Eleição presidencial do Corinthians pode ter cinco candidatos; veja os nomes

Eleição presidencial do Corinthians pode ter cinco candidatos; veja os nomes

Por Meu Timão

Andrés, Citadini, Stabile e Tuma Jr. podem concorrer à presidência do Corinthians

Andrés, Citadini, Stabile e Tuma Jr. podem concorrer à presidência do Corinthians

Com menos de seis meses de corrida eleitoral pela frente, o pleito presidencial do Corinthians já movimenta os bastidores do Parque São Jorge. E no momento cresce a possibilidade do lançamento de até cinco chapas para concorrerem à eleição de fevereiro de 2018.

Em reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, em sua edição desta segunda-feira, é relatada a possibilidade de os seguintes conselheiros se candidatarem: Andrés Sanchez, Antônio Roque Citadini, Romeu Tuma Júnior e Osmar Stabile. O Meu Timão ainda apurou um quinto elemento que planeja concorrer ao pleito: Fernando Alba, ex-diretor de esportes aquáticos na gestão Andrés Sanchez e das categorias de base com Mário Gobbi.

Andrés Sanchez, como é de conhecimento geral, se lançará candidato à situação. Principal idealizador da chapa Renovação & Transparência, que está no poder do Corinthians desde o fim de 2007, ele cogita concorrer com o empresário Paulo Garcia como vice. Este, por sua vez, ainda estuda se apoiará a situação ou a oposição.

Leia também: Andrés Sanchez grava vídeo detonando Mancini após vazamento de áudio contra Corinthians

Em relação aos outros quatro prováveis concorrentes, a incógnita fica em torno da fragmentação da oposição. Apesar de o trio, em princípio, não abrir mão de suas candidaturas, é de conhecimento deles que seria mais vantajoso se unir em uma só chapa para então tentar vencer Sanchez.

Discussão semelhante tomou conta do Parque São Jorge no fim de 2014, quando Citadini abriu mão de sua candidatura para apoiar Paulo Garcia. No fim, Roberto de Andrade, apoiado por Andrés Sanchez, ganhou e emplacou assim o quarto mandato consecutivo da Renovação & Transparência à frente do clube.

Em tempo: até o momento, apenas Citadini e Tuma Júnior falaram abertamente em lançar candidatura. Andrés Sanchez, apesar de não confirmar, já até mesmo criou um novo perfil nas redes sociais para se aproximar dos torcedores. No caso de Alba, ele está por trás de um grupo de oposição chamado Corinthians Grande, que conta com figurões como Felipe Ezabella e Raul Corrêa.

Veja mais em: Parque São Jorge e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Henrique já treina no CT; jogador trabalha no campo em períodos sem a imprensa

    Entenda por que o zagueiro Henrique ainda não foi anunciado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini segue como candidato no Corinthians

    Citadini consegue liminar e segue como candidato à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim soma duas más atuações em duas partidas como titular no Paulistão-2018

    Áudio de comentarista sobre Corinthians vaza no Globo Esporte: 'Peguei muito pesado com o Kazim?'

    ver detalhes
  • Jadson ganhou nova função em novo esquema tático de Fábio Carille no Corinthians

    Novo esquema tático de Carille transforma Jadson em arma letal do Corinthians; compare

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes