Corinthians sofre com contra-ataques e acaba derrotado em Curitiba

Corinthians Corinthians 0 x 2 Atlético-PR Atlético-PR

Brasileirão 2016

Corinthians sofre com contra-ataques e acaba derrotado em Curitiba

Por Meu Timão

Corinthians encarou o Atlético-PR na Arena da Baixada

Corinthians encarou o Atlético-PR na Arena da Baixada

Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

O Corinthians entrou em campo na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, onde enfrentou o Atlético-PR. Líder da competição, o Timão precisava da vitória para depender apenas de si mesmo pra continuar na ponta do Brasileirão.

O desafio, não era fácil: derrotar um time invicto como mandante no estádio com menor média de gols por partida da competição. Além da dificuldade, as opções do treinador corinthiano eram limitadas pelos desfalques do setor.

Sem poder com Danilo, vetado pelo departamento médico, e André, que cumpre suspensão após o terceiro amarelo, Cristóvão mudou a equipe. O Timão entrou em campo no 4-4-2, com Cássio; Fagner, Yago, Fabián Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Ángel Romero e Lucca.

O treinador justificou a opção pelo resultado do jogador nos treinamentos: "O Lucca já havia treinado nessa função, treinamos também outros jogadores. Ele deu uma resposta boa e por isso ele quem vai iniciar", afirmou Cristóvão ao repórter do canal Premiere, pouco antes do início da partida.

Primeiro tempo

A partida começou em um ritmo morno na Arena da Baixada. Até os primeiros 11 minutos de partida, nenhuma das equipes havia chegado ao gol. A primeira tentativa, porém, foi do time mandante que exigiu uma defesa em dois tempos do goleiro Cássio.

O jogo acelerou um pouco e os dois lados procuraram mais o ataque. Cássio foi mais acionado que o goleiro Santos, substituto de Weverton, que foi convocado para a Seleção Brasileira após lesão de Fernando Prass. Mesmo assim, o primeiro tempo teve poucas chances efetivas de gols para o Timão.

No jogo corinthiano, via-se pouca organização e tranquilidade, em especial no último passe, até conseguir possibilidade concreta de desempatar a partida veio dos pés de Bruno Henrique. O meia, que pode estar fazendo sua última partida com a camisa corinthiana, recebeu passe de Fagner e após dominar com categoria bateu forte contra o gol adversário. Infelizmente, a bola ficou nas mãos do goleiro Santos, mas o ritmo do jogo ficou mais interessante.

Porém, as duas equipes foram para os vestiários sem alterar o placar. E, além do empate sem gols na primeira metade, Cristóvão Borges ainda teve uma dor de cabeça na metade inicial da partida: aos 27 minutos, Marquinhos Gabriel precisou deixar o campo com XXXX, e foi substituído. Guilherme entrou em seu lugar. O meia corinthiano precisou pedir a mudança após levar uma pancada nas costas do lateral Léo.

Segundo tempo

O Timão voltou para a metade final da partida mais organizado, especialmente no setor defensivo, onde mostrou disciplina tática e uma marcação precisa. Embora tenha voltado melhor e com mais energia que o Atlético-PR, as chance de gol foram poucas.

A primeira grande chance foi apenas aos 20 minutos, com Romero, que chegou dentro da pequena área e mandou para o gol com o joelho. A bola, porém, ficou em uma defesa milagrosa do goleiro Santos.

Aos 26 minutos, o técnico Cristóvão fez a primeira alteração tática, e a segunda alteração do Corinthians na partida. Após a insistência da Fiel, o treinador deu finalmente uma chance ao meia Marlone, que entrou no lugar de Lucca.

Embora estivesse apresentando melhor futebol no segundo tempo, aos 32 minutos, o Corinthians sofreu o revés. Em jogada de contra-ataque, Walter recebeu um cruzamento, dominou livre e bateu cruzado um chute indefensável para o goleiro Cássio.

Na sequência, o técnico fez a terceira e última mudança. Bruno Henrique saiu de campo para a entrada de Luciano aos 35 minutos. O Timão não desistiu com o gol sofrido, e continuou buscando o resultado, fazendo pressão sobre o time paranaense.

A subida para o ataque, porém, abriu espaço no campo defensivo e deixou a equipe descoberta. Assim, a equipe acabou por perder a bola no setor ofensivo e abriu caminho para contra-ataque de Walter, que marcou o segundo gol e sacramentou a derrota corinthiana.

Com o resultado, a equipe perdeu a liderança já que o Santos, que vinha na segunda posição empatou em número de pontos e ultrapassou o Timão no saldo de gols. Até o fim da rodada, ainda, há risco da equipe perder até duas posições para Palmeiras e Grêmio.

O próximo jogo do Corinthians é contra o Cruzeiro. A partida, que tem mando corinthiano, acontece no Pacaembu já que a Arena está sendo utilizada para os Jogos Olímpicos. Além do retorno ao antigo palco, o jogo também será o primeiro do Timão a ser realizado na segunda-feira.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Atlético-PR

  • 1000 caracteres restantes