Corinthians terá só três atacantes contra Ponte, nenhum titular; Cristóvão vê 'desequilíbrio'

Corinthians terá só três atacantes contra Ponte, nenhum titular; Cristóvão vê 'desequilíbrio'

Por Meu Timão

Romero (à dir.) e Bruno Paulo estão relacionados para pegar a Ponte, mas iniciam no banco

Romero (à dir.) e Bruno Paulo estão relacionados para pegar a Ponte, mas iniciam no banco

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A ausência de opções para o setor ofensivo do Corinthians ficará em evidência neste sábado, data da partida contra a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli. Apenas três atacantes de ofício foram relacionados pelo técnico Cristóvão Borges para o duelo, mas nenhum deles na condição de titular – veja a lista completa aqui.

Dos 23 convocados, Ángel Romero, Lucca e Bruno Paulo são os únicos homens de frente. O paraguaio, vice-artilheiro do Timão no Brasileiro com quatro gols, era um dos mais assíduos sob o comando de Cristóvão e dará lugar a Marlone, reivindicação antiga da Fiel.

Os outros dois passam por momentos distintos. Lucca foi contratado por empréstimo do Criciúma na temporada passada e, elogiado pela comissão técnica de Tite, acabou contratado em definitivo. No entanto, após a eliminação do Corinthians no Paulista e na Copa Libertadores, o camisa 30 perdeu espaço e se tornou mais uma opção no banco.

Bruno Paulo, por sua vez, vive a expectativa de estrear com a camisa corinthiana. O centroavante chegou ao Parque São Jorge depois de se destacar pelo Osasco Audax, finalista estadual, mas demorou a estar à disposição por conta de uma cirurgia no pé direito e uma lombalgia.

Do elenco que tem em mãos, Cristóvão Borges não relacionou dois atacantes para enfrentar a Ponte Preta: Rildo e Isaac Prado. O primeiro, com dores na coxa esquerda desde a semana passada, foi vetado pelo departamento médico, enquanto o segundo ficou fora da lista por escolha técnica. Gustavo, recém-chegado do Criciúma, ainda não foi regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Acrescenta-se ainda as saídas de André e Luciano, dois dos centroavantes mais utilizados pelo treinador na temporada. O sucessor de Vagner Love, bastante criticado por parte da torcida pelo pouco proveito ofensivo, se transferiu ao Sporting (POR). Já o número 18 acabou cedido ao Leganés (ESP) até o término de 2017.

A falta de alternativas para montar o ataque do Corinthians diante da Ponte ganhou a atenção de Cristóvão nesta sexta-feira, que classificou o plantel como “desequilibrado”. “Desde minha primeira partida percebi isso, esse desequilíbrio. Consistência defensiva muito boa, mas pouco peso no ataque. Meu trabalho foi buscar isso, por isso fiz trocas. Em alguns jogos encaixou, em outros não. Minha busca é essa”, frisou o técnico.

Com Guilherme improvisado de “falso 9”, o Timão se prepara o confronto com a Ponte Preta deste sábado, às 16h (de Brasília), em Campinas, pela 22ª rodada da competição nacional. A equipe do Parque São Jorge é a terceira colocada com 37 pontos, três a menos que o arquirrival Palmeiras, hoje na primeira posição.

Veja Mais:

  • Jô está de férias e só volta ao CT Joaquim Grava em janeiro

    Jô é liberado pelo Corinthians para férias e não aparece no CT nesta sexta

    ver detalhes
  • Corinthians fará sua terceira participação na Florida Cup

    Participante desde primeira edição, Corinthians tem benefício financeiro na Florida Cup

    ver detalhes
  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes