Willians reitera passagem no Corinthians e volta a falar de dispensa

Willians reitera passagem no Corinthians e volta a falar de dispensa

Por Meu Timão

6.0 mil visualizações 67 comentários Comunicar erro

Willians foi dispensado por discutir com um torcedor na frente do CT

Willians foi dispensado por discutir com um torcedor na frente do CT

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Encostado no elenco do Cruzeiro, o volante Willians voltou a se manifestar sobre sua passagem no Corinthians, em 2016. Marcado negativamente seja dentro e até mesmo fora de campo, o jogador de 31 anos, mais uma vez, analisou sua passagem no Timão.

"Sempre que entrei tentei agarrar com unhas e dentes. Nos 27 jogos que joguei, não fui mal em nenhum. Sempre dei meu máximo, batalhei para dar vitórias ao Corinthians. Não posso falar que fiz minha parte, porque não joguei nem metade dos jogos do time no ano, mas quando entrei e joguei sempre dei conta do recado", comentou Willians, em entrevista o UOL Esporte.

Envolvido na troca com o volante Marciel, o ex-camisa 5 do Corinthians não deixou passar o episódio que decretou o término de seu vínculo no clube. Em baixa, Willians discutiu com um torcedor na frente do CT Joaquim Grava, o que acarretou na opção pela dispensa por parte da diretoria.

"A torcida do Corinthians sempre apoia, mas quando você está em seu local de trabalho você tem que ser respeitado. Ele me xingou de tudo que é nome, de mercenário, e aconteceu o que aconteceu. Mas eu não levantei a mão pra ele, não xinguei, nem o agredi. O vídeo diz tudo. Mas não levo mágoa de ninguém, cada um tem que se levar sua carreira ao extremo, fico feliz que Corinthians está bem agora", acrescentou.

Contratado no início de 2016, Willians alcançou seu auge ao longo do Campeonato Paulista quando Tite promoveu rodízio no elenco. Após a saída do treinador, o volante perdeu espaço no plantel de jogadores e enfrentou momentos difíceis no Timão, não sendo sequer relacionado para os jogos.

"Cheguei com a expectativa de poder jogar e acabei não tendo essa chance. Joguei jogos com Tite, ele saiu e acabei tendo uma decaída por um negócio de família que tive. Juntou tudo e acabei me perdendo um pouco no meu objetivo. Comecei a treinar bastante, firme, até joguei com o Oswaldo. Fiquei feliz quando tive sequência. Sempre fiquei pronto para quando tivesse a oportunidade", complementou.

Ainda se tratando do ocorrido que determinou seu desligamento no Timão, Willians se defendeu e viu a atitude da diretoria como equivocada. "Acho que foi o mais marcante. A diretoria do Corinthians levou como se eu tivesse batido de frente. Mas não foi isso. A gente é homem, tem família, precisa ser respeitado. É como eu ir no emprego de alguém e faltar com respeito", finalizou.

À espera de propostas, já que está fora dos planos do técnico Mano Menezes no Cruzeiro, Willians segue trabalhando de maneira separada. Em 27 jogos disputados pelo Corinthians, o volante encerrou sua participação sem marcar nenhum gol.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians e Willians.

Veja Mais:

  • Pedrinho (à frente) será titular nesta quarta-feira; Jonathas, opção no banco

    Loss define escalação do Corinthians para decisão contra Chapecoense, mas pode ter baixa

    ver detalhes
  • Ricardo Fischer foi o cestinha da partida com 29 pontos anotados

    Corinthians se impõe no Parque São Jorge e vence a primeira no Paulista de basquete

    ver detalhes
  • Daniel Marcos assinou seu primeiro contrato profissional com o Corinthians

    Ex-Palmeiras, lateral-direito de 16 anos assina contrato profissional com o Corinthians

    ver detalhes
  • Fiel aproveitou o tuíte do Atlético-MG para zoar o time de Minas Gerais

    Torcedores corinthianos veem plágio e zoam Atlético-MG em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes