Multicampeão, Vander Carioca reflete sobre ano no Corinthians

Multicampeão, Vander Carioca reflete sobre ano no Corinthians

Por Meu Timão

2.1 mil visualizações 29 comentários Comunicar erro

Entre vitórias e tragédias, Vander Carioca faz balanço sobre 2016

Entre vitórias e tragédias, Vander Carioca faz balanço sobre 2016

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Um dos principais personagens do vitorioso ano do futsal do Corinthians, o pivô Vander Carioca fez um balanço sobre o seu ano com o time alvinegro. Veterano no elenco e com contrato renovado para a próxima temporada, o jogador comentou o ano em retornou ao esporte, após drama pessoal, e se estabilizou como um dos pilares do time do Parque São Jorge.

Após seis temporadas buscando o título da Liga Nacional de Futsal (LNF) para o Corinthians/Unip, Vander participou da primeira conquista no torneio para o Timão em 2016 – que ainda levou a taça da Liga Paulista no mesmo ano. Além disso, o ano ficou marcado pelo retorno do pivô as quadras, que havia parado de atuar no esporte em 2015, por conta de uma doença de seu pai.

“Foi um ano especial. Em 2015 meu pai faleceu, eu parei de jogar futsal, voltei pro rio e volto em 2016 num time desacreditado. O Corinthians diminuiu o investimento e a gente monta um time mais ou menos desconhecido, com eu e o Índio de mais velhos, sobe uma garotada do Sub-20 e o negócio começa a encaixar e a andar. E a gente conquista um título que o Corinthians vem buscando há seis anos”, contou Vander em entrevista ao portal Torcedores.com.

“A torcida do Corinthians abraçou o time de um jeito que você não tem noção. Eram 9, 10 mil pessoas todo jogo no Parque São Jorge, porque o time de campo não vinha numa fase muito boa. Então foi um ano especial e eu estou muito feliz por isso”, completou o camisa 14 do Timão.

Contudo, 2016 não ficou marcado apenas por vitórias. No início de novembro, o filho de dois anos do goleiro Guitta, Enrico, foi vítima de uma parada cardiorrespiratória. A tragédia adiou a primeira final do Corinthians/Unip na Liga Paulista e foi destacada por Vander, que ressaltou a força do arqueiro corinthiano e a importância do grupo na recuperação do jogador.

“O Guitta perdeu um filho de 2 anos e 8 meses. Eu sou pai, é uma dor imensurável. A gente imagina, mas não sente. Nós deixamos o Guitta à vontade. Ele ficou quase quinze dias sem treinar e um dia ele apareceu lá no clube: ‘quero voltar’. Ele chorou com a gente, nós choramos com ele, demos total apoio para ele. O Guitta é um monstro, um dos melhores goleiros do mundo, senão o melhor”, contou o pivô.

“Ele sabia que ali ele estava em casa, ali ele teve apoio, teve carinho. Era um ambiente que ia fazer bem pra ele. E no tempo dele. Então foi isso que nós fizemos. Deixamos ele à vontade e ele voltou. Nos primeiros dias foi mais difícil. Mas depois ele já estava rindo, brincando e viu que ali ele tem amigos, tem apoio. Então isso ajudou muito a ele”, acrescentou.

O pivô também destacou o trágico acidente aéreo envolvendo o avião envolvendo a delegação da Chapecoense, durante um voo à Medellín, na Colômbia. O episódio fatídico deixou 71 mortos entre jogadores, jornalistas, comissão técnica, dirigentes e tripulação. Para Vander, 2016 foi um ano para se refletir.

“Foi um ano difícil para todos nós brasileiros. Depois teve esse acidente com a Chapecoense que foi uma tragédia muito grande. Foi um ano muito triste. É um ano de a gente refletir nas pequenas coisas. Você tomar um chopp com os amigos, fazer uma pelada dessa, falar mais ‘eu te amo’ pra tua esposa, pro teu filho… É um ano para todos nós refletirmos, que a vida… Isso tudo aqui é emprestado, nada é nosso. Isso aqui é uma passagem. Então a gente tem que tentar fazer o bem, ser uma pessoa cada dia melhor”, finalizou o jogador.

Veja mais em: Futsal do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jogadores comemoram gol de Avelar marcado diante do Flamengo, na segunda semifinal

    Corinthians pega campeão da Série D em estreia na Copa do Brasil 2019

    ver detalhes
  • Ramiro foi anunciado pelo Corinthians nesta quinta-feira

    Corinthians anuncia contratação de Ramiro

    ver detalhes
  • Marquinhos e Sornoza podem ser trocados por Corinthians e Fluminense

    Grêmio e Marquinhos Gabriel voltam a namorar, mas Corinthians segue otimista por Sornoza

    ver detalhes
  • Carille já está participando dos detalhes de contratações do Corinthians

    Carille antecipa volta ao Corinthians e se despede do Al-Wehda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes