Corinthians descarta injetar dinheiro no basquete de Americana

2.6 mil visualizações 21 comentários

Por Meu Timão

Timão pode não ter equipe de basquete feminino no segundo semestre de 2017

Timão pode não ter equipe de basquete feminino no segundo semestre de 2017

Divulgação/Corinthians

O Corinthians não pretende desembolsar qualquer quantia para evitar o fim precoce da parceria com a equipe de basquete feminino de Americana. A união entre as instituições, que previa duração de três anos, até agosto de 2018, foi rompida na última semana sem indícios de que será retomada.

De acordo com o gerente de esportes terrestres do Corinthians, Roberto Toledo, o clube só tem interesse em prosseguir com o acordo se não for obrigado a arcar com custo algum. A ideia é que o Timão continue “emprestando” sua marca à equipe do interior paulista, além de ceder os uniformes das atletas, fabricados pela Nike.

“O Corinthians não entra se tiver que participar da parte financeira. A gente só costura a visibilidade para ajudar na busca por patrocinadores. Nosso contrato com Americana era de licenciamento de marca. Dinheiro do clube não tem, esse é o nosso formato”, disse Toledo, em entrevista ao jornal O Liberal.

O fim do ciclo Corinthians/Americana se deu quando o treinador e, agora, gestor do time de basquete, Antônio Carlos Vendramini, assinou o distrato do vínculo em reunião no Parque São Jorge, sede social do clube da capital. Ele exige compensação financeira do Corinthians caso os paulistanos queiram seguir com a sociedade, que já rendeu os títulos paulista, brasileiro e sul-americano em menos de dois anos.

Vendramini assumiu o cargo de Ricardo Molina, que deixou o comando do basquete americanense após a edição 2016-17 da Liga de Basquete Feminino (LBF) – conquistada pelo próprio Corinthians/Americana.

“Tivemos um encerramento formal, burocrático, por uma questão técnica do Molina que assumiu um novo cargo e não pode mais ter vínculo com o clube. O Corinthians gostou da parceria, agora depende de Americana montar um novo projeto e formatar de uma maneira que continue como antes”, finalizou.

Enquanto caminha para o término do Corinthians/Americana, o Timão acerta os detalhes finais de seu novo time de voleibol profissional, o Corinthians-Guarulhos, que terá o bicampeão olímpico Serginho como protagonista. Salários dos atletas, viagens, alimentação, hospedagem e outras despesas serão custeados pelo patrocinador da equipe, a rede de supermercados Nagumo.

Veja mais em: Basquete, Vôlei do Corinthians, Parque São Jorge e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Duelo de estreia do Corinthians no Brasileirão será transmitido por apenas um canal

    Conheça a única opção para assistir ao duelo entre Corinthians e Atlético-MG na televisão

    ver detalhes
  • Corinthians não receberá a totalidade da premiação pelo vice do Paulistão

    Corinthians sofre bloqueio de premiação pelo vice do Paulista na Justiça por dívida antiga; entenda

    ver detalhes
  • Clube adotará medidas de prevenção ao Covid em dia de votação por cédulas

    De voto em cédula a posse em pleno Brasileirão: conheça detalhes das eleições no Corinthians

    ver detalhes
  • Jô comemora com Everaldo seu gol no duelo com o Palmeiras, pela final do Paulistão

    Corinthians visita Atlético-MG em estreia no Campeonato Brasileiro; saiba tudo

    ver detalhes
  • Gerente global da Coca-Cola sugere para o banco BMG respeitar cores e valores do Corinthians

    Diretor da Coca-Cola critica ações de patrocinador do Corinthians em rede social

    ver detalhes
  • Um supertrunfo com Jô e problemas de última hora na escalação do Corinthians - Papo com Vessoni

    VÍDEO: Um supertrunfo com Jô e problemas de última hora na escalação do Corinthians - Papo com Vessoni

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: