Timão consagra o título e conquista o Hexacampeonato Brasileiro

Corinthians Corinthians 1 x 1 Vasco Vasco

Brasileirão 2015

Timão consagra o título e conquista o Hexacampeonato Brasileiro

Por Meu Timão

Corinthians é hexacampeão brasileiro

Corinthians é hexacampeão brasileiro

Foto: Reprodução / TV

Em São Januário, o Corinthians chegou para o jogo que poderia ser o último passo para a conquista de um título. Mas não seria fácil: muito perto do rebaixamento o Vasco quis usar todas as suas armas.

Um estádio apertado, a torcida, o clima de guerra marcado por ameaças de torcedores rivais. Em campo, também a dúvida. Até a última hora, Tite não sabia se poderia contar com três de seus titulares.

Gil, Elias e Renato Augusto, mesmo tendo servido à Seleção Brasileira menos de dois dias antes da partida, se colocaram à disposição. E assim, o treinador teve seu time quase titular em campo para o jogo decisivo.

Cássio, Arana, Gil, Felipe, Edilson e Ralf; Elias, Renato Augusto, Jadson, Malcom e Love. Foram esses os 11 nomes escolhidos. Os nomes que representariam todo o elenco no jogo onde o Corinthians poderia se consagrar hexacampeão brasileiro.

Primeiro tempo

Como era esperado, São Januário não se mostrou território fácil. O Vasco, desesperado pela vitória e pressionado pelos times da parte debaixo da tabela, veio com tudo contra o Timão. Os primeiros minutos foram tensos.

O Corinthians mais uma vez resistiu. Manteve a frieza e a consistência, acreditou na defesa. Embora não criasse mostrava a dificuldade ao adversário, seguia impassível e sem sofrer fortes ameaças.

Mas sentia o cansaço. Elias não estava em seus melhores dias. Edilson mostrava nervosismo. Felipe e Gil funcionavam mas sobrava a ansiedade em campo, que dificultava o passe de bola. Assim, os primeiros 45 minutos passaram e postergaram a decisão - que também dependia do jogo entre São Paulo e Atlético-MG.

Para se sagrar campeão com os 100% garantidos pela matemática, o Timão precisaria da vitória simples em São Januário. Ou torcer contra a vitória do Atlético no Morumbi.

Segundo tempo

Com o 0 a 0 no primeiro tempo, o Timão voltou com nervosismo controlado. Mas com o placar sem alterações nos 15 minutos iniciais, a ansiedade aumentava aos poucos. E também o cansaço.

Embora tenha voltado igual para a segunda metade, Tite preferiu tirar Renato Augusto e promover a entrada de Rodriguinho. Minutos depois, outro momento marcante: Malcom sofreu uma falta feia na entrada da área, e o zagueiro e capitão vascaíno, Rodrigo, acabou expulso com o segundo cartão amarelo.

Aos 25 minutos, com a vantagem de um homem em campo, Tite fez a segunda alteração, com Lucca no lugar de Elias. E o mais improvável aconteceu: dois minutos depois, o Vasco achou o gol com Júlio César.

Tite fez a última substituição com a entrada de Bruno Henrique no lugar do Ralf. E chegou ao empate com Love, de que contestado à artilheiro soltou o grito e o choro. E antes que o árbitro pudesse apitar o fim da partida, os corinthianos puderam gritar: É campeão.

Em São Paulo, acabava o jogo com derrota do único que podia nos tirar a vitória. Com o resultado, pudemos finalmente soltar nosso grito. É campeão, Corinthians. Corinthias, Campeão Brasileiro de 2015. Hexacampeão, contra tudo, contra todos. Solta o choro, Fiel.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Vasco

  • 1000 caracteres restantes