou o desempenho do time na partida anterior. Por esse motivo, manteve a equipe com Cássio, Fábio Santos, Gil, Dracena, Fagner, Cristian, Bruno Henrique, Renato Augusto, Jadson, Mendoza e Romero.

A torcida, que já havia comparecido em peso no treino de reconhecimento na Arena Joinville, também fez sua parte e marcou presença na casa do adversário. Na sexta rodada do Brasileiro, o Timão entrou em campo precisando alcançar ainda sua terceira vitória na competição.

Primeiro tempo

Embora a primeira etapa da partida tenha começado com vantagem para o Corinthians na posse de bola, a equipe demorou para achar efetividade. Os minutos iniciais foram de jogadas disputadas no meio campo, onde houve apenas uma tentativa corinthiana, com Renato Augusto batendo forte de fora da área.

Somente a partir dos 15 minutos o Timão conseguiu exercer alguma pressão sobre o Joinville, quando perdeu uma bola caprichosa na trave, após batida do zagueiro Gil. O jogo ameaçou engrenar, mas o Corinthians demonstrou dificuldade na ligação do meio campo.

Insistindo em ligação direta entre Fágner e Mendoza, a equipe começou a perder o ímpeto. O JEC sentiu o momento e deu trabalho pro Corinthians, apostando especialmente nas jogadas de contra-ataque. Aos 20 minutos, Renato do Joinville, exigiu uma defesa difícil de Cássio.

O mesmo Renato, em dividida fortíssima com Bruno Henrique, tirou o volante corinthiano aos 26 minutos da partida. O jogador foi atendido em campo e ainda tentou continuar, mas acabou pedindo a substituição, quando saiu para a entrada de Petros.

Aos 31 minutos, finalmente, o Timão alterou o placar com jogada individual de Jadson, que bateu de fora da área com muita categoria para marcar um golaço. O gol mudou a postura do Corinthians que ficou mais ofensivo e quase marcou novamente com Romero, apenas quatro minutos depois.

Em jogada de contra ataque, Romero recebeu belo lançamento de Renato Augusto, ficando cara a cara com o goleiro Oliveira. O paraguaio, porém, perdeu por pouco a chance de um belo gol e lamentou muito a oportunidade perdida. Antes da etapa acabar, Renato - que acabou tirando Bruno Henrique - também sofreu em dividida e deixou o campo chorando.

Segundo tempo

Com o bom desempenho da primeira etapa, o Corinthians parecia vir para o a metade final da partida com as armas para decidir o jogo. Porém, como as palavras do próprio Jadson, autor do único gol corinthiano da partida ainda faltavam 45 minutos.

Nos minutos iniciais da etapa, o Timão criou muito e chegou gol de Oliveira com grande perigo por duas ocasiões - aos 8 minutos com Renato Augusto e aos 18 com Mendoza. A equipe, porém, começou a cair de rendimento e o treinador optou por mudanças.

Tite fez suas duas últimas modificações na equipe - faltando 20 minutos para o apito final, o técnico chamou Love no lugar de Romero e Ralf no lugar de Renato Augusto. Daí para a frente, o poder ofensivo diminuiu e o Timão perdeu espaço no jogo.

Nos minutos finais, o Corinthians caiu a perfomance e pouco a pouco foi deixando o Joinville gostar do jogo. A equipe catarinense - atrás no placar - tinha pouco a perder e se lançou com tudo no ataque, colocando a vantagem do Timão em risco. Para aumentar a tensão, Petros, lesionado, precisou continuar em campo sem poder ser substituído. Recuada, a equipe corinthiana precisou se defender nos minutos finais sob forte pressão e conseguiu o segurar o empate.

Com o resultado, o Timão conquistou a terceira vitória e escalou cinco posições na tabela do Brasileirão. Agora, Tite terá uma semana para treinar a equipe para a próxima partida, no próximo sábado, quando enfrentará o Internacional na Arena Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Joinville

  • 1000 caracteres restantes